quarta-feira, 31 de maio de 2017

.
HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Gerações jovens desconhecem
 benefícios de tratamentos termais

A coordenadora do projeto Termas do Centro, Guida Mendes, reconheceu que as gerações jovens desconhecem os benefícios dos tratamentos termais, apontando como caminho a seguir a divulgação junto do público, mas também dos profissionais em saúde.
  .
"Existe um desconhecimento em relação ao que são realmente as nossas termas. Quem tem 35 ou 40 anos não tem a mesma perspetiva que tinham os nossos avós, que conheciam bem as termas e os seus benefícios, faltando divulgação junto do público em geral e dos médicos", sustentou.

Em declarações à agência Lusa, a responsável pelo Provere Termas Centro, que integra 22 estâncias termais da região Centro, evidenciou que o fim das comparticipações também prejudicou a afluência a este tipo de tratamento, embora não seja a causa principal, que atribui ao desconhecimento da população em relação aos seus benefícios.

Atualmente, as estâncias termais da região Centro registaram "um ligeiro crescimento em 2016 face a 2015, sendo que a parte que está em maior crescimento é a parte de bem-estar e não de termalismo clássico".

"Com este Provere, que vai até final de 2018, temos delineadas ações para o público em geral e outras direcionadas para os operadores e para os médicos. A água termal é um dos produtos endógenos de grande valor e a promoção tem de existir cada vez mais, de forma que, para além de toda a beleza da região Centro, o turismo passe por ter-se uma experiência termal", referiu.

De sexta-feira a domingo, terá lugar o congresso internacional "Termalismo e o desenvolvimento regional", o primeiro promovido pelo Provere Termas Centro, que contará com intervenientes nacionais, espanhóis e franceses.

"Penso que estarão presentes entre 80 a 100 pessoas neste congresso internacional, que tem por objetivo criar um espaço de debate e análise sobre o papel que o termalismo tem no desenvolvimento das regiões em que se encontra, sendo para isso apresentados exemplos de boas práticas, públicas e privadas, nacionais e internacionais", apontou.

De acordo com Guida Mendes, os diferentes painéis irão permitir a discussão de três grandes vetores: a saúde, os recursos hidrominerais e o turismo em Portugal, agregando-os.

O evento terá lugar nas Termas da Felgueira e no auditório do Edifício Multiusos de Nelas, estando a sessão de abertura agendada para as 18:00 de sexta-feira.

Nesta ocasião, estará presente o presidente da Câmara de Nelas, Borges da Silva; a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C), Ana Abrunhosa; o presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado; a presidente da Associação das Termas de Portugal, Teresa Vieira; e o presidente do Conselho de Administração Patris Investimentos SA, Gonçalo Pereira Coutinho.

* Por experiência pessoal sabemos o que as termas valem, não nos cansamos de aconselhar a práctica do termalismo.

.

Sem comentários: