domingo, 10 de setembro de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.


I-ABECEDÁRIO

C

6-Camila Sjoberg



.
.
V-SEGUNDOS FATAIS
1- COLISÃO NA FERROVIÁRIA

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


I-ABECEDÁRIO

C

5-Camila Sjoberg



.
.

XXIII -ERA UMA VEZ O ESPAÇO

2- O GRANDE COMPUTADOR




* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.


I-ABECEDÁRIO

C

4-Camila Sjoberg




.
.
Anjan Chatterjee

Como seu cérebro

decide o que é bonito


Anjan Chatterjee usa ferramentas da psicologia evolutiva e da neurociência cognitiva para estudar um dos conceitos mais cativantes da natureza: a beleza. 
Saiba mais sobre a ciência que explica por que certas configurações de linha, cor e forma nos excitam neste fascinante e profundo olhar dentro de seu cérebro .

.
.


I-ABECEDÁRIO

C

3-Camila Sjoberg



.

EDUARDO DÂMASO

.




Um mistério que a justiça
 não vai desvendar

Os investigadores da Operação Marquês suspeitam que a fortuna escondida de Sócrates e titulada nos bancos pelo seu amigo Santos Silva serviu para comprar tudo, inclusive para alimentar vícios como o consumo de drogas

Os investigadores da Operação Marquês suspeitam que a fortuna escondida de Sócrates e titulada nos bancos pelo seu amigo Carlos Santos Silva serviu para comprar tudo, inclusive para alimentar vícios como o consumo de drogas. Isso está bem presente no interrogatório à então namorada de Sócrates, Célia Tavares, realizado em 5 de Fevereiro de 2015, menos de três meses após a detenção do ex-primeiro-ministro, ocorrida a 21 de Novembro de 2014, e que divulgamos nesta edição da SÁBADO.

Célia Tavares foi confrontada com escutas em que aparece a falar em código com José Sócrates e em que a utilização da palavra "vinho" quererá significar cocaína ou outras drogas, como especificam tanto o procurador Rosário Teixeira como o inspector tributário Paulo Silva.
Interrogam-na directamente sobre a questão da compra da droga, sublinhando que não querem saber da vida pessoal de ambos mas que é essencial apurar com que dinheiro tais produtos terão sido comprados, se é que o foram. Estas perguntas inserem-se numa das principais linhas de investigação da Operação Marquês, que é a de saber em benefício de quem é que a fortuna de 25 milhões acumulada e escondida no estrangeiro foi usada.

Segundo a investigação, o dinheiro formalmente na propriedade de Santos Silva teve em Sócrates o único e exclusivo beneficiário. Serviu para comprar a casa de Paris, pagar despesas correntes e extraordinárias de toda a família de Sócrates, de dívidas fiscais ao dentista, pagou as casas da ex-mulher, as viagens de férias com as namoradas, os jantares de conspiração política e, seria a cereja no topo do bolo, os vícios privados, fossem eles de Sócrates, das suas namoradas ou amigos.
O dinheiro é o princípio e o fim de tudo e não qualquer espécie de voyeurismo sobre a vida privada dos intervenientes. Isso compreende-se de forma linear em todo o episódio. Percebem-se os indícios e as obrigações de fazer as perguntas em função deles. Percebe-se a força potencial dos ditos indícios e a importância probatória que poderiam ter. Na verdade, quem acredita que o melhor amigo de alguém, por muito rico que seja, pague toda a vida de outrem, incluindo vícios como o consumo reiterado de drogas!? O único cenário admissível é aquele em que a investigação trabalha: o dinheiro é titulado por Santos Silva mas, na realidade, o seu proprietário é Sócrates.
É isto que confere importância aos indícios recolhidos nas escutas, às meias respostas e omissões dos inquiridos. É por isso, mas também pelo risco que o levantamento desta frente de investigação comporta para o Ministério Público, que a SÁBADO noticia o episódio. Ele está nos autos do processo, foi um cenário altamente valorizado pela investigação mas, no fim, sobram mais dúvidas do que certezas. Sobram dúvidas sobre a veracidade das respostas das testemunhas mas também das vantagens que o episódio tem para a investigação.

Abrir uma frente destas sem ter possibilidades de ser consequente (Sócrates não chegou a ser confrontado com estes indícios) abre a porta a todo o tipo de críticas – por mais clara que tenha sido a explicação às testemunhas – e a uma vitimização sem precedentes do próprio ex-primeiro-ministro.
Afinal, este pode ficar para a história como um daqueles mistérios que a justiça jamais desvendará, coisa que não é confortável para ninguém.

O pão dos bombeiros
O País que anda há demasiado tempo a pagar as falcatruas da banca, que foi espremido pela troika e sustenta, com os seus impostos, uma voraz e insaciável máquina estatal, não tem dinheiro para alimentar os seus bravos bombeiros nem consegue pôr ordem na solidariedade com as vítimas dos fogos. Se tudo isto não é uma grande vergonha...

 IN "SÁBADO"
07/09/17


.


1349.UNIÃO



EUROPEIA



.


I-ABECEDÁRIO

C

2-Camila Sjoberg




.
.
4-DIANA
A nossa mãe 

ÚLTIMO EPISÓDIO


FONTE: MixYouTube 

.
.


XXIX-VISITA GUIADA

Ao Palácio de Belém/1
LISBOA - PORTUGAL


* Viagem extraordinária pelos tesouros da História de Portugal superiormente apresentados por Paula Moura Pinheiro.
Mais uma notável produção da RTP

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

..
.


I-ABECEDÁRIO

C

1-Camila Sjoberg

.


.
.

Copernicus Chamber Orchestra


Adagio

. 

Tomaso Albinoni

.
.

I . O MUNDO SEM NINGUÉM 

1- A vida depois das Pessoas 



* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro a Julho do próximo ano, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

.
.

Porque a Coreia do Norte
constitui uma ameaça?


FONTE: LE MONDE

.
.
TORNE-SE VISÍVEL


Volvo lança uma tinta que pode salvar vidas!
.
.

A piloto chilena que combateu os nazis



FONTE: AFPBrasil

.
.

Pad Thai


Receitas da Tailandia
.
.


 O QUE DIZEM 

AS MÁS LÍNGUAS



A margarina foi originalmente fabricada para engordar perús. Mas quando os perús começaram a morrer por causa dela, as pessoas que tinham investido na sua pesquisa começaram a procurar uma utilização alternativa que lhes permitisse, no mínimo, recuperar o investimento.
Foi nessa altura que alguém se lembrou de juntar um corante amarelo àquela que era, até aí, uma substância branca, tornando-a mais apetecível para consumo humano e apresentá-la no mercado como um substituto da manteiga.


Mas será que sabe qual é realmente a diferença entre a margarina e a manteiga?

Vejamos:

- Ambas têm a mesma quantidade de calorias.
- A manteiga tem um pouco mais de gorduras saturadas (8 gramas contra 5 gramas da margarina).
- De acordo com um estudo da Harvard Medical, comer margarina pode aumentar em 53% as doenças cardíacas em mulheres, relativamente   àquelas que comem a mesma quantidade de manteiga.

A manteiga:

- Aumenta a absorção de nutrientes presentes em outros alimentos.
- Traz mais benefícios nutricionais do que a margarina (e os que a margarina tem foram adicionados artificialmente!).
- É mais saborosa que a margarina e pode melhorar o sabor de outros alimentos.
- Existe há séculos e a margarina há menos de 100 anos.

A margarina:

- Triplica risco de doença cardíaca coronária...
- Aumenta o colesterol total e o LDL (este é o colesterol ruim) e diminui o colesterol HDL (o colesterol bom).
- Aumenta o risco de cancro em 500%.
- Reduz a qualidade do leite materno.
- Diminui a resposta imunológica.
- Diminui a resposta à insulina.


E, finalmente, a parte mais interessante e perturbadora:

A margarina está a uma molécula de ser... plástico. E possui 27 ingredientes que existem na................tinta de pintar.


Se não está convencido faça a seguinte experiência:

Abra uma embalagem de margarina e deixe-a aberta num local à sombra durante alguns dias. Vai poder constatar algumas coisas muito interessantes:

1.º Não há moscas! (isso deve querer dizer alguma coisa!!!)
2.º A margarina não mostra sinais de apodrecimento, decomposição ou alteração no cheiro.
3.º Não tem bolor. Nada se desenvolve ou cresce nela.
Ou seja, nem as moscas nem os mais pequenos microrganismos se interessam por aquilo. Não há ali nada de bom.


Porquê? Bom, porque a margarina é quase plástico.



Claro que MARLON BRANDO usou manteiga!



.
.


1363
Senso d'hoje
MICHEL HAZANAVICIUS
REALIZADOR DE CINEMA
PREMIADO COM "OSCAR"
"Da cadeira do realizador
para a cadeira do entrevistado"



FONTE: EURONEWS

O premiado realizador Michel Hazanavicius está em Deauville no painel do júri do prestigiado festival de cinema americano. O realizador francês saltou para a fama internacional em 2012 com o filme a preto e branco "O Artista" - que venceu cinco Prémios da Academia, incluindo o galardão para Melhor Filme.


.
.


PORQUE SOMOS

UMA GRAÇA


.
.

BOM DOMINGO


.
.


55-CINEMA
FORA "D'ORAS"

V-O CRIME DO

PADRE AMARO



..