sábado, 11 de março de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

XXIII-SEM VERGONHA


3 - VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

NATHÁLIA FERRO



ATÉ AO PRÓXIMO SÁBADO

A NOSSA FICÇÃO
A MÓNICA MOREIRA LIMA, jornalista de profissão não chegavam as notícias comezinhas do quotidiano, nem que fosse uma bomba de neutrões.
Pensou, pensou, engendrou equipa tão louca como ela, baratinou os maiorais da TV GUARÁ e "amadrinhou"o "SEM VERGONHA" programa despudorado tão ao nosso gosto, cheio de pimenta por todo o lado, sem qualquer grosseria e divertido.
Ela só pode ser inteligente e boa!

O QUE DIZ A AUTORA
O Sem Vergonha é o programa mais polémico e irreverente da TV brasileira. Já rendeu vídeos para os quadros Top Five do CQC e Passou na TV do Agora é Tarde, ambos da BAND. Foi tema de uma matéria de duas páginas na maior revista de circulação nacional, a VEJA. E culminou com uma entrevista antológica ao Rafinha Bastos, no Agora é Tarde. Todos os programas estão disponíveis no blog e no YouTube. Não recomendo sua exibição para menores de 18 (anos ou cm) para evitar traumas futuros. Falo de sexo sem pudor, sem frescuras, sem meias palavras, sem eufemismos e com muito bom humor. Advertimos que o Sem Vergonha pode provocar ereções involuntárias e uma vontade irreprimível de dar, sem restrições de orifícios.


FONTE: TV GUARÁ

.
.



18-CHAPÉUS



.
.
A Revista Cristina não acabou


FONTE: PROGRAMA "Donos Disto Tudo"  RTP/1

.
.



17-CHAPÉUS



.
.

IMUNOLOGIA BÁSICA


CÉLULAS B /4




Uma interessante série conduzida pelo Mestre e Doutor Luiz Werber-Bandeira, Chefe de unidade de Imunologia Santa Casa do RJ

* Uma produção "CANAL MÉDICO"

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.



16-CHAPÉUS




.
.

NOOTRÓPICOS E
DOPING MENTAL



FONTE: NERDOLOGIA

.
.



15-CHAPÉUS



.

PAULA SANTOS

.




Igualdade na lei e na vida

1. Álvaro Cunhal na sua intervenção na Conferência Nacional do PCP sobre “A Emancipação da Mulher no Portugal de Abril” em 1986 dirigiu um apelo às mulheres: “tomai o destino nas próprias mãos”.

Ao longo de décadas as mulheres, em especial as mulheres trabalhadoras foram protagonistas de duras lutas. No fascismo a luta das mulheres integrou a luta contra a ditadura fascista, contra a repressão e a opressão, pela liberdade, os direitos e a democracia. A luta das mulheres foi determinante na Revolução de Abril e na consagração de direitos fundamentais na Constituição da República Portuguesa. Hoje a luta das mulheres continua a ser determinante na batalha pela efetiva igualdade na lei e na vida.

No passado as mulheres nunca deixaram em mãos alheias a defesa dos seus direitos. É essencial que hoje as mulheres tomem nas suas mãos a construção do futuro.

2. Comemoramos hoje o Dia Internacional da Mulher, dia que decorre exatamente da luta das mulheres trabalhadoras por melhores condições de vida, por melhores salários e pela jornada de trabalho de oito horas.

O Dia Internacional da Mulher é um dia de ação, intervenção e luta. É um dia para denunciar as violações dos direitos das mulheres que ainda perduram e as desigualdades e descriminações a que são sujeitas e lutar pela emancipação das mulheres e a concretização dos seus direitos no plano político, económico, social e cultural.
A Voz das Mulheres pela Igualdade | Direitos | Desenvolvimento | Paz é o mote para uma Manifestação Nacional de Mulheres convocada pelo Movimento Democrático de Mulheres no próximo dia 11 de março, em Lisboa. A participação das mulheres é determinante para a emancipação das mulheres.
3. Apesar dos avanços no nosso país persistem desigualdades e discriminações.

No mundo do trabalho verificam-se inúmeras discriminações salariais. A média dos salários auferidos pelas mulheres é inferior à média dos salários auferidos pelos homens. São mais as mulheres que auferem o salário mínimo nacional e são as mulheres as mais afetadas pela precariedade e o desemprego.

Os direitos de maternidade e paternidade continuam a ser constantemente violados pelas entidades patronais. A pressão exercida pelas entidades patronais para que as mulheres abdiquem de gozarem os direitos de maternidade e paternidade previsto no quadro legal, a negação do exercício destes direitos e o despedimento ou não renovação de contratos de trabalho com mulheres grávidas ou puérperas, são exemplos concretos de desrespeito pelos direitos de maternidade e paternidade

A luta pela igualdade entre homens e mulheres em toda a sua plenitude (nas dimensões política, económica, social e cultural) é parte integrante da luta pela política patriótica e de esquerda, pela produção nacional, pela criação de emprego com direitos, pela valorização de salários e reformas, pela defesa do Serviço Nacional de Saúde, a Escola Pública, a proteção social, o acesso à cultura e pela afirmação da soberania.

4. Hoje comemoramos os 10 anos da aprovação da despenalização da interrupção voluntária da gravidez. 10 anos sem criminalizar as mulheres que se sujeitavam às malhas do aborto clandestino, sem condições, sem dignidade, colocando inclusivamente a sua vida em risco. 10 anos em que as mulheres puderam fazer a sua livre opção sem condicionalismos.

A despenalização da interrupção voluntária da gravidez constituiu um enorme avanço em matéria de direitos sexuais e reprodutivos, apesar de ainda existirem forças conservadoras e reacionárias que pretendem voltar atrás.

Há ainda um longo caminho a percorrer para assegurar os direitos sexuais e reprodutivos a todas as mulheres. É preciso reforçar o Serviço Nacional de Saúde e a Escola Pública para que o planeamento familiar, a saúde materna, os tratamentos de infertilidade ou a educação sexual sejam uma realidade.

Neste dia, saúdo hoje todas as mulheres, as mulheres trabalhadoras, as mulheres reformadas, as jovens mulheres e apelo a que não se resignem, nem se conformem e com combatividade e determinação lutem pela igualdade na lei e na vida.

IN "EXPRESSO"
08/03/17

.
.


1167.UNIÃO



EUROPEIA



.



14-CHAPÉUS



.
.

O PODER DA PRECE

(PARÁBOLA DO BOM LADRÃO)



FONTE: CICLISTASEMDEUS

.
.
XIII-VIDA SELVAGEM
2- URSO POLAR
Predadores Selvagens


.
.



13-CHAPÉUS




.
.
RECORDANDO


Mariette Pessanha

Não afastes os teus olhos dos meus


.
.
Venezuela 
A luta de Lilian Tintori pela causa 
do líder da oposição Leopoldo Lopez



FONTE: EURONEWS

.
.

TRÁFICO - OS EMPATAS




.
.

 CAPUCHINHO VERMELHO
NA ACTUAL COMUNICAÇÃO SOCIAL

Na TV portuguesa:

TELEJORNAL - RTP1
"Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem... mas a actuação de um caçador evitou uma tragédia"

JORNAL DA NOITE - SIC
"Vamos agora dar-lhe conta de uma notícia de última hora. Uma menina foi literalmente engolida por um lobo quando se dirigia para casa da sua avó! Esta é uma história aterradora mas com um final feliz... o Sr. telespectador não vai acreditar mas, esta linda criança foi retirada viva da barriga do lobo! Simplesmente genial!"

JORNAL NACIONAL - TVI
"... onde vamos parar, onde estão as autoridades deste país?! A menina ia sozinha para a casa da avó a pé! Não existe transporte público naquela zona? Onde está a família desta menina? E a Comissão de Protecção de Menores? Tragicamente esta criança foi devorada viva por um lobo. Em épocas de crise, até os lobos, animais em vias de extinção, resolvem aparecer?? Isto é uma lambada na cara da actual governação portuguesa."

Entretanto manifeste a sua opinião e ligue para:
707696901 se acha que a culpa é do lobo
707696902 se acha que a culpa é do capuchinho
707696903 se acha que a culpa é do governo

Na imprensa portuguesa:

CORREIO DA MANHÃ
"Governo envolvido no escândalo do Lobo"

JORNAL DE NOTICIAS
"Como chegar à casa da avozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho"

Revista MARIA
"Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama"

A BOLA
"Lobo será reforço de inverno na Luz"

JOGO
"Mourinho quer Caçador no Manchester"

LUX
"Na cama com o lobo e a avó"


EXPRESSO
Legenda da foto: "Capuchinho, à direita, aperta a mão do seu salvador".
Na reportagem, caixa com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Capuchinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.

PÚBLICO
"Lobo que devorou Capuchinho Vermelho seria filiado no PS"

O PRIMEIRO DE JANEIRO
"Sangue e tragédia na casa da avozinha"

OBSERVADOR
Ensaio fotográfico com Capuchinho no dia seguinte:
Na banheira de hidromassagem, Capuchinho fala OBSERVADOR em exclusivo: "Até ser devorada, eu não dava valor à vida. Hoje sou outra pessoa."

MAXMEN
Ensaio fotográfico no mês seguinte:
"Veja o que só o lobo viu"

SOL
"Gravações revelam que lobo foi assessor político de grande influência"

 .
.


1182
Senso d'hoje
CARLA TOMÁS
JORNALISTA DO EXPRESSO
"Temos de fazer escolhas
mais acertadas no dia de amanhã"



FONTE: EXPRESSO

.
.
PARKOUR FELINO


.
.


BOM DIA



.
.

8-TEATRO
FORA "D'ORAS"

X-PORTUGAL 
À GARGALHADA



* Mais uma super produção/encenação de FILIPE LA FÉRIA, um elenco de luxo, textos e música de excelência. Se viu este espectáculo ao vivo no Politeama eis uma oportunidade para o rever, se não assistiu pode acreditar que lhe oferecemos um valioso brinde.

.