sexta-feira, 18 de agosto de 2017

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

1000 DISCULPAS 

video


FONTE: VIMEO

.
.
A SAUNA

video

.
.

2-PAPUA NOVA GUINÉ
DOCUMENTÁRIO CHOCANTE

video

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.

XIV- Cidades

e soluções


1-Qual é o problema do isopor?

video

FONTE: GLOBONEWS

.

MIGUEL GUEDES

.



A mão que afaga o monstro

São duas as opções perante a catástrofe iminente. Podemos assistir serenos e impávidos ao desmoronar dos mais elementares alicerces da liberdade ou, então, desatamos a arregimentar o sofá ao eterno descanso, fazendo a nossa parte, partindo para o combate. São duas atitudes passíveis de entendimento: uma, a maioria silenciosa, abre a boca de espanto e exclama; a outra, minoria ruidosa, solta as palavras da boca e passa à demanda. Normalmente, é esta última que faz revoluções, alarga o passo da história e apressa o tempo que no relógio tarda a passar.

A eleição de Donald Trump convocou um Mundo em maioria silenciosa. O espanto globalizou-se e a onda de choque fez o seu caminho até ao momento em que o impacto se desvaneceu perante os dislates com que diariamente nos brindava em folha seca de Twitter. No fundo, voltou a ganhar a corrida dos primeiros nove meses de presidência com os mesmos métodos que utilizou para vencer a corrida presidencial até às eleições: conseguiu convencer-nos, novamente, a olhar para o acessório e não para o essencial do que representa, é e executa. Enquanto nos silenciámos maioritariamente para assistir à sua pantomina e estupidez, Trump foi moldando o Mundo à sua ideologia. E não admira que seja ele o pai adoptivo que todos os fascistas gostariam de adoptar. Racistas, neonazis, "alt-right", Ku Klux Klan. E assenta-lhe bem, como a obra assenta ao pai criador.

A forma desculpabilizadora como reagiu à violência terrorista de Charlottesville diz tudo sobre o perigo real que representa. Após marchas de ódio iluminadas a tochas, saudações, cânticos nacionalistas, bandeiras e fumos neonazis, depois da morte de uma pessoa que não se silenciava perante a atrocidade, após um dia que envergonhou e ensombrou a América e o Mundo, Trump condenou a violência "em vários lados". Em vários lados. Escolheu afagar o monstro, passou a mão pelo pêlo daqueles que ponderam a vida dos outros em função da cor, religião ou costumes. Precisamente porque parte de dentro dela para a implodir, Trump é o inimigo público n.º 1 da democracia no Mundo. E merece ter a sua cabeça a prémio, afixada em cartaz desde a sala oval até ao mais saloio saloon. Trump tem razão: nem todos os homens são iguais, ele é diferente.

Há um espelho no Pontal português e, infelizmente, é fiel. A radicalização extremista do PSD não pára de crescer e nem os acontecimentos em Charlottesville impediram Passos de vomitar demagogia sobre a política de imigração em Portugal. Depois de apoiar a xenofobia e racismo do candidato à Câmara de Loures, Passos Coelho escolheu estender o seu PSD num caixão indistinto, "qualquer um". Espera-se a "qualquer momento" que o líder do PNR também o caracterize como "um dos meus".

* MÚSICO E JURISTA

IN "JORNAL DE NOTÍCIAS"
15/08/17

.
.


1325.UNIÃO



EUROPEIA



.
1- O livro dos mortos

video


FONTE: Documentário History Channel Brasil

.
.

2- FÍSICA DO 

IMPOSSÍVEL


COM0 EXPLORAR O UNIVERSO


video


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

Skunk Anansie

Hedonism

video

.
.




COMO CONSULTAR O BLOGUE


NA COLUNA VERTICAL DA ESQUERDA 
TEM EM SEQUÊNCIA


1 - O nome dos PENSIONISTAS (editores manhosos claro!!!!)

2 - O nome dos PERSEGUIDORES (gente que não se sabendo porquê, gosta de nós)

3 - A descrição das ETIQUETAS
3.1 - Cada etiqueta armazena edições de temas sobre o mesmo conceito, ex: "AÇIM-NOS-VÃO- À-PEIDA" credo salvo seja, edita temas dolorosos.


4 - ARQUIVO
4.1 - Por ordem cronológica decrescente aparecem primeiramente os dias do mês corrente e em seguida os meses anteriores.

4.2 - Se clicar num dos dias do mês em curso surgirão os temas editados nesse dia.

4.3 - Se clicar num dos meses anteriores, de qualquer dos anos desde Abril/2009, aparecem no ecran os dias desse mês e em seguida proceda como em 4.2.


5 - A PEIDA AOS SITES - Cada título refere um site que consideramos cu rioso e informativo, basta clicar e aceder.


6 - A PEIDA É CU SCA - É uma lista que refere onde cus cámos blogues melhores que este, peida sincera hein, se estiver farto de nós vá a um dos vizinhos.


Sempre a considerá-la (o)

A Redacção


.
..
.
Rio de Janeiro
3457 mortes em seis meses

video


FONTE:AFPBrasil

.
.

CRISE NO CONVENTO


  video


enviado por E FRANÇA

.
.
Para cozer os miolos/19

video


PARA TURISTAS


.
.

JÁ SE SENTIU

OVELHA NEGRA???


SÓ A OVELHA NEGRA NÃO
SE SENTE OVELHA NEGRA

PORQUE NÃO FOI ASSIM TÃO DOCE

PORQUE ERA MAIS DIVERTIDO
FAZER AO CONTRÁRIO

PORQUE POLÍTICAMENTE
ERA DO CONTRA

PORQUE ERA O
ÚNICO ROQUEIRO

 OU MUITO GÓTICA

 OU POR SER OVELHA NEGRA
QUE FOI À LIXÍVIA



 OU QUANDO APRESENTOU
O NAMORADO FEIO DEMAIS


OU VINDO/A DE UMA FAMÍLIA 
CONSERVADORA, APRESENTOU O
AMIGO GAY OU A AMIGA LÉSBICA

 OU PORQUE A PRIMALHADA FOI
PARA CIÊNCIAS EXCEPTO VOCÊ
QUE ESCOLHEU HUMANIDADES


 OU PORQUE É DONO DUM LÉXICO
DE PALAVRÕES, SUPERIOR
AO DAS  FORÇAS ARMADAS 
DO SEU PAÍS

.
..


1339
Senso d'hoje
RICARDO AMARAL
PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO
BRASILEIRA DE PORTUGAL
"FUNÇÕES DE APOIO
A BRASILEIROS QUE VIVEM
OU CHEGAM A PORTUGAL"

video


 FONTE: Qual é a boa?


.
.

Não gosta

de marisco

video

.
.

BOM DIA


.
.

10-TEATRO
FORA "D'ORAS"
III-ARTE
video


.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
IV-OS RIOS E A VIDA
2- YANG-TSÉ

video

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
.
DUYOS

BOTÂNICA VERANO
2017

video


.
.
V-MESTRES DE COMBATE
1- Kali
FILIPINAS

video


* Não somos fãs destas modalidades desportivas, temos até   dúvidas se o "modismo" destas prácticas não potencia os conflitos de minorias formatadas em grupos de luta. Os vídeos desta série têm espectáculo e aventura, priviligeámos isso.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.

SOFIA MARTINS

.





Quando a intolerância
 nos sufoca

"A verdade é que andamos todos muito reativos, prontos para a “guerra”. Com muito pouca fé nas intenções uns dos outros. Ao fim e ao cabo, com pouca fé na Humanidade"

Ontem, a estacionar, toquei sem querer no carro detrás. Foi um toque tão pequeno que mais parecia um beijinho. De imediato surgiu a dona do carro, zangadíssima comigo. Expliquei-lhe ter sido um toque ao de leve, que calculava que visto à distância parecia pior mas não tinha mesmo sido nada, como ela própria pôde comprovar. Pedi-lhe desculpa porque, como é óbvio, bater nos carros para arrumar o nosso não é sistema. Mas quem nunca o fez? Falei-lhe com toda a calma. Senti-a em conflito. Estava claramente pronta para me atacar, mas o meu tom de voz ou a forma como falei, se por um lado a acalmou, por outro, fê-la sentir-se desconfiada. Como se não fosse possível resolver aquela situação de outra forma que não aos berros. Acabou por ir-se embora, dizendo-me algo antipático, mas em tom ligeiro. Talvez para ficar com a sensação de que não fora vencida. Ou ser considerada fraca por não ter dito, feito ou acontecido algo.

Esta situação deixou-me a pensar. Tal como outras que me surgiram à mente em que eu própria estive com a atitude daquela mulher. A verdade é que andamos todos muito reativos, prontos para a "guerra". Com muito pouca fé nas intenções uns dos outros. Ao fim e ao cabo, com pouca fé na Humanidade.

Atacamos cegamente, partindo sempre do principio de que o ser humano é alguém mal-intencionado que nos quer vigarizar. E muitas vezes, nem damos espaço para ouvir as razões do outro. Gritamos para não gritarem connosco. Agredimos, para não nos agredirem. E assim caminhamos, numa desconfiança permanente, numa crescente sensação de que as pessoas estão perdidas. Egoístas. Desmotivadas e impacientes. De que as pessoas perderam totalmente os seus valores.

Sim, de facto os tempos exigem-nos muito. Situações de abuso, faltas de respeito estão por todo o lado. Andamos tensos, enervados. Como panelas de pressão, prestes a explodir. Mas será que não está na hora de acordarmos, cada um de nós? De procurarmos aliviar o stress de outras maneiras mais saudáveis? Será que não podemos fazer alguma coisa para inverter este clima tenso que paira no ar? Acredito que há algo que nos une a todos. Algo que nos leva a agir como agimos, tantas vezes sem pensar. Tantas vezes por medo. Por insegurança. Algo que nos pode ligar, em vez de separar: o Amor. Ou a falta dele. Quando deixamos que o amor nos seque por dentro, deixamos de ser compreensivos. Generosos. Benevolentes. Atentos. Empáticos. Deixamos que uma certa pressa que não admite falhas fale mais alto. E essa pressa traz consigo toda a agressividade que acumulamos dentro de nós. Negar essa agressividade não significa sermos "bananas". Bem longe disso. Significa conseguirmos encontrar em cada interação as razões que deixam o outro inquieto. Partirmos do princípio de que se trata apenas de uma inquietação que se manifesta de uma forma desgovernada. Agirmos com compreensão, empatia e benevolência, vai revelar em cada um de nós alguém bem mais solidário e capaz de resolver a maior parte dos conflitos.

Estamos todos no mesmo barco. Vivemos todos sob o mesmo céu. E essa noção deve prevalecer sempre numa comunhão que já experimentámos em situações felizes ou de emergência nacional. Ela existe, há que vivenciá-la no dia-a-dia, onde é tão necessária. Comecemos por respeitar-nos. Encontrar aquele lugar que nos torna mais humanos. Aquela parte de nós que sabe o que é sentirmo-nos frágeis. Impotentes. Solidarizarmo-nos a partir daí. E resolver os mal-entendidos que surgirem, com ponderação.

Evitamos assim males muito maiores. E ajudamos a tornar este mundo um lugar bem mais saudável. Vale a pena pensarmos nisto.

IN "SÁBADO"
09/08/17

.
.


1324.UNIÃO



EUROPEIA



.

II-CORPOS MARCADOS
 

3-GAIOLA DO DIABO


video



FONTE: History Channel Brasil

.
.
AEROPORTO
PONTA DELGADA
FLASHMOB  2011

video


FONTE: aatlantico

.
.

Primitive Reason

Seven Fingered Friend

video

.

.


SEXO É BEM MELHOR

QUE CIGARRO

video


FONTE: ALEGRIA GERA SAÚDE


.
.

Cartoonistas desenham pela paz e 
pela liberdade de expressão

video



* A fundação "Desenhando pela paz" surgiu há dez anos com a ajuda do ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e reúne cartunistas de vários países e religiões. O grupo promoveu uma premiação em Genebra para celebrar a liberdade de expressão e de imprensa. Muitos cartunistas ainda enfrentam perseguição por suas manifestações mais políticas.

FONTE: ONUBrasil

.