15/05/2018

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
38-ARTE ARRISCADA
POETA BOM
É POETA MORTO

Interpretação de:
Beatriz Provasi
Encenação:
Beatriz Provasi



FONTE: Slevin

.
.

GRANDES LIVROS/49

AUTORES DO MUNDO

1- As vinhas da ira


john steinbeck




* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.
HOJE NO 
"OBSERVADOR"
DIPLOMACIA
Portugal e Angola preparam visita 
.de António Costa a Luanda

Os chefes da diplomacia portuguesa e angolana falaram esta terça-feira para iniciar a preparação da visita do primeiro-ministro português, António Costa, a Luanda.

Os chefes da diplomacia portuguesa e angolana falaram esta terça-feira para iniciar a preparação da visita do primeiro-ministro português, António Costa, a Luanda, que é um “objetivo totalmente prioritário”, anunciou o ministro dos Negócios Estrangeiros português no parlamento. 
 .

“Tive o gosto de, há uma hora e meia, falar por telefone com o ministro dos Negócios Estrangeiros de Angola, doutor Manuel Augusto, para prepararmos entre as nossas equipas a próxima visita do primeiro-ministro a Luanda”, disse Augusto Santos Silva, durante uma audição na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas.

Depois de o Presidente angolano, João Lourenço, ter “dado o gosto” de receber, esta segunda-feira, o ministro da Defesa português, José Azeredo Lopes, em visita oficial a Luanda, “houve agora este contacto para que, ao nível das embaixadas, possamos concretizar esse objetivo, que é agora totalmente prioritário”, acrescentou. Além da deslocação de Costa a Luanda, que chegou a estar prevista para o ano passado, os dois países deverão também retomar a revisão do programa executivo de cooperação e tratar da agenda bilateral, “que é muito rica”.

* Se quiserem podem chamar-lhe diplomacia ou até assobio, a verdade é que se afigura o agachamento da democracia portuguesa face à ditadura angolana, António Costa é mais um sem coluna vertebral ou por outras palavras um exemplo claro de plasticidade oportuna.

.
.

VI-CARGAS

IMPOSSÍVEIS

1- NENHUM SEGUNDO A PERDER



FONTE: NAT GEO

.
.
HOJE NO 
"RECORD"
Bruno de Carvalho: 
«Estão a transformar isto num caso desportivo, quando é um caso de polícia»

Bruno de Carvalho falou à Sporting TV sobre as agressões de que a equipa do Sporting foi alvo esta terça-feira. O presidente leonino falou num "ato criminoso", garantiu a presença da equipa no Jamor e elogiou a atuação da polícia. Ao mesmo tempo, o líder verde e branco falou em união entre todos, frisando, em relação ao passado conturbado, que "não há posts que não se apaguem num momento destes."
.
"Tem sido um dia difícil desde manhã. Lamento que o Secretário de Estado tenha dito que era preciso tomar medidas corajosas, sem as dizer. Sporting há muito que fala da violência e das claques. Existe um presidente do IPDJ que insiste que a legalização não era importante. O que aconteceu foi um ato criminoso. Vamos aguardar para ver quem são e tomar as nossas medidas. Os jogadores, num primeiro momento, em estado de choque, todos nós estaríamos. Agora muito mais calmos, há muita especulação. É claro que vamos estar no Jamor e jogar - muitos não queriam. Jogadores estão tristes mas querem jogar. Porque é que foi... já ouvi teorias mirabolantes... Uma teoria era de que este é o meu modus operandi, pois nas AG's não deixo falar em fala mal de mim. O meu MO não é ver atletas e staff, a família que escolhi, a serem agredidos. Estamos a quatro dias da final, depois acaba a época, e que interessa teria o Sporting numa situação destas?", questionou Bruno de Carvalho, prosseguindo:

"Ouvi também aquele arauto da desgraça, Rui Pedro Brás, dizer que não estavam reunidas as condições de segurança. Se tivermos de fazer melhorias na Academia, vamos averiguar internamente. Isto é quase a mesma coisa que dizer que após a assobiadela que levei no jogo com o Paços eu teria de levar pancada. Aconteceu em Guimarães também, são sempre atos reprováveis. Foram os mesmos que entraram, os jogadores foi a mesma quantidade que foi agredida... é de condenar sempre, em qualquer lado. Estão a transformar isto num caso desportivo, quando é um caso de polícia. Se não estão todos presos, estão quase todos. Polícia está a fazer bem o seu trabalho. Estive a dar o meu apoio e solidariedade àqueles que também são a minha família. Não há posts que não se apaguem num momento destes. Às vezes estamos todos chateados e esses momentos são passados para um segundo plano. Compreendo a frustração dos sportinguistas e repudio estas situações. Isto é crime. Quero que o universo sportinguista tenha calma, acho que o viver estes acontecimentos tem de ser vivido com tristeza mas também com a alegria salvo seja de a polícia estar a fazer o seu trabalho", lembrou.

"Garantidamente não gostamos disto, repudiamos e todos temos famílias. Há linhas que não se passam. Foi chato ver os familiares dos jogadores ligarem preocupados, do staff, os meus próprios pais, a minha mulher, filhas… as pessoas ficam preocupadas. Felizmente as coisas correm dentro da normalidade, amanhã há um novo dia, temos de nos habituar que o crime faz parte do dia-a-dia e o crime tem de ser punido, no sítio e momento certo. Acho que as entidades que tutelam o desporto nestes momentos não devem atacar o Sporting e seu presidente mas sim tirar ilações da sua inércia. Pode não ser isto especificamente mas há muita coisa que se passa de violência que por inercia das autoridades vão-se mantendo. Vamos deixando as pessoas andar e acontecem situações destas", vincou.

* Opinião dum ego-maníaco depressivo, principal instigador dos adeptos contra os jogadores e equipa técnica. 
Os clubes de futebol profissionais de futebol em Portugal são dirigidos por uma ralé de topo, há excepções claro.

.
.
V-EXPEDIÇÃO AVENTURA
9- COSTA RICA
1- SERPENTES DA COSTA RICA


COM RICHARD RASMUSSEN

As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Portugal é dos países da UE onde jovens vivem até mais tarde com os pais

Idade média para sair de casa dos pais é de 29,2

Os jovens portugueses só deixam de viver em casa dos pais por volta dos 29,2 anos de idade, em média, o que constitui o sétimo valor mais elevado da União Europeia (UE), revelam dados hoje publicados pelo Eurostat.
 .

De acordo com os dados do gabinete oficial de estatísticas da UE, em média os jovens europeus saem de casa dos progenitores por volta dos 26 anos, mas registam-se grandes diferenças entre os Estados-membros: os jovens nos países escandinavos, por exemplo, deixam de viver com os pais pouco depois de completarem 20 anos; enquanto em Malta e Croácia só o fazem por volta dos 32 anos.

Segundo o relatório sobre "quando é que os jovens europeus deixam o ninho", hoje publicado pelo Eurostat, em 2017, os países onde os jovens mais cedo deixaram de viver com os pais foram três Estados-membros nórdicos -- Suécia (21 anos), Dinamarca (21,1) e Finlândia (21,9) -, seguidos do Luxemburgo (21,4).

Os países onde os jovens em média mais tempo continuaram a viver com os pais foram Malta (até aos 32,2 anos), Croácia (31,9), Eslováquia (30,8), Itália (30,1), Grécia (29,4), Espanha (29,3) e Portugal (29,2).

* Os papás portugueses não dão asas aos meninos, aturam-lhes as birras, satisfazem-lhes as mais absurdas exigências, porque hão-de sair de casa cedo?

.

ISABEL MOREIRA

.




Marcelo do lado da autonomia
da identidade de género

Marcelo Rebelo de Sousa, ao avaliar o decreto relativo à autodeterminação da identidade de género e expressão de género e proteção das características sexuais de cada pessoa, viabilizou a globalidade do diploma e a filosofia subjacente ao mesmo.

O cerne do decreto em causa é a autodeterminação da identidade de género. Como é sabido, nos termos da lei atual (2011), a mudança de sexo no registo está dependente de relatórios médicos, mesmo que os transexuais em causa sejam maiores de idade, numa lógica ultrapassada de patologização da sua identidade.

De resto, essa lei, que à época foi um avanço, foi aprovada com os votos contra da direita, que chegou a exigir – imagine-se – a esterilização forçada das pessoas trans.

Marcelo Rebelo de Sousa foi claro em afirmar que compreende as razões que fundamentam a inovação legislativa e negou, com firmeza, a posição da associação portuguesa dos médicos católicos, segundo a qual deve haver um relatório médico que ateste a existência de “disforia de género”.
Para Marcelo, a transexualidade não se prende com qualquer situação de patologia ou de anomalia mental.

Rejeitou, assim, não só a posição daquela associação, como a visão do PSD e do CDS.

O Presidente da República viabilizou a proteção das características sexuais das pessoas intersexo, rejeitando, assim, a proposta violenta do PSD de permitir a mutilação de crianças se essa for a vontade dos pais.

Por outro lado, as normas relativas à proteção das crianças trans, nomeadamente as que se referem ao uso do se nome social na escola, foram viabilizadas.

A dúvida de Marcelo prende-se apenas com os menores de idade. É neste ponto, e apenas neste ponto, que recai o seu veto. Entende o Presidente que o Parlamento deve avaliar a previsão de avaliação médica prévia para cidadãos menores de 18 anos, não para despistar doenças, mas para garantir o máximo de liberdade e de autonomia para eventual reponderação da opção. O parecer, de resto, não surge como vinculativo.

Chegado, de novo, o tempo do Parlamento, tudo faremos, do lado do GPPS, para não defraudar as pessoas trans, cientes de que a autonomia da autodeterminação da identidade de género, apesar do reacionarismo da direita, veio para ficar.

IN "EXPRESSO"
12/05/18

.
.


1592.UNIÃO



EUROPEIA



.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS/ 
/DA MADEIRA"
Privados andam a ‘morder’
 o orçamento da saúde

O conflito de interesses entre profissionais e dirigentes que “estão no sector público e ao mesmo tempo estão com uma perna no sector privado” constitui “o problema mais grave do sistema de saúde português”. A opinião é do antigo ministro da saúde, António Correia de Campos, que, esta tarde, no parlamento regional, deu uma conferência sobre o financiamento do serviço público de saúde. A iniciativa foi organizada pela Associação dos Ex-Deputados na Assembleia Legislativa da Madeira (AEDAL-RAM).
.
“Nunca se pode ser servidor dois amos. Se se serve o público já não se pode servir o privado. Quando se serve o privado bem está-se a prejudicar o público, de certeza”, declarou o professor universitário que actualmente preside ao Conselho Económico e Social, que explicou que muitos profissionais ganham numa semana no privado o valor de um salário mensal no sector público.

Qualidade é superior no público

Para Correia de Campos, há que definir regras claras e separar águas: “É preciso dizer que quem trabalha no sector público deve trabalhar só no sector público. Quem dirige um hospital ou um serviço num sector público não pode trabalhar no sector privado”. Apesar de tudo, o antigo ministro constata que houve uma evolução positiva, pois já muitos profissionais fizeram uma opção pela dedicação em exclusivo a um dos sectores. “Há 20 anos atrás toda a gente tinha um arranjinho, estava no público e no privado”, adiantou.

Outro problema apontado pelo conferencista foi o desequilíbrio da relação entre serviços prestados e gastos. Em termos de serviços prestados cerca de 70% são públicos e 30% são privados mas em termos de pagamentos 57% são públicos e 43% são privados. “O Serviço Nacional de Saúde paga os tais 57% mas presta cerca de 70%. Esta é uma combinação muito difícil de manter”, afirmou Correia de Campos, que defende que “a qualidade é indiscutivelmente superior no sector público do que no sector privado”.

O antigo ministro concluiu que “há espaço para todos” na área da saúde e que “o que não pode haver é o sector público a deixar-se morder pelo sector privado, formando pessoas à custa do Estado que depois vão para o sector privado na força da sua vida, aos 40 anos”.

* Não temos dúvida, o sector público da saúde é muito melhor que o privado.

.
.
181-BEBERICANDO



COMO FAZER  
"PUNHETA MEXICANA"

.
.
.
20-O SEGREDO DOS DEUSES



* Extraordinária série informativa "O Segredo dos Deuses",  grande reportagem da Investigação TVI, levada a cabo por Judite França e Alexandra Borges.


.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
EMEL gastou oito mil euros 
em concertos de Fado

A verba foi paga pelos espectáculos no âmbito da inauguração da Praça e do Parque de Estacionamento do Campo das Cebolas em Lisboa.

A EMEL - Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa gastou oito mil euros na aquisição de serviços de espectáculo musical de fado, no âmbito da inauguração da Praça e do Parque de Estacionamento do Campo das Cebolas, em Lisboa.
 .
O contrato, publicado esta segunda-feira no portal Base, foi celebrado por ajuste directo com a Espelho de Cultura - Produções Artísticas e visou as actuações dos fadistas Ricardo Ribeiro e Filipa Cardosa na cerimónia de reabertura do Campo das Cebolas que decorreu em meados de Abril, após as obras de requalificação e de construção de um parque de estacionamento com 206 lugares.

A reabertura daquele espaço público foi assinalada "com várias actividades", sob o convite "A Rua é Sua - Venha descobrir o novo Campo das Cebolas", incluindo dois concertos, com entrada livre, de Ricardo Ribeiro e Filipa Cardoso e da banda HMB.

As obras no Campo das Cebolas começaram em Outubro de 2015 mas a sua abertura foi adiada devido à descoberta de vestígios arqueológicos.

Na sequência da conclusão dos trabalhos, da autoria do arquitecto Carrilho da Graça, o Campo das Cebolas reabriu com novas funções. Onde antes existia um parque de estacionamento selvagem, há agora um amplo jardim e um parque infantil sendo ainda visível a requalificação do espaço pedonal junto à Casa dos Bicos.

* Vampiros vão ao fado.

.
.

Os Quatro e Meia

O Tempo Vai Esperar


.
.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"
Luís Neves substitui 
Almeida Rodrigues na direção da PJ

O diretor nacional da PJ, Almeida Rodrigues, deixou o cargo e vai ser substituído por Luís Neves, atual diretor da Unidade Nacional de Contra Terrorismo, foi esta terça-feira anunciado.
.
Pedro do Carmo, atual número 2 da PJ, também abandona funções e regressa ao Ministério Público, sabe o CM. Almeida Rodrigues e Pedro do Carmo vão ficar nos cargos até 15 de junho.

"Considerando o largo tempo que desempenhou aquelas funções, muitas vezes com sacrifício para os seus legítimos interesses pessoais e da sua família, entendeu Almeida Rodrigues ter chegado o momento de deixar aquele cargo, pelo que solicitou a não renovação da sua comissão de serviço, cuja cessação ocorre no dia 15 de junho de 2018, abrindo assim espaço para uma nova liderança da PJ, solicitação a que o Governo atendeu", refere o Ministério da Justiça, em comunicado.

* Entendemos que ALMEIDA RODRIGUES foi um muito bom director nacional, ao próximo desejamos sucesso.

.
.
X-TABU

AMÉRICA LATINA


2.CIRURGIAS
PLÁSTICAS



* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro/17 a Julho/18, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
ESPANHA
Os cães que protegem mulheres 
de parceiros violentos 



FONTE: BBC Brasil


.
.
TRUMP(A)
Como não pode matar nos USA
foi justificar o exército israelita
a assassinar palestinianos

Mais de 50 mortos e milhares de feridos após 
confrontos entre palestinianos e exército israelita 



FONTE: EURONEWS

.
.
BAIRROS SOCIAIS
A PROPAGANDA DO ESTADO NOVO
PORTUGAL



FONTE:  VIRIATOSMILITARIA


.
.

SE NÃO FOSSEM ASSIM NÃO TINHAM PIADA













.
.


1610
Senso d'hoje
JORGE JESUS
TREINADOR DE FUTEBOL
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL
"A SI NÃO RESPONDO!"




 FONTE: Nuno Pires

.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS






.
.
NASCIMENTO DUMA ORCA


.
.

BOM DIA


.