22/06/2018

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
XVI~MEGA FÁBRICAS
4-A SUPER
CARRUAGEM



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"A BOLA"
«Se for destituído nunca mais ponho os pés no Sporting» – Bruno de Carvalho

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, garantiu que irá respeitar a decisão da Assembleia Geral e se for destituído não volta aos leões, mas caso continue exige a destituição de Jaime Marta Soares e dos restantes elementos das comissões.
 .
«Se a Assembleia Geral decorrer dentro da normalidade e se for destituído nunca mais ponho os pés no Sporting e não me recandidato. Agora, se os sócios não votarem pela minha destituição e se continuar, então Jaime Marta Soares e a suas comissões vão ter de sair. Aceito continuar, mas eles têm de sair. Caso contrário não volta lá a meter os pés e não vou continuar a ser um palhaço. Se os sócios quiserem que eu continue estão a dizer que não o querem a ele. Se eles saírem em duas ou três semanas recuperáramos tudo», afirmou Bruno de Carvalho, em declarações à RTP3.

* Se for destituído na AG de amanhã o Sporting já ganhou a época que se aproxima, para felicidade suprema só falta suicidar-se.

.
.

III- CONTACTOS
EXTRATERRESTRES
1- OVNIS E AVIÕES


Fonte: Levy Mac
.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"
Procuradora vai extrair certidões contra
.Carlos Silva e Proença de Carvalho

A procuradora do julgamento Operação Fizz Leonor Machado anunciou esta sexta-feira que vai extrair certidões contra o banqueiro Carlos José da Silva e o advogado Daniel Proença de Carvalho. O acórdão está marcado para 8 de outubro.

Na fase de contra-alegações do julgamento da Operação Fizz, a procuradora disse que ia pedir extração de certidão "contra intervenientes neste processo" e aos jornalistas confirmou que os visados são o banqueiro luso-angolano Carlos José da Silva e o advogado Daniel Proença de Carvalho, que depuseram como testemunhas neste julgamento.

Carlos José da Silva é presidente do banco Privado Atlântico e pertenceu ao Conselho de Administração do Millenium/BCP.
 .
Daniel Proença de Carvalho foi o advogado que tratou da rescisão do contrato de trabalho do ex-procurador Orlando Figueira, arguido neste processo, e para quem a procuradora pediu a condenação com pena suspensa por corrupção passiva e branqueamento de capitais.

Quando foi ouvido em julgamento, na qualidade de testemunha, o banqueiro luso-angolano Carlos José da Silva negou que tivesse oferecido emprego ao ex-procurador Orlando Figueira para ir trabalhar para o BPA Angola, contrariando declarações deste arguido e antigo magistrado do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Carlos Silva foi apontado por Orlando Figueira como o responsável pelo seu contrato de trabalho (nunca cumprido) para ir trabalhar para Angola como assessor jurídico do Banco Privado Atlântico (BPA).

Em julgamento, o banqueiro desmentiu Orlando Figueira, dizendo que "nunca falaram de trabalho", nem na hipótese de o ex-procurador ir trabalhar para o BPA.
"Não falámos de coisíssima nenhuma de trabalho, nem de ir para Angola. Ninguém trocou telemóveis nem mails", disse na altura o banqueiro, garantindo também que não conheceu Orlando Figueira em Angola, ao contrário do que o ex-procurador alega.

O julgamento da Operação Fizz ficou ainda marcado por divergências entre os depoimentos do arguido Orlando Figueira e da testemunha Daniel Proença de Carvalho, tendo havido inclusivamente uma acareação e posteriormente um pedido de procedimento criminal contra o advogado.

Ao depor como testemunha, Proença de Carvalho assegurou que não foi mediador na rescisão do contrato de trabalho de Orlando Figueira com a sociedade Primagest a pedido do banqueiro Carlos Silva, presidente do BPA, que não teve qualquer reunião com o antigo magistrado do DCIAP e com o seu primeiro defensor [Paulo Sá e Cunha], que não lhe pagou quaisquer honorários e que nunca pediu a Orlando Figueira que fizesse um "pacto de silêncio".

Na acareação realizada em julgamento, Proença de Carvalho disse que mantinha "integralmente as declarações", reiterou que Carlos Silva nunca lhe falou de Orlando Figueira, que nunca houve um acordo de cavalheiros e que o ex-procurador não lhe falou de processos-crime que envolvessem Angola numa reunião mantida em maio de 2015.

A Operação Fizz assenta na acusação de que o ex-vice-presidente angolano, Manuel Vicente, corrompeu Orlando Figueira, com o pagamento de 760 mil euros, para que este arquivasse dois inquéritos em que estava a ser investigado, um deles o caso da empresa Portmill, relacionado com a aquisição de um imóvel de luxo no Estoril em 2008.

Após a separação da matéria criminal que envolve Vicente, que foi também presidente da Sonangol, a Operação Fizz ficou reduzida aos arguidos Orlando Figueira, Armindo Pires (empresário) e Paulo Blanco (advogado).

Na quinta-feira, a procuradora Leonor Machado pediu a condenação dos arguidos Orlando Figueira (corrupção passiva e branqueamento de capitais) e Paulo Amaral Blanco (corrupção ativa) a penas de prisão, suspensas na sua execução.

Quanto ao empresário Armindo Pires, a procuradora pediu ao coletivo de juízes que decidam de acordo com o melhor critério, considerando, contudo, que não há factos que comprovem que o arguido cometeu um crime de corrupção.

* É preciso ser corajosa para enfrentar estes dois "tubaralhos", os nossos respeitos.

.
XI-ARMAS E TÁCTICAS
2- Caças


FONTE: Universo do Documentário

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO
"AÇORIANO ORIENTAL"
Conselho Municipal de Segurança da Horta atento 
.à problemática do consumo de álcool 
.e estupefacientes no concelho

O Conselho Municipal de Segurança do Concelho da Horta reuniu, pela primeira vez neste mandato, tendo analisado diversas questões relacionadas com a segurança da ilha que registou menos 20% de ocorrências criminais quando comparado a igual período do ano passado.
 .

“Os números apresentados são muito positivos, se tivermos em linha de conta que temos um índice de criminalidade muito baixo e continua a baixar”, frisou o responsável policial, citado em nota de imprensa da autarquia.

Entretanto, nesta primeira reunião deste órgão consultivo, foi dado especial destaque à problemática das dependências – seja de álcool ou substâncias psicotrópicas – junto das camadas mais jovens.

“Esta problemática tem sido objeto de uma preocupação crescente por parte do Município, quer pelo impacto na vida da população, em geral e, em particular, na vida das crianças, adolescentes e jovens”, salientou José Leonardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Horta.

Refira-se que a autarquia faialense está a atualizar o seu Plano Municipal de Prevenção das Dependências, em parceria com o Instituto Europeu para o Estudo dos Fatores de Risco em Crianças e Adolescentes, nomeadamente com o Dr. Fernando Mendes, através da realização de inquéritos/ entrevistas às escolas e diversas entidades/ instituições.

Os resultados, depois de analisados, vão ser apresentados publicamente e definido um plano de ação, no último trimestre deste ano.

Os Conselheiros foram unânimes em apostar em ações de prevenção junto das camadas mais jovens, por forma a que, sobretudo na época das festas de verão, se evitem excessos e se consiga diminuir o número de utentes sinalizados, nomeadamente através de uma sensibilização junto das entidades a quem são adjudicados os espaços de venda de bebidas ou mesmo através de campanhas direcionadas a jovens que integram os nossos clubes ou agremiações, quer culturais, quer desportivas.

* Acabar com a droga missão difícil mas não impossível na Horta. Num espaço tão pequeno só as permissividade e ineficácia das autoridades permitem que seja traficada.

.

PATRÍCIA ABREU

.





A arrogância de dizer que 
a bitcoin não tem futuro 

As criptomoedas não estão a ter um bom ano. Depois das valorizações surpreendentes do ano passado, estas moedas virtuais têm sofrido quedas expressivas.

E, não bastassem as descidas, as criptomoedas continuam ainda a ser alvo de ciberataques, que colocam em risco a sustentabilidade de plataformas mais pequenas. Esta quarta-feira, a Bithumb, uma das principais plataformas na Coreia do Sul, foi alvo de um ataque que resultou numa perda de 27,2 milhões de euros.

Ao contrário de outros casos em que os investidores não conseguiram reaver o valor investido, a Bithumb garantiu que vai reembolsar os investidores. Mas isso não foi suficiente para impedir a correcção da bitcoin e de outras criptomoedas.

Apesar destas falhas de segurança na negociação e do desaire nas cotações em 2018, Lloyd Blankfein, CEO do Goldman Sachs, garante que as criptomoedas não são para si, mas daí até dizer que não têm futuro vai uma longa distância. Citado pela CNBC, o líder do gigante de Wall Street considera que é muito "arrogante" dizer que estes activos não têm futuro.

Uma posição mais conservadora do que a assumida por outros banqueiros, como o presidente do JPMorgan, que disse que a bitcoin é uma "fraude". Quem terá razão?

*Jornalista

IN "JORNAL DE NEGÓCIOS"
20/06/18

.
.


1584.UNIÃO



EUROPEIA



.
HOJE NO 
"DINHEIRO VIVO"
Famílias portuguesas gastam mais 
.e poupam menos no 1º trimestre

Taxa de poupança foi de apenas 5,1% do rendimento disponível no 1º trimestre, um dos piores registos dos últimos seis anos, pelo menos.

As famílias em Portugal estão a gastar mais e a poupar menos, mostra um estudo do Instituto Nacional de Estatística (INE). A taxa de poupança foi de apenas 5,1% do rendimento disponível no ano terminado no primeiro trimestre de 2018, um dos piores registos dos últimos seis anos, pelo menos.
 .
Com as taxas de juros em mínimos históricos e muito próximas de zero, o aforro dos particulares continua a dar sinais de anemia.

No destaque sobre as contas nacionais por sector institucional da economia relativo ao primeiro trimestre, o INE explica que “a capacidade de financiamento das Famílias situou-se em 1,3% do PIB no ano acabado no 1º trimestre de 2018″, tendo caído portanto uma décima face ao trimestre anterior”. 

 A redução da já de si baixa capacidade financeira reflete “sobretudo a diminuição de 3,3% da poupança corrente”, observa o instituto. A degradação da poupança acontece porque o consumo está a aumentar mais rapidamente do que o rendimento disponível, que já não beneficia do efeito do pagamento em duodécimos no sector público. Isso faz com que haja menos rendimento no bolso de alguns desses trabalhadores neste arranque de 2018. 

Segundo o INE, “a taxa de poupança das famílias diminuiu para 5,1% do rendimento disponível (menos 0,2 pontos percentuais que no trimestre anterior)”. “Este decréscimo resultou de um aumento do rendimento disponível inferior ao da despesa de consumo final (taxas de variação de 0,6% e 0,8%, respetivamente).” 

Como referido, essa evolução do rendimento disponível das famílias “foi condicionada pela variação das remunerações recebidas, que registaram um acréscimo de 0,7% no 1º trimestre de 2018 após um aumento de 1,6% observado no trimestre anterior”. 

 O abrandamento nos ordenados “estará influenciado pelas alterações no regime de pagamento dos subsídios de Natal e de férias que, nomeadamente no sector das Administrações Publicas, terão deixado de ser pagos em duodécimos”, mas este efeito “será tendencialmente neutro no conjunto do ano de 2018”.

* Portugal é um país falido com os portugueses armados em ricos, uns tansos.

.
.
VII-A BÍBLIA PROÍBIDA

2-Jesus revolucionário 




FONTE: 
1-HISTORY
2-Universo do Documentário


.
.
5 GADGETS QUE
NUNCA VOU USAR
(da GearBest)




FONTE:  Nuno Agonia

.
.
HOJE NO 
"DESTAK"
Fundação para a Ciência e Tecnologia aprova mais 
de 400 contratos para investigadores

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) aprovou 58 planos de emprego científico, incluindo mais de 400 contratos para investigadores doutorados através de planos de emprego científico a dinamizar diretamente pelas instituições científicas e académicas. 
.
Segundo um comunicado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior hoje divulgado, estes são os resultados do primeiro concurso público para o apoio ao desenvolvimento de planos de emprego científico e desenvolvimento de carreiras científicas por instituições académicas e científicas.

Os contratos serão concretizados nos próximos meses diretamente através das instituições, adiantou o Ministério. 

* De vez em quando uma muito boa notícia, parece-nos.

.
.

Abel Pintos

Como Te Extraño


.
.
HOJE NO 
"i"
Catalunha. 
Torra corta relações oficiais 
com rei Felipe VI

Presidente do governo catalão garante que nenhum membro do executivo “assistirá a nenhum ato” oficial nem convidará a monarquia para “eventos organizados pela Generalitat”

Quim Torra, presidente da região autónoma da Catalunha, anunciou que nenhum membro do executivo regional “assistirá a nenhum ato” oficial da monarquia espanhola e não convidará a monarquia para participar em “eventos organizados pela Generalitat (parlamento catalão)”.
 .
O governo de Madrid já reagiu à declaração dos separatistas, através da porta-voz Isabel Celaá, avisando Torra de que, se tal acontecer, as consequências serão para a Catalunha. Celaá disse ainda que isto mostra que o Executivo não representa toda a região.

Torra solicitou ao rei Felipe VI para se encontrarem à margem dos Jogos do Mediterrâneo de modo a falarem sobre as pretensões dos separatistas e sobre da posição tomada pelo monarca durante a realização do referendo para a independência catalã, a 1 de Outubro, que o considerou ilegal. No entanto o rei não acedeu ao pedido.

Os Jogos do Mediterrâneo realizam-se de quatro em quatro ano e juntam os países banhados pelo mar mediterrâneo numa cidade previamente selecionada. Este ano a cidade escolhida foi Tarragona.

A 1 de outubro realizou-se o referendo à independência da Catalunha, onde o sim ganhou com uma esmagadora maioria. No entanto, o resultado foi influenciado quer pelos partidos unionistas que apelaram ao boicote do referendo, quer pelo governo de Madrid o considerou ilegal e ativou as forças policiais a intervirem para evitar que  se realizasse.


* Quim Torra um verdadeiro pacóvio ao confrontar o grande símbolo de unidade do país, o rei pode ser criticado, hostilizado não.


.
.
I-Isto é Impossível?!
1.Controlo da Mente



* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro/17 a Julho/18, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

.
.
HONG KONG
Para além dos negócios



FONTE: EURONEWS

.
.
 Em busca do DNA do 
monstro do Lago Ness



FONTE: AFP Brasil

.
.
AMOR SOBRE A SACADA



FONTE: Super Cachorro Magro Classicos

.


COLEGAS TÓXICOS NO TRABALHO
Sinais que os identificam 

Não se iluda com sorrisos no local de trabalho, especialmente se é a mais recente aquisição da empresa. Fora do seu conhecimento estão os contornos das histórias dos seus colegas e algumas delas podem ser indício de perigo.

 Um estudo do departamento de Gestão da Universidade de Buffalo comprovou que aqueles que se sentem menosprezados na empresa tendem a sabotar o desempenho dos seus colegas para compensar a sua falta de eficácia profissional.

Para evitar ser uma vítima deste tipo de vingança, damos-lhe alguns sinais que o ajudam a perceber se a relação que tem com determinado colega é ou não potencialmente perigosa para si.









São mais competitivos do que o normal 
É natural querer dar o melhor de nós em cada tarefa, mas há quem leve a competitividade para lá do normal, especialmente aqueles que admitem querer ser o melhor entre os melhores. Há quem não se importe de prejudicar os outros para o conseguir. Tenha isso em atenção.


Colocam-no sempre à prova 
Os colegas tóxicos têm uma coisa em comum: São normalmente aquela pessoa com quem nunca debate ideias ou discute pontos de vista. É também aquele colega que o faz 'jogar à defensiva' sempre que fala consigo. É também aquela pessoa que tende a pô-lo sempre à prova cada vez que fala consigo, à espera que erre.


Uma vítima nunca vem só
 Aqueles que não se importam de sabotar o trabalho dos outros normalmente se contentam em prejudicar uma única pessoa. Se conhece alguém que já foi acusado de ter prejudicado outro colega, o mais provável é que possa vir a ser o seu próximo alvo. Evite-o a todo o custo.

Conversam demais mais, trabalham a menos 
Um dos hábitos frequentes nas pessoas tóxicas é o chamado 'Gossip', ou 'fofoquice'. Estes colegas interessam-se particularmente pela vida pessoal dos outros, na tentativa de os poder comprometer com algumas informações que nada têm a ver com o trabalho. E lembre-se: Se os ouve a falar dos outros, é porque também podem falar de si noutras conversas.

Tentam distraí-lo 
Não se deixe afetar pela procrastinação do seu colega. O facto de ele não se conseguir concentrar motiva-o a procurar companhia. Não deixe que a sua produtividade seja afetada pela preguiça alheia.


Recolhem os louros do seu trabalho 
Este é dos sinais mais óbvios que o seu colega pode-lhe ser prejudicial. Tirar proveito das suas ideias ou trabalho é um indício óbvio que está a ser sabotado. O ideal a fazer é confrontá-lo e, se preciso, envolver um superior para esclarecer as coisas.


Tendem a deixá-lo de parte 
É natural esquecermo-nos de uma tarefa ou de alguém em determinado evento. O que não é normal é que os esquecimentos aconteçam sempre com a mesma pessoa. Se isso acontecer consigo, é sinal que está a ser deixado de parte propositadamente.



Adoram espalhar rumores 
Espalhar informações falsas sobre a sua pessoa é dos sinais mais óbvios de que a verdade é, para o seu colega tóxico, facultativa. O facto de ele espalhar boatos sobre a sua pessoa é um sinal óbvio de que está a tentar prejudicá-lo.

Fazem-se passar por algo mais do que são
Um colega tóxico gosta de exagerar naquilo que faz. Este é aquele colega que pode ter as mesmas funções que os outros, mas vai comportar-se como um superior hierárquico. Isso é sinal de que a ascensão profissional é o seu único objetivo, independentemente dos meios que irá utilizar para o conseguir.

Eles menosprezam-no socialmente 
Este é um dos sinais mais subtis, mas também dos mais perigosos. Em momentos de convívio fora do trabalho, os colegas tóxicos tendem a envergonhá-lo ao mencionar fatores mais embaraçosos sobre a sua pessoa. Esta prática adensa-se quando há desconhecidos por perto. O intuito é apenas um: Ridicularizá-lo pessoal e profissionalmente.

Fazem com que os outros o tratem de maneira diferente 
Esta é a principal consequência da 'fofoquice' e dos boatos: Mudar a perceção que outros têm de si. Conseguido o objetivo, o colega tóxico vai eliminando, aos poucos, a concorrência.


Eles são subtis 
Enquanto há quem se afirme, ainda que erradamente, com insultos, falar alto ou atitudes mais expressivas, este tipo de colegas são aqueles que 'fazem tudo pela calada'. Ou seja, não vão mostrar que o querem fora do seu caminho, vão fazer o 'jogo de bastidores' para que saia desse mesmo caminho.

* ESCLARECIDA/O?

IN" DINHEIRO VIVO"
14/09/17

.
.

1648
Senso d'hoje
CATARINA
ALMEIDA PEREIRA
JORNALISTA
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
"Porque é que há dúvidas
sobre a legalidade da
greve dos professores?"






.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS








.
.
EM CÂMARA LENTA



.
.

BOM DIA


.
.

12-TEATRO
FORA "D'ORAS"


IV-A ÓPERA  

DO MALANDRO



Em 2003, a dupla Möeller & Botelho voltou a trabalhar em cima da obra de Chico Buarque, na remontagem do musical "Ópera do Malandro", que se tornou um estrondoso sucesso de público e crítica no Rio, São Paulo e em Portugal, onde foi apresentado em duas temporadas. O espetáculo, uma luxuosa produção assinada por Charles (direção, cenários e figurinos) e Claudio (direção musical) trouxe 20 atores em cena, 12 músicos tocando ao vivo, três palcos giratórios montados num cenário de três andares, e 75 figurinos. Ao todo foram apresentadas 20 canções. Além das já consagradas na primeira versão, como "Folhetim" e "Geni e o Zepelim", foram inseridas músicas compostas para a adaptação cinematográfica feita por Ruy Guerra em 1985, como "Palavra de Mulher" e "Las Muchachas de Copacabana". No elenco, Alexandre Schumacher, Soraya Ravenle, Lucinha Lins, Mauro Mendonça, Cláudio Tovar, Alessandra Maestrini, Sandro Christopher, entre outros nomes.

FONTE:  Alessandra Maestrini - You´re The Top FC

.