quarta-feira, 31 de maio de 2017

.
HOJE  NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Fabricante de jóias da Cartier e Louis Vuitton abre fábrica na Covilhã

O grupo suíço FM Industries Sycrilor escolheu a cidade da Covilhã para abrir o novo centro de produção de bijuteria para as principais marcas de luxo a nível mundial. A fábrica vai criar 90 postos de trabalho. 
.
O grupo suíço FM Industries Sycrilor escolheu a cidade da Covilhã para abrir o novo centro de produção de bijuteria para as principais marcas de luxo a nível mundial. Louis Vuitton, Hermès, Dior, Cartier, Tiffany e Mont-Blanc são alguns dos clientes da empresa que também tem fábricas na Suíça, França e Marrocos.

A nova unidade industrial, que abriu portas no mês passado, vai criar 90 postos de trabalho, confirmou ao Negócios fonte oficial da FM Industries Sycrilor, sem detalhar mais pormenores relativos ao investimento em Portugal.

De acordo com Vítor Pereira, presidente da Câmara da Covilhã, "o grupo é um dos maiores especialistas internacionais no fabrico de produtos metálicos de grande qualidade e alta precisão", explicou ao Negócios.

O responsável adiantou ainda que "a nova unidade industrial implementada na cidade representa o desenvolvimento de um novo ‘cluster’ dedicado à indústria mecânica de precisão".

Por todos estes motivos, o autarca espera que este seja o primeiro passo de novos investimentos por parte do grupo suíço na região. "O município da Covilhã espera que o mesmo seja agora âncora de próximos novos investimentos numa área que exige uma grande especialização", sublinhou.

A nova unidade industrial, situada no Parque Industrial de Canhoso, vai exportar a partir da Covilhã para vários países do mundo as peças de metal trabalhadas pela FM Industries Sycrilor, que conta com mais de 30 anos de experiência no mercado. Desde jóias para a Hermès ou Louis Vuitton, passando por esferográficas para a Mont-Blanc até relógios para a Tiffany, são vários os produtos que contam com o cunho do grupo suíço.

* Uma muito boa notícia, falta o comboio chegar à Guarda.

.

Sem comentários: