terça-feira, 2 de maio de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
14-BODY PAINTING

JESSICA WHITE 


video


.
.

GRANDES LIVROS/35

AUTORES DO MUNDO


4- Drácula

Bram Stoker

video

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS"

Ronaldo deixa Real a um passo da final

Três golos do avançado português derrotaram o Atlético Madrid na primeira mão das meias-finais.

Mais do mesmo no Bernabéu. Depois do hat-trick que abateu o Bayern Munique nos quartos de final, Cristiano Ronaldo demoliu com novo hat-trick, esta terça-feira, o Atlético Madrid e deixou o Real muito perto de Cardiff, palco da final da Liga dos Campeões. 
 .
CR7, que passou a ser o jogador com mais golos na prova a partir dos oitavos de final, inaugurou o marcador logo aos dez minutos, na sequência de um cruzamento de Casemiro, e aumentou a diferença na segunda parte: sorte no ressalto foi tudo o que Ronaldo precisou para bombardear a baliza de Oblak e deixou tudo muito difícil para o rival "colchonero".

E as coisas ficaram ainda pior para Diego Simeone quando Ronaldo começou e acabou a jogada que terminou com o 3-0.

O Atlético ainda tem a segunda mão em casa, mas precisa de um milagre para evitar a eliminação.
Amanhã, Juventus e Mónaco enfrentam-se na outra meia-final.

* Parece uma heresia mas o salário deste homem é baixo para o que produz. É que em Portugal há "empreendedores" que ganham 100 vezes o salário médio dos seus empregados e não fazem muito para isso.

.
.
7-O DESPERTAR DA CHINA

video


* Um acordar vigoroso, exemplar na voracidade!

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS/ 
/DA MADEIRA"

Serviço de Psicologia e Avaliação Forense promove Rastreio de Depressão gratuito

No âmbito da campanha ‘Depressão. Vamos falar!’, escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para as comemorações do Dia Mundial da Saúde em 2017, o PsicAF – Serviço de Psicologia e Avaliação Forense promove, nos dias 19 e 20 de Maio, um Rastreio de Depressão Gratuito dirigido ao público em geral. A acção realiza-se de forma gratuita, individual e personalizada por um/a psicólogo/a.
 .
A depressão atinge pessoas de todas as idades, de todas as classes sociais, em todo o mundo. Causa angústia e prejudica a capacidade de as pessoas realizarem até mesmo as tarefas diárias mais simples, com consequências, muitas vezes, devastadoras para a pessoa, para a família e amigos.

Os números actuais são alarmantes: a depressão atinge cerca de 20 por cento dos portugueses, o que significa que são a população mais deprimida da Europa e que Portugal é o segundo país com a taxa de depressão mais elevada no mundo, a seguir aos Estados Unidos.

O Rastreio Gratuito da Depressão é mais uma iniciativa do PsicAF, inserida num conjunto de actividades direccionadas à promoção da saúde mental, que já contou com uma semana de rastreios de psicologia gratuitos em fevereiro de 2017, com elevada adesão.

O objectivo é, não só contribuir para o diagnóstico precoce da doença, como ajudar a dar o primeiro passo no tratamento da mesma. As marcações podem ser efectuadas através dos contactos: 291 646 047 / 96 292 14 25

* RASTREIE-SE!

.
.
HOJE NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Merkel diz a Putin que sanções 
vão continuar até acordos 
de Minsk serem cumpridos

A chanceler alemã Angela Merkel disse hoje desejar o fim das sanções europeias contra a Rússia, mas insistiu no cumprimento dos acordos de Minsk para a resolução do conflito separatista. 
 .
"Gostaria que tivéssemos a possibilidade de levantar as sanções quando forem cumpridos os acordos", assinalou Merkel em conferência de imprensa conjunta com o Presidente russo Vladimir Putin, após uma reunião dos dois responsáveis em Sochi, (sudeste da Rússia), nas costas do Mar Negro.

Merkel, após referir-se a "conversações construtivas", lamentou a inexistência de "progressos" na resolução do conflito no leste da Ucrânia onde, referiu, "se acentuam as tendências separatistas" dos pró-russos. Merkel disse ainda que pediu a Putin para ajudar na protecção dos direitos dos homossexuais na Chechénia, na sequência de relatos sobre perseguições nesta república autónoma do Cáucaso.

Na resposta, e numa referência à situação na Ucrânia, o chefe do Kremlin reiterou a posição de Moscovo de que o conflito no leste da Ucrânia "é em primeiro lugar resultado do golpe de Estado em Kiev" em Fevereiro de 2014, e acusou as autoridades ucranianas de provocarem "a cisão dos territórios" do leste do país "como todo o género de bloqueios" económicos, financeiros e de outro género dirigidos às zonas controladas pelos separatistas pró-russos.

Perante a preocupação manifestada por Merkel pela "expropriação das empresas" nos territórios pró-russos, Putin respondeu que "nada foi expropriado às empresas e seus funcionários ucranianos, mas os trabalhadores "na impossibilidade de receber matérias-primas e descarregar a mercadoria na Ucrânia, assumiram a sua administração temporária para permanecerem com meios de subsistência".

Os dois dirigentes abordaram um vasto conjunto de temas de actualidade, incluindo a Síria e direitos humanos.

Putin, aliado do regime do Presidente sírio Bashar al-Assad, insistiu que o ataque com armas químicas na localidade síria de Khan Sheikhun -- que provocou 92 mortos e com Damasco a ser acusado de responsabilidade pelo ataque pelas potências ocidentais --, exige "uma investigação escrupulosa e imparcial".

O Presidente russo também se pronunciou sobre as alegadas ingerências de Moscovo nas eleições presidenciais nos Estados Unidos, em outros processos eleitorais na Europa.

"Nunca nos metemos na vida política de outros países. E gostaria que ninguém se metesse na nossa. Lamentavelmente, observamos exactamente o contrário desde há muitos anos, como as tentativas de influenciar os processos políticos internos da Rússia, seja através de ONG ou de forma directa", denunciou Putin.

* Merkel, a única e verdadeira presidente da União Europeia, tudo o resto são acólitos.

.
.

I-EXPEDIÇÃO AVENTURA
 1- RONDÓNIA
COM RICHARD RASMUSSEN

video



..

DANIELA SANTIAGO

.


Vacinar ou não vacinar, 
não há questão

Infelizmente, não estamos a falar de Hamlet, esta tragédia não se passa no reino da Dinamarca e, dificilmente, seria imaginada por Shakespeare, há mais de 410 anos, quando surtos de epidemias dizimavam povoações inteiras.

Quem não leu nada sobre a peste negra, a varíola, a tuberculose ou, mais recentemente, a gripe espanhola ou a poliomielite? Morria-se sozinho. Abandonado. Quantos partiram à espera de uma vacina, uma cura para o SIDA? Quantos de nós pedimos uma descoberta para o combate à malária? Todos sonhamos com um milagre para o cancro.

Então? O que se passa? Se existe algo que nos protege e que protege quem mais amamos e cujo a vida depende, por completo, de nós, sem poder de decisão, por que razão não o fazemos? Por que motivo, com que direito, colocamos em risco a vida dos outros? Desde quando opiniões, mal fundamentadas, que inundam as redes sociais, devem prevalecer sobre avanços da medicina, séculos de estudos científicos?

Há uns meses, um dos meus vizinhos, aqui em Madrid, veio pedir-me um favor especial. Estava em pânico. A filha queria vacinar o neto contra a meningite meningocócica, proteger o bebé de uma doença que pode ser fatal, mas o stock estava esgotado e a lista de espera nas farmácias de Madrid era enorme, podia ultrapassar um ano. Pediu-me ajuda. Perguntou se podia comprar-lhe a vacina em Portugal. Duas semanas depois, entreguei-lhe as duas doses recomendadas pelo Plano Nacional de Vacinação de Espanha, de uma vacina que não é comparticipada e ronda os 100 euros/ cada. O menino foi vacinado no dia seguinte e o avô respirou de alívio.

Não quero, nem tenciono de maneira alguma, criticar que opta por não imunizar os filhos, proteger, reduzir a possibilidade de contraírem uma doença para a qual já existe uma vacina. Lamento, profundamente, que tenha sido necessário, mais uma vez, pela enésima vez, perder-se uma vida, uma vida tão jovem, para que o debate se instale de forma definitiva e se faça algo. De acordo com as informações que existem, este caso nem terá a ver com opções ditas naturalistas ou defensores do movimento anti-vacinas. Aos pais, nada que possa escrever pode aliviar uma dor tão profunda e eterna. Que grande tristeza. Os meus sentimentos.

Aos que defendem que a natureza se encarrega de imunizar os filhos, que não acreditam na eficácia das vacinas, que desconfiam dos “Governos” por facultarem vacinas, peço que “ergam as mãos para o céu”, para a “mãe natureza”, para onde quiserem e agradeçam não estar em luto. Não terem perdido o que de mais valioso conseguiram na vida por receio de “danos colaterais”.

Todos temos o direito a uma opinião. O direito a uma escolha pertence a todos e a cada um de nós, mas não podemos esquecer que esse direito termina quando começa o direito à vida, à saúde dos outros e, entre os outros, estão também os nossos filhos. Quando um pai decide não vacinar uma criança, está a colocar em causa a vida dos outros, mas também a vida do próprio filho, que não pode escolher. Não estamos a falar de opções religiosas, educativas, culturais. “Ah… não vou batizar, se quiser um dia ele opta por isso”. “Para já, não vai para a música, quando tiver 10 anos logo se vê, se gosta.” “Se quiser furar as orelhas, que o faça ela!”. Não, não estamos a falar disto. Não, quando acontecer, se acontecer, pode não existir nada, repito nada, a fazer para salvar o seu filho, ou o meu.

Trata-se de um retrocesso civilizacional. Sabem o que aconteceu, por exemplo, aos dois médicos que associaram as vacinas a casos de autismo? O britânico Andrew Wakefield foi proibido de exercer medicina e o norte-americano Jeff Bradstreet ter-se-á suicidado. Entretanto, só em Portugal, há 15 mil crianças por vacinar. Qual o fundamento? Qual a explicação? Não sei.

Será que Maurice Hilleman, conhecido por ter desenvolvido mais de 40 vacinas, entre elas a do sarampo, referido como o cientista que mais vidas salvou no século XX, é um embuste ou dedicou a vida a uma farsa? Criou “armas biológicas para os Governos”, como se pode ler em algumas páginas na internet, em vez de vacinas que evitaram a morte a milhões e milhões de pessoas? Os avanços, durante séculos, da medicina, da biotecnologia molecular, os estudos imunológicos e epidemiológicos, não serviram de nada?

Agora é um “Ai Jesus”. O assunto vai ser debatido no Parlamento e já há um abaixo-assinado a exigir vacinação obrigatória, devido a uma doença que estava dada como eliminada em Portugal, mas que mata 15 pessoas por hora em todo o mundo.

Regressando ao início deste artigo, apenas uma opinião e única e exclusivamente uma opinião, troco o dramaturgo britânico Shakespeare por um filósofo francês da mesma época… Descartes: “Penso, logo vacino”.

IN "RTP-NOTÍCIAS"
20/04/12

.
.


1218.UNIÃO



EUROPEIA



.
 
HOJE  NO 
"DESTAK"


Hormona do fígado pode determinar predisposição para consumo de doces

Uma hormona segregada pelo fígado após a ingestão de doces pode determinar a propensão das pessoas para a gulodice, conclui um estudo da universidade dinamarquesa de Copenhaga hoje divulgado.
.
A hormona chama-se FGF21 e, segundo a investigação, as pessoas com variantes genéticas particulares na hormona estão 20% mais predispostas para consumir doces do que as pessoas sem essas mutações.

A equipa de cientistas analisou dados de um estudo sobre estilos de vida e saúde metabólica de 6.500 dinamarqueses, que incluía respostas sobre hábitos alimentares e níveis de colesterol e glicose no sangue, e sequenciou os marcadores genéticos da hormona dos participantes.

 * A chamada hormona da desgraça.

.
.
129-BEBERICANDO

video

COMO FAZER "CAPETA"


. .
.
Prevenção do suicídio
 uma necessidade global

video



FONTE: ONU


.
.
HOJE  NO 
"i"

Isabel Mota escolhida para a presidência da Fundação Calouste Gulbenkian

A economista é a primeira mulher a tomar posse da presidência na fundação.

Isabel Mota será a sucessora de Artur Santos Silva que ocupava o lugar de presidente da Fundação Calouste Gulbenkian desde 2012.
 .
Licenciada em Economia e Finanças pela Universidade de Lisboa, Isabel é administradora da Gulbenkian desde 1999 e foi eleita por unanimidade onde tomará posse no dia 3 de maio.
Isabel Mota é a primeira mulher a ocupar o cargo, sucedendo a nomes como Azeredo Perdigão, Ferrer Correia, Vítor Sá Machado, Rui Vilar e Artur Santos Silva, tornando-se ainda na primeira presidente sem uma licenciatura em Direito.

A economista ficará na presidência da fundação até 2022.

* Só pessoas de  muito valor atingem estes cargos.

.
.

  António Chainho
e Camané   

PIETÁ

video


.
.
HOJE  NO 
"A BOLA"
 
«Antero é muito inteligente» 
- Rui Barros

Antero Henrique está próximo de ser anunciado como futuro diretor desportivo do PSG, de França, e à medida que o acordo está próximo a imprensa francesa tenta obter o máximo de informação sobre o antigo diretor geral e ex-administrador do FC Porto. 
.
Ao jornal Le Parisien, Rui Barros, adjunto de Nuno Espírito Santo, deixou fortes elogios ao perfil de Antero Henrique. «Começou por baixo no clube e foi crescendo graças à sua qualidade e personalidade. É uma pessoa muito inteligente, um complemento do presidente Pinto da Costa, com o qual aprendeu muito. Na parte final já decidia muita coisa. É um homem forte, com muitas ideias», resumiu o adjunto de Nuno.

* Pelo PSG têm passado excelentes portugueses, aí está mais um.

.
.
HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Viagens turísticas de portugueses 
sobem 4,7% para 20 milhões em 2016

As deslocações turísticas feitas por residentes em Portugal aumentou 4,7% no conjunto de 2016, para 20 milhões de viagens, o que representa um abrandamento face à subida homóloga de 7% registada no ano anterior, divulgou o INE.
  .
De acordo com números divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), na totalidade do ano passado efetuaram-se 20,05 milhões de deslocações turísticas, o que representa um aumento homólogo de 4,7%, após acrécimos de 7% em 2015 e de 0,2% em 2014.

Em 2016, a 'visita a familiares ou amigos' continuou a ser o principal motivo para viajar, resultando em 8,81 milhões de viagens (43,9%, menos 0,9 pontos percentuais face a 2015), seguido de perto por 'lazer, recreio ou férias', com 8,78 milhões (43,8%, mais 1,6 pontos percentuais), observa o INE.

No ano passado, as viagens em território nacional representaram 90,4% do total (mais 0,3 pontos percentuais do que no ano anterior), das quais 46,3% corresponderam a 'visita a familiares ou amigos', enquanto que o 'lazer, recreio ou férias' representou 54,7% (mais 5 pontos percentuais) das viagens realizadas ao estrangeiro.

No que diz respeito apenas ao quarto trimestre do ano passado, o INE destaca que os residentes em Portugal realizaram 4,4 milhões de viagens turísticas, mais 6,2% do que no trimestre homólogo de 2015 (9,6% no terceiro trimestre de 2016).

"As deslocações de curta duração aumentaram 11,4% (11,8% no terceiro trimestre de 2016), equivalendo a 80,7% do total. As deslocações em território nacional cresceram 6,2% (9,9% no terceiro trimestre de 2016) e representaram 90,9% do total", refere o INE, referindo-se apenas ao quarto trimestre do ano passado.

Entre outubro e dezembro de 2016, para 'visita a familiares ou amigos', foram feitas 2,6 milhões de deslocações (59,4% do total, menos 1,4 pontos percentuais).

"Realizaram-se ainda 1,2 milhões de deslocações por 'lazer, recreio e férias' (28,1% do total, mais 4,1 pontos percentuais) e 364,1 mil por motivos 'profissionais ou de negócios' (peso de 8,2%, menos 3,1 pontos percentuais)", indica o INE.

Com 85,7% das dormidas, o 'alojamento particular gratuito' aumentou a sua representatividade (mais 1,5 pontos percentuais), enquanto os 'hotéis e similares', com 11% das dormidas, perderam expressão (menos 1,2 pontos percentuais).

* No país em crise viaja-se muito, atente-se que basta 5% da população para consumir tudo o que é luxo e mais 3% para armar ao fino.

.
.

PERSONAL TRAINER


video


.
.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Juízes denunciam prisão exagerada

Inspetor da PJ João de Sousa está na cadeia há mais de três anos sem sentença transitada.

O acórdão da 3ª secção do Tribunal da Relação de Lisboa que recentemente colocou em liberdade um coarguido do inspetor da PJ João de Sousa - condenado a 5 anos e meio de cadeia por corrupção passiva, recebimento ilícito de vantagem e violação de segredo de funcionário, num negócio de fraude com ouro -, tece críticas à prisão preventiva em que o polícia é mantido. Os juízes desembargadores referem que as medidas de coação não podem ser "penas provisórias aplicadas a presumíveis inocentes". 
 .

A declaração é feita no acórdão que mandou libertar Rui Faria e que se refere indiretamente a João de Sousa. Os juízes desembargadores da 3ª secção afirmam que "não se vê como é que se poderia manter a prisão preventiva com uma duração de quase três anos [entretanto João de Sousa já vai em três anos e 40 dias] sem que se considerasse violado o princípio da proporcionalidade". 

João de Sousa está em prisão preventiva na cadeia de Évora, uma vez que a sentença ainda não transitou em julgado. O inspetor da Polícia Judiciária reclamou do acórdão da Relação (que manteve a pena igual) ao seu recurso da sentença. Diz que não está fundamentado. E mantém, igualmente, mais um recurso contra a medida de coação. Considera que os pressupostos que são invocados pelos tribunais (perigo de fuga, alarme social e continuidade do crime) não estão preenchidos. 

"Tudo isto está a acontecer-me, e aos meus coarguidos, porque eu não me calo e estou a revelar muito do que errado existe na Justiça portuguesa", afirma João de Sousa. 

PORMENORES 
Condicional 
João de Sousa já passou a metade da pena e poderia pedir liberdade condicional caso a sentença já tivesse transitado. Em outubro cumpre 2/3 e, caso os recursos estejam decididos, poderá pedi-la. 

9ª secção 
O inspetor da PJ insurge-se contra o facto de os seus recursos serem todos analisados pela 9ª secção do Tribunal da Relação de Lisboa. Foi a 3ª secção que tirou o coarguido da prisão preventiva. 

Constitucional 
Um recurso para o Tribunal Constitucional está a ser ponderado por "desigualdade de direitos" e por João de Sousa, alegadamente, ter a sua liberdade de expressão "violada". 

* Estupefacção é o mínimo, um tribunal superior crítica situação de um detido e não se faz nada, é Justiça?

.
.
HOJE  NO 
"OBSERVADOR"

CNN recusa passar anúncio de Trump
 por conter falsidades

A cadeia televisiva CNN recusou transmitir um anúncio a elogiar o desempenho presidencial de Trump, alegando que era uma forma de notícia falsa, o que levou os apoiantes a acusá-la de censura.

A cadeia televisiva CNN recusou transmitir um anúncio a elogiar o desempenho presidencial de Donald Trump, alegando que era uma forma de notícia falsa, o que levou os apoiantes do presidente a acusá-la de censura.
 .
No anúncio da campanha de Trump, que em 19 de janeiro se declarou candidato à reeleição, assegura-se que “a América raramente viu tal sucesso” e lista uma série de ações dos primeiros 100 dias da sua presidência.

“Você não o saberia vendo as notícias. A América está a ganhar e o presidente Trump está a tornar a América grande outra vez”, proclama-se no anúncio.

Da mesma forma, este espaço comercial exibe os rostos dos jornalistas de televisão Andrea Mitchell (NBC), Wolf Blitzer (CNN), Rachel Maddow (MSNBC), George Stephanopoulos (ABC) e Scott Pelley (CBS) com a expressão fake news (notícias falsas) sobreposta.

A CNN adiantou que requereu que fosse removido este “falso” gráfico.

“Os principais meios de comunicação social não divulgam notícias falsas, pelo que o anúncio é falso e, por política, só seria aceite se este gráfico fosse apagado”, adiantou a estação, em mensagem divulgada na sua conta na rede social Twitter.

* Não somos fãs dos USA mas moram lá valores que apreciamos.

.
.


HARLEM FASHION SHOW

1929

video

FONTE: Aaron1912
.
.
HOJE NO   
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

O anúncio português de apelo ao voto 
que os franceses não se cansam de ver

Vídeo criado para o Festival Política foi já visto mais de um milhão de vezes em França

Um vídeo concebido para combater a abstenção em Portugal tornou-se viral em França, durante a campanha para as eleições presidenciais.
 .
video

Criado pela Agência 004 para o Festival Política, o 'spot' conseguiu em menos de uma semana mais de um milhão de visualizações nas redes sociais, bem como 21 mil partilhas, após ter sido publicado na página de Facebook da Culture Pub.

"A nossa ideia era criar um filme que agitasse consciências em Portugal, levantando questões de consciência aos cidadãos que se abstêm nas eleições. Em França o anúncio acabou por ter um impacto bem maior, já que está a ser visto como um anúncio anti-Le Pen, mas também anti-Melénchon (por incentivar ao voto contra a abstenção ou ao voto nulo)", disse ao Dinheiro Vivo Rui Oliveira Marques, da organização do Festival Política.

* Não percebemos porque é viral, xenófobo é!

.
. 
HOJE NO 
"RECORD"

Nocentini continua a comandar
 o ranking de ciclista do ano

O italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) é, pelo terceiro mês consecutivo, o comandante do ranking ciclista do ano, anunciou esta terça-feira a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC). 
 .
Rinaldo Nocentini terminou o mês de fevereiro na liderança, com 370 pontos, e consolidou a posição durante o mês de março, somando agora 448 pontos, os mesmos que conta agora, no final de abril, um mês em que os primeiros classificados praticamente não pontuaram.

O algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto) continua no segundo lugar, voltando a aproximar-se do corredor leonino, já que tem 432 pontos.

O terceiro lugar continua entregue a Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), com 260.

Quanto à hierarquia coletiva, a W52-FC Porto assumiu a dianteira, com 686 pontos, destronando o Sporting-Tavira, que conta 648. O Louletano-Hospital de Loulé segue na terceira posição, com 364 pontos.

* Ciclismo, modalidade que enche de alegria as nossas estradas.

.
.
DE BOCA ABERTA













.