13/10/2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
VII~MEGA FÁBRICAS

3- BACARDI



* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

..
.
ONTEM NO 
"JORNAL DE NOTÍCIAS
Comissão Técnica culpa Proteção Civil
.pelas mortes de Pedrógão

Relatório elaborado por 12 especialistas garante que as consequências graves do fogo de Pedrógão Grande poderiam ter sido evitadas, criticando a prevenção e o comando das operações.

Os responsáveis pelo comando do ataque ao incêndio de Pedrógão Grande - que, a 17 de junho, matou pelo menos 64 pessoas - tiveram culpa na dimensão que as chamas tomaram. E, algumas das escolhas feitas por quem estava a mandar no teatro de operações podem ter contribuído para o desfecho trágico do fogo. As conclusões são da Comissão Técnica nomeada pelo Parlamento e pelo Conselho de Reitores para averiguar o que correu mal em Pedrógão Grande, cujo relatório final foi entregue na manhã desta quinta-feira na Assembleia da República.
 .


O tempo de resposta e os meios disponíveis foram insuficientes, o que fez com que o controlo do fogo se tornasse progressivamente mais improvável", conclui a Comissão.

Ainda assim, e apesar destas falhas, os especialistas reconhecem que o incêndio teve características "excecionais" devido à seca e à grande acumulação de combustíveis - uma vez que aquela zona não ardia há 20 anos.

Por outro lado, o SIRESP também dificultou as operações. O sistema, avisam os especialistas, assenta em "tecnologia ultrapassada".

O presidente da Comissão Técnica - que na tarde de ontem, quinta-feira, teve um encontro marcado com o primeiro-ministro - falou aos jornalistas a seguir à entrega do relatório ao presidente da Assembleia da República. "Se houvesse um sistema de sensibilização e informação, se o comando na altura, entre as 15 horas e as 16 horas tivesse dado instruções à população [designadamente que se mantivessem em casa], provavelmente muitas das mortes não teriam ocorrido", afirmou João Guerreiro, acrescentando que o atual sistema de escolha dos comandantes da Proteção Civil não é o mais adequado, uma vez que as nomeações são "recorrentes". João Guerreiro defende a criação de uma carreira de Proteção Civil e que os responsáveis sejam escolhidos por concurso público.

* O relatório  informa que estamos civilmente desprotegidos tanto para incêndios como qualquer outra calamidade.

.
.

IV-MISTÉRIOS
EXTRATERRESTRES
3- APARIÇÕES


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.



4- APARIÇÕES


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

** Por vezes na edição dos vídeos  ocorrem erros de publicação dos quais assumimos a responsabilidade.
Neste IV capítulo dos MISTÉRIOS EXTRATERRESTRES foram postados em sequência os nºs 2 e 3 e por lapso o nº1 ficou de fora. Decididos a corrigir o erro publicámos na sexta-feira passada os nºs 1 e 2, e apresentamos hoje os restantes.
Certos da vossa compreensão por este "não crime" apresentamos desculpas.


.
.
HOJE NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"
Pelo menos 540 empresas 
retiram sede da Catalunha

Pelo menos 540 empresas mudaram-se da Catalunha para outras regiões de Espanha desde o referendo de 1 de outubro, considerado ilegal, a esmagadora maioria – 533 – entre segunda-feira e quarta-feira, segundo o registo comercial espanhol.
.
O número pode ser superior porque o número apurado até à passada quarta-feira, o último dia disponível, inclui dados de Barcelona, Girona e Tarragona, mas não de Lérida.

Em sentido contrário, desde dia 2 de outubro, 22 empresas transferiram a sua sede social para a Catalunha, o que resulta num saldo negativo de 518.

O maior número de saídas – 212 empresas – ocorreu no dia 09 de outubro, na véspera da sessão do parlamento catalão em que se esperava a declaração de independência.

Na terça-feira, registaram-se 177 mudanças de sede, enquanto na quarta-feira foram contabilizadas 144, mas só há dados de Barcelona e Girona relativos a este dia.

Nos dias anteriores, as mudanças de sede foram muito reduzidas: uma a 03 de outubro, duas a 05 de outubro e quatro no dia 06.

A grande maioria das companhias que abandonaram a Catalunha – 501 – tinha a sua sede social em Barcelona, segundo dados oficiais espanhóis.

A Sociedade General de Águas de Barcelona (SGAB) e a Lleida.net, especializada na certificação e notificação eletrónica, são algumas das empresas que transferiram a sua sede para a capital espanhola, bem como o Grupo Planeta, o principal grupo editorial e audiovisual espanhol, o Gas Natural Fenosa ou os bancos Sabadell e CaixaBank.

No dia 02 de outubro, o governo regional da Catalunha (Generalitat) anunciou que 90% dos catalães votaram a favor da independência no referendo, realizado na véspera, tendo exercido o direito de voto 42% dos 5,3 milhões de eleitores.

Esta terça-feira, o presidente do Governo catalão, Carles Puigdemont, anunciou no parlamento regional assumir "o mandato do povo" para que a região seja "um Estado independente", mas propôs a suspensão dos seus efeitos para procurar o diálogo com Madrid.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, deu na quarta-feira cinco dias ao presidente regional catalão para clarificar se declarou ou não a independência na região, no âmbito da aplicação do artigo 155.º da Constituição espanhola, que prevê a suspensão da autonomia da região.

* Carles Puigdemont, homem de tanta algazarra "tá mudito".

.
.
II-ARMAS E TÁCTICAS
2- Armadura



FONTE: Universo do Documentário

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores. 
.
.
HOJE NO 
"DINHEIRO VIVO"
20 medidas que vão mexer 
no seu bolso em 2018

Há mudanças no Orçamento do Estado de 2018 (OE2018), que deverá ser entregue esta sexta-feira no Parlamento, que se prevê que afetem as finanças pessoais das famílias. Destacamos 20 destas, que, segundo a versão preliminar do documento, que entram em vigor no próximo ano.

.
1. Aumento dos escalões do IRS 
Os escalões de IRS deverão passar de cinco para sete no próximo ano, sendo desdobrados os atuais segundo e terceiro escalões por forma a beneficiar sobretudo os contribuintes destes níveis de rendimentos. A solução passará por tributar a 14,5% quem ganha até 7.091 euros, a 23% quem tem rendimentos anuais entre aquele valor e os 10.700 euros, a 28,5% os que auferem entre 10.700 e 20.261 euros, a 35% o intervalo de rendimentos entre os 20.261 e os 25 mil euros e a 37% os entre os 25 mil e os 36.856 euros. Os dois últimos escalões deverão manter-se com as taxas já em vigor, de 45% e 48%, mas os limites de rendimento a que se aplicam serão modelados para garantir que estes contribuintes não são beneficiados.
.
.
2. Carro fica mais caro 
Comprar e usar carro vai voltar a ficar mais caro no próximo ano. O governo pretende agravar o imposto sobre veículos (ISV) e o imposto de circulação (IUC), o antigo “selo do carro”. O agravamento médio é de 1,4% para ambos. Ou seja, ao nível da inflação.
.

3. Taxa da batata frita 
Em 2018, batatas fritas, cereais e bolachas com elevado teor de sal vão pagar mais imposto. A taxa será de 0,80 cêntimos por quilograma e vale sempre que o sal seja superior a 1 grama por cada 100 gramas de produto.
.
.
4. Bebidas alcoólicas 
A proposta preliminar prevê um agravamento de 1,5% sobre cerveja, bebidas espirituosas e os vinhos licorosos. Fica de fora o vinho. A cerveja passa a pagar um imposto que vai dos 8,34 aos 29,30 euros por hectolitro.
.

5. IVA na restauração 

O governo opta por adiar de novo as alterações, tal como fez no OE 2017. Produtos como águas com gás, sumos, vinho ou cerveja continuam nos 23%. Mas dá bónus: IVA sobre instrumentos musicais baixa para 13%.
 .
.
6. Taxa dos Refrigerantes 
O imposto aplicado às bebidas com açúcar vai subir em 2018. O governo propõe um aumento de 1,5% para as bebidas com menos de 80 gramas de açúcar por litro e mais 1,4% nas bebidas com mais de 80 gramas por litro
.
.
7. Horas extra repostas 
Os cortes no valor das horas extraordinárias dos trabalhadores da administração pública vão acabar a partir de 1 de janeiro, sem faseamento. As horas extra passarão a ser pagas com um acréscimo de 25% na primeira hora e de 37,5% nas seguintes.
.

 .
8. Subsídio de refeição 
A garantia foi dada pelo Governo aos sindicatos da Administração Pública e deverá constar da proposta de OE2018: no próximo ano o subsídio de refeição dos trabalhadores da Administração Pública vai deixar de ser tributado. O subsídio de refeição na Administração Pública aumentou 0,25 euros em janeiro deste ano e mais 0,25 euros em agosto, para 4,77 euros por dia, mas este último aumento é, este ano, sujeito a descontos.
 .
 .
9. Aumento do mínimo de existência 
O valor do mínimo de existência deverá passar a ser calculado em função do IAS, correspondendo a 1,5 vezes o valor do IAS (atualmente nos 421,32 euros) pago 14 vezes por ano. Por esta fórmula o mínimo de existência, que determina o nível de rendimento até ao qual trabalhadores e pensionistas ficam isentos de IRS, deveria ser de 8.847,72 euros. No entanto, o IAS deverá ser atualizado em 2018 ao nível a inflação, pelo que este valor poderá ser ainda superior.
 .
.
10. Pensões 
Todas as pensões vão aumentar no ano que vem. O aumento extraordinário chega em agosto e será de 6 euros para as pensões mínimas que foram atualizadas ao longo deste ano e de 10 euros para as restantes.
 .
 .
11. ‘Bike’ e ‘car sharing’
 O IVA pago com a aquisição de serviços de mobilidade partilhada, como o ‘bike’ e o ‘car sharing’ deverá ser totalmente dedutível no IRS. Com esta alteração legislativa, o Governo pretende que, tal como acontece com alojamento, restauração, reparação automóvel, cabeleireiros, veterinários e os passes mensais, os contribuintes possam deduzir, mediante fatura, a totalidade do IVA suportado com os serviços de mobilidade partilhada até um limite total de 250 euros.
.
 .
12. Habitação
Os proprietários de habitações mais antigas - com mais de 30 anos - ou localizadas em "áreas de reabilitação urbana", como zonas históricas das cidades, podem vir a ficar isentos do pagamento de imposto municipal sobre imóveis (IMI) durante três anos, ou até durante oito anos. Em certos casos, também pode haver isenção de imposto sobre as transmissões onerosas (IMT) num prazo máximo de três anos a contar da data da compra do imóvel no caso de casas reabilitadas.
 .
 .
13. Sigilo bancário 
O Fisco deverá passar a ter acesso a informação de clientes bancários, quebrando o sigilo bancário quando o Ministério Público ou a Polícia Judiciária tenham suspeitas de operações relacionadas com terrorismo e branqueamento de capitais, segundo uma proposta orçamental preliminar.
 .
 .
14. Crédito ao consumo 
As taxas de imposto de selo aplicáveis às operações de crédito ao consumo voltam a subir em diversos prazos em que os financiamentos podem ser feitos. O agravamento será de 14% e segue-se ao acréscimo de 50% criado com o OE2016.
 .
 .
15. Descongelamento das progressões em três fases até 2019 
Os funcionários públicos deverão receber no próximo ano um terço do valor da progressão na carreira, sendo que o restante acréscimo no salário que decorre do descongelamento de carreiras só acontecerá em 2019 e em dois momentos.
 .
 .
16. Cheque mobilidade 
As despesas com transportes públicos também vão poder ser apoiadas pelos vales sociais atribuídos pelas empresas aos seus funcionários. Juntam-se, assim, aos “vales infância” e “vales educação”, a partir de 1 de janeiro.
 .
 .
17. Sacos reutilizados 
O Governo quer que os supermercados passem a fazer as entregas ao domicílio com embalagens reutilizáveis. Esta nova restrição vem complementar as regras que impuserem a cobrança de oito cêntimos sobre os sacos de plástico leves.
 .
 .
18. Subsídio de Natal 
No próximo ano, o subsídio de Natal será pago na íntegra aos funcionários públicos e pensionistas, pela primeira vez desde 2012. De acordo com o Orçamento do Estado para 2017, “a partir de 2018, o subsídio de Natal é pago integralmente, nos termos da lei”. Este ano, os funcionários públicos e pensionistas recebem 50% do subsídio de Natal em novembro e os restantes em duodécimos.
 .
 .
19. Desempregados 
Desempregados e beneficiários de apoios ao emprego vão ser ainda mais controlados pelos centros de emprego (IEFP) e serviços de Segurança Social. O Governo quer fazer cruzamento de dados. Além disso, no parlamento, o primeiro-ministro, António Costa, admitiu o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego após os primeiros seis meses de apoio em 2018, uma medida que deve custar 40 milhões de euros.
 .
 .
20. Professores 
O BE garantiu ontem que no seguimento de negociações com o Governo para o OE2018 serão vinculados mais 3500 professores no próximo ano. Os professores estão fora do processo de regularização de precários da administração pública.


 * As primeiras 20 medidas de mais alguns lotes de outras tantas que aí virão, AMANHEMO-NOS.


.

A PORTEIRA

.




A Presunção de Inocência
e a Santinha da Ladeira

"Ora, o mesmo se passa com o Engenheiro. Enquanto aquilo não julgar em transístor, é como se nada se tivesse passado. Mesmo que entre por os olhos a dentro! Assim é que é um estado direito! E a gente não queremos cá estados que não sejam direitos!"

E prontos, lá aconteceu aquilo que os portugueses andavam todos à espera há um ror de tempo!

Não, ainda não foi desta que a Irmã Lúcia foi feita santinha. O que é uma vergonha, diga-se já, que até os primos já são. E ela também devia de ser, nem que fosse, olha, por ser da família. Mas prontos, Nossa Senhora é que sabe e eu respeito muito essas coisas.

E o que eu também respeito muito é a presunção da inocência. Que é uma coisa que há e que é muito importante. É como o respeito.

Por exemplos, agora já sabemos todos quais são as acusações que os do Mistério Público fizeram ao Doutor Sócrates. Ou Engenheiro ou que é.

Quer dizer, era Mistério mas também era Público, que a gente já sabíamos todos o que era, mas prontos. Agora foi mesmo vindo lá deles.

E ainda são umas poucas de umas acusações. Trinta e uma. Contei eu. Até contei duas vezes, não fosse saltar alguma. Que podia passar, acontece. É como os talões de desconto do Minipreço. A gente pomos aquilo tudo no porte-moedas, e parece que é sempre o desconto que a gente queríamos que fica preso entre o cartão de cidadão e o passe. A mim, rais-me parta, é sempre o desconto do atum. O dinheiro que já perdi com essa brincadeira...

E por falar em brincadeira, as acusações não são brincadeira nenhuma. Ai pois não!

Ele é dinheiro, ele é casas, ele é livros, ele é tudo e mais alguma coisa.

E amigos, que diz que ele era muito amigo do seu amigo, e olha, o amigo dele diz que também era muito amigo do seu amigo, neste particular, dele, do Sócrates, não é do amigo.

O amigo, até era bem pouco amigo, pelo menos dele próprio, que estava sempre a emprestar dinheiro ao amigo. E isto, já se sabe, quem empresta dinheiro aos amigos, perde o dinheiro e perde os amigos, já dizia a minha avó. Não sei é baseada em quê, que dinheiro foi coisa que ela nunca teve. Nem amigos, que a velha, Deus me perdoe, era enxertada em corno de cabra. Mas olha, já lá está.

E quem também já lá está, é o tal dinheiro.

Diz aquilo, a acusação vá, que ele arrecebia as luvas, para dar trabalho lá à companhia do amigo, que era uma companhia de construção civil. Que ainda é das que fazem mais dinheiro.

Só quem nunca precisou de um canalizador para le vir desentupir a pia, de um electricista para le vir mudar o quadro ou de um mestre de obras para le vir fechar uma marquise é que não sabe o dinheiro que aquela gente ganha!

Este era o grupo Lena. Eu ainda não li em lado nenhum, mas tenho para mim que Lena deve de ser a mulher do tal amigo do Engenheiro. Ou a filha. Que esta gente é muito amiga de dar assim os nomes da família às empresas. Como é o caso da Carris, que diz que era o nome da filha do homem que inventou os autocarros.

Se calhar, estou a fazer confusão com a Mercedes. Mas também já não sei onde é que pus a revista das Selecções onde li isso... Na casa-de-banho, não está.  Olha, deve de ter ido para embrulhar qualquer coisa...

Bom, estes milhões todos, a ser verdade, até me espanta como é que o homem, o Engenheiro, desculpem, arranjou tanta casa. Ele era na Rua Brancã, ele era em Cascais, ele era em Paris, ele era mais não sei onde. Com o preço a que isto está, só se tinha muito bons conhecimentos na Remax. E quem diz Remax, diz outra companhia qualquer.

Olha, como o Doutor Salgado era dono disto tudo, por o menos, foi o que eu ouvi, por maioria de razão, também havia de ser dono da Remax. Deve de ter sido por aí.
Isto anda tudo ligado.

Agora, a gente não podemos tomar por bom tudo o que ouvimos na televisão. Isto é só uma acusação. Eu também podia acusar aqui a do terceiro esquerdo de ser uma grande porca, porque leva os labradores, ou que é, à rua às tantas da noite, já quando os bichos estão mesmo aflitos, e que me deixam sempre um presente no ólio do prédio. E apanhas tu? Assim apanha ela.

Mas uma coisa é a gente acusarmos a mulher, outra coisa é ela ser mesmo culpada. Lá porque só ela é que tem cães daquele tamanho cá na escada, e os outros bichos serem todos assim mais a atirar pró pequeno, que não fazem tanto... xixi, vá prá abreviar... não podemos dizer assim de caras que a culpa é da mulher. Isto só se pode falar quando julgar em transístor, ou transístor enjulgado, que foi o que eu ouvi na televisão.

Ora, o mesmo se passa com o Engenheiro. Enquanto aquilo não julgar em transístor, é como se nada se tivesse passado. Mesmo que entre por os olhos adentro! Assim é que é um estado direito! E a gente não queremos cá estados que não sejam direitos!

Ou queremos? Ah, pois não!

Eu tenho pra mim, que a presunção de inocência é tal e qual como a Santinha da Ladeira.
A gente sabemos que aquilo a senhora, coitadinha, já nem devia de ser boa da cabeça. E que le dava assim para inventar umas coisas. Mas não era por isso que a gente não íamos lá a ver se curávamos os bicos de papagaio. E tínhamos as medalhinhas. Eu ainda tenho a minha.

Lá se era santinha ou não, não sei. É a tal presunção de inocência, lá está. A gente agora temos é de esperar por o juízo final, para ver qual é a sentença. Até lá, calados que nem um rato, que é o que pertence.

E com o Engenheiro, é a mesma coisa. Quem é que nos garante a nós, que aquela dinheirama toda não le saiu numa raspadinha? Pois, nisso não pensam vocês! Levam logo tudo para o mal.
Quando a mim, cá aguardo por estes dois julgamentos: o final, e o do Engenheiro. Ou o que se verificar primeiro. A ver vamos.

E por falar em ver: está-se-me a começar na rtp memória uma réprise da Banqueira do Povo! E eu gosto muito de ver a Dona Ónice trabalhar! 

Com licença.

IN "SÁBADO"
12/10/17

.
.


1381.UNIÃO



EUROPEIA



.
HOJE NO 
"DESTAK"
Marcelo no Centenário das Aparições
 em nome de Portugal e 
de todos os portugueses

O Presidente da República afirmou hoje que a sua presença no encerramento das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima se justifica em nome de Portugal e de todos os portugueses, crentes e não crentes, numa missão nacional.
.
"É em nome de Portugal, de todo o Portugal e de todos os portugueses, dos crentes e não crentes, católicos, cristãos, não cristãos, de todos eles, que aqui está o Presidente da República, cumprindo uma missão nacional", disse Marcelo Rebelo de Sousa, em Fátima.

Intervindo na sessão solene de encerramento do Centenário das Aparições de Fátima, que decorreu na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, precedendo um concerto do Coro e da Orquestra Gulbenkian, o chefe de Estado quis sublinhar "a duplo título" o significado da sua presença enquanto Chefe de Estado, evidenciando o Centenário "devidamente celebrado".

* Com portugueses não crentes afirmamos que o sr. Presidente da República não nos representa nas festividades desta fraude religiosa.

.
.
 
X-HUMANIDADE

A HISTÓRIA DE TODOS NÓS

6-AMÉRICA DO NORTE
 DERROTA DO EXÉRCITO BRITÂNICO
 CONGRESSO EM FILADÉLFIA
 DEMOCRACIA

1- REVOLUÇÕES
 MOVIMENTOS INDEPENDENTISTAS
 REVOLUÇÃO INDUSTRIAL,MÁQUINAS:
 RICHARD ARKWRIGHT
 JOHN KAY
 A FÁBRICA:PRODUÇÃO EM MASSA
 CAPITALISMO SELVAGEM

1- O CARVÃO: O VAPOR
 TRANSPORTES DE MASSAS
 CAMINHOS DE FERRO
 VELOCIDADE
 BALTIMORE-OHIO
 EMIGRAÇÃO IRLANDESA


* Neste vídeo da série vão cruzar-se 3 situações de relevo , em cada episódio encontra em subtítulo os items correspondentes.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
POCKET SHOT
Cuidado se vires isto 
dentro de um avião




FONTE:  Nuno Agonia


.
.
HOJE NO 
"i"
Aumento de salário mínimo
 chumbado no Parlamento

A direita votou contra as propostas do PCP e do PEV, mas o CDS decidiu abster-se no projeto do PAN, deixando o PSD sozinho

As propostas do PCP, PEV e PAN sobre a subida do salário mínimo foram hoje chumbadas na sessão plenária da Assembleia da República. Os três projetos defendiam o aumento do rendimento para os 600 euros já em janeiro de 2018.
 .
Os textos do PCP e do PEV foram chumbados com os votos contra do PSD, CDS e do deputado socialista Paulo Trigo Pereira, com a abstenção da restante bancada do PS. Já a resolução do PAN contou com os votos favoráveis do Bloco de Esquerda e do PCP, mas acabou também rejeitada com os votos contra do PSD, do socialista Trigo Pereira e a abstenção das bancadas do PS e CDS.

Os trabalhadores que recebem o salário mínimo representavam, no primeiro semestre do ano,  22,7% da massa ativa em Portugal, o que, em números, traduz-se em cerca de 728 mil trabalhadores. Os dados constam do relatório sobre a Remuneração Mínima Mensal Garantida divulgado esta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, e divulgado pelo Observador,

Este valor tem vindo a aumentar, registando uma subida de 4,6 pontos percentuais após a sua atualização em outubro de 2014, voltando a subir 3,2% em 2016, quando o governo de António Costa elevou o ordenado mínimo para 530 euros e, desde o último aumento em janeiro deste ano, voltou a crescer 1,8%.

O volume de trabalhadores que aufere o salário mínimo "manteve-se estável" ao longo do primeiro semestre deste ano, ao contrário do que aconteceu no período homólogo. Foram ainda verificados 566 mil novos contratos, sendo que 40,7% remuneravam o trabalho com o salário mínimo.

O peso dos trabalhadores a receber os 557 euros, atual valor do rendimento mínimo, na massa salarial registou aumentos decrescentes, passando de uma subida de 11,5% no primeiro trimestre para 10,3% no segundo.

* A gente fina que votou contra ou se absteve  na votação do aumento do salário mínimo no parlamento aufere no mínimo em salários e mordomias  4 vezes mais da proposta a votação, parece-nos um "critério" justo.


.
.
Cristina Branco e Júlio Resende

Meu amor é marinheiro


.
.
HOJE NO 
"A BOLA"
Sporting soma nova vitória 
na Liga dos Campeões

O Sporting somou, esta noite, nova vitória na Liga dos Campeões em ténis de mesa, batendo os polacos do KS Dartom Bogoria Grodzisk, por 3-1, no pavilhão João Rocha.
 .

Aruna Quadri cedeu no primeiro embate com o chinês Chuanxi Han, mas de seguida João Monteiro deu início à reviravolta, vencendo o checo Pavel Sirucek.

Diogo Carvalho surpreendeu, depois o polaco Daniel Górak, enquanto Aruna Quadri fechou a vitória, batendo novamente o checo Pavel Sirucek.

Depois de ter vencido os franceses do Pontoise Cergy, os leões passam a somar quatro pontos e lideram o grupo, à frente dos russos TTC Fakel Gazprom, que, no entanto, têm um jogo a menos.

* Somos sportinguistas e ficamos muito contentes, mas torceremos sempre por qualquer equipa portuguesa que dispute provas internacionais.

.
.


6- A HISTÓRIA
   
DO AUTOMÓVEL 




ATENÇÃO SRS./AS VISITADORES/AS
Esta série foi difundida pela TVE, Rede Minas, em 1986, é portanto muito datada. No entanto até à data indicada, o seu conteúdo tem rigor histórico.


* Nesta nova época de "bloguices" que vai de Setembro a Julho do próximo ano, iremos reeditar algumas séries que de forma especial sensibilizaram os nossos visitadores alguns anos atrás, esta é uma delas.

.
.
.
General russo diz quantas bombas a Coreia do Norte possui e quando podem atingir os EUA



FONTE: DFM News


.
.

O que pode melhorar
na exploração de energia solar?



FONTE: EURONEWS


.
.

Mais de 100 mil pessoas atravessaram 
Mar Mediterrâneo da Líbia para a Itália  
2017



FONTE: ONU Brasil

.
.
CONCEITOS
27- WESTWORLD



FONTE: Minutos Psíquicos


..
.


13-FIT DANCE



Nossa Que Absurdo


.
.
.


1396
Senso d'hoje
D. DUARTE PIO  
LÍDER DA CASA DE BRAGANÇA 
"A situação na Catalunha"


“Os espanhóis gostam
desse espírito machista”


FONTE: RTP1- Programa "5 Para a Meia-Noite"  conduzido por FILOMENA CAUTELA


.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS








.