sábado, 5 de agosto de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

THE  NOITE


1-ENTREVISTA COM


MÓNICA PEREIRA LIMA



ATÉ AO PRÓXIMO SÁBADO

* Iniciámos a edição do programa "SEM VERGONHA" apresentado por MÓNICA MOREIRA LIMA a 20 de Fevereiro de 2016 e em todos os episódios nos espantámos com a pujante arte de comunicar desta senhora, um fenómeno. 
Depois de ano e meio de episódios e de muito procurar talvez ainda mais outros tantos não tivemos sorte alguma, tristes percebemos que o programa tinha acabado ou tinha "fugido" do youtube, lamentavelmente. 
Assim e antes de dizer a MÓNICA MOREIRA LIMA um até breve noutro programa ainda melhor, apresentamos-vos uma deliciosa entrevista que a autora deu a DANILO GENTILI apresentador do programa "THE NOITE". 
Se alguém souber por onde anda a trabalhar a autora do "SEM VERGONHA" contem-nos, ficamos gratos.

.
.

6-UM SUAVE PECADO



BACKSTAGE 
KYARA LUNA
photographer FABIO PREGNOLATO 

.
.
Regras na praia


FONTE: PROGRAMA "Donos Disto Tudo"  RTP/1
.
.

5-UM SUAVE PECADO



THE WOLF IS COMING 
IVORY BLOSSOM

..
.

AVALIAÇÃO DO NÓDULOS
DA TIRÓIDE

1-Incidência e Características
dos Nódulos



Uma interessante série conduzida por Leonidas di Piero Novais, endocrinologista pela PUC- Rio de Janeiro.

* Uma produção "CANAL MÉDICO"

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

4-UM SUAVE PECADO



AKRATIE

.
.
CRIPTOGRAFIA



FONTE: NERDOLOGIA
.
.

3-UM SUAVE PECADO


BIANCA

.

SEBASTIÃO BUGALHO

.




São todos corruptos!

É evidentemente mais grave quem governa aceitar convites de uma empresa em litígio com o Estado que um deputado pagar (antes ou depois) uma viagem em que esteve com empresários. Como é que se pagam bilhetes que são convites (a custo zero e não transacionáveis) é já outro mistério...

Vinte e dois tipos atrás de uma bola durante noventa minutos chegariam para o corromper? A si, meu caro leitor, sim. Um joguinho de futebol. Depois de ter abdicado da sua carreira profissional para ir ganhar metade do salário para o Estado e perder toda a privacidade, um jogo de futebol influenciaria as suas decisões contra o interesse nacional? Não? Não gosta assim tanto de futebol? Ou não é assim tão corruptível? E de viagens, o que acha?

Fernando Rocha Andrade era um dos secretários de Estados mais competentes do atual governo; não só tecnicamente como em categoria política. Tanto a oposição quanto os bolsos dos contribuintes o sentiram: a eficácia era tremenda. A sua audição em Bruxelas sobre paraísos fiscais foi um exímio exemplo de como dizer tudo o que tinha para dizer sem dizer aquilo que não se podia ouvir.

Hugo Soares, apesar de uma primeira semana algo tosca, não pode ter chegado a líder de bancada mais jovem do PSD nos últimos dez anos sem o mínimo de capacidades – eu, pelo menos, espero que não.

Nem um nem outro estão distantes da investigação que decorre no Ministério Público, ainda que com responsabilidades divergentes.

É evidentemente mais grave alguém que governa aceitar convites de uma empresa em litígio com o Estado que um deputado pagar (antes ou depois) uma viagem em que esteve com empresários. Como é que se pagam bilhetes que são convites (a custo zero e não transacionáveis) é para mim outro mistério, que ficará certamente para o MP.

A questão, algo irónica, e que tem escapado ao debate nos casos das viagens de políticos é também outra.

Se um deputado for avençado de uma empresa – e eu não estou a dizer que algum deles é – poderia ter ido aos jogos do ‘Euro à ‘vontadinha, sem processos, sem levantamentos de imunidade. Dito de outro modo: segundo a lei, se a empresa x me levar ao jogo y e eu receber uma avença mensal dessa empresa, não há qualquer tipo de crime. É trabalho, é um cliente e é legal.

Dois dos deputados envolvidos, pelo contrário, estão em regime de exclusividade na Assembleia da República, prescrevendo de qualquer rendimento além do parlamentar, o que significa que não mantêm relações profissionais com nenhuma empresa. A moral da história, nesse sentido, é que a dedicação em exclusivo não compensa.

Alguém, por exemplo, pensa que o primeiro-ministro, quando se senta no camarote do estádio da Luz, influenciará de algum modo a legislação deste governo em benefício do Benfica? A mim, não me passa pela cabeça. E não se trata exatamente de um deputado anónimo.

Sugiro, por isso, aos carrascos da praça pública que façam o seguinte: respeitem a comunicação social, mas esperem pela justiça; mantenham a exigência, mas não generalizem.

É que no dia em que eles “forem todos corruptos”, qualquer um de nós poderá também sê-lo. Incluindo o meu caro leitor, que eu sei, porque o conheço bem e há algum tempo, nunca faria tal coisa.

IN "SOL"
01/08/17

.
.


1313.UNIÃO



EUROPEIA



.

2-UM SUAVE PECADO


LETHAL
AMBAR

..
.

Qual a sua dificuldade em
provar que fala a verdade?



FONTE: Razão ConsCiência

.
.
XVIII-VIDA SELVAGEM
2 - Desafios Mortais
O Dragão de komodo

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

1-UM SUAVE PECADO



ELLA BAILA
photographer FRANCO ASSENZA 

.
.
.
RECORDANDO

Creedence Clearwater Revival

Lookin' Out My Back Door



.
.

HISTÓRIA DA
AMNISTIA INTERNACIONAL



FONTE:AMNISTIA INTERNACIONAL PORTUGAL


.
.
3 multas de que não fazia ideia
 (no automóvel)



FONTE: "O JORNAL ECONÓMICO"

.
.
 DEPOIS DO CHECK-IN...


.
.

Pompeia francesa em Viena



FONTE: EURONEWS

.
.



PODEROSAS


Beautiful. Just beautiful. I cried... not like me....


.
.


1327
Senso d'hoje
PEDRO ADÃO E SILVA
PROFESSOR E SOCIÓLOGO
"Sobre o 'CORAÇÃO DAS TREVAS'
de JOSEPH CONRAD"



FONTE: VISÃO

.
.

COELHOS ENGRAÇADOS


.
.

BOM DIA


.
.

9-TEATRO
FORA "D'ORAS"

VII-AQUI HÁ  
FANTASMAS 



Consta que uma casa senhorial está assombrada. Então o Professor Hermes decide fazer uma experiência em que anda a magicar há muito tempo: testar a pílula da coragem. Escolhe um pobre diabo, o Chichas, para cobaia, e promete-lhe 150 contos em troca de ele passar lá a noite. Leva o Chichas e a uma enfermeira para a casa assombrada e pede a um colega que se disfarce de fantasma para assustar o homem. Só que há outros fantasmas lá em casa. Uma comédia escrita e encenada por Henrique Santana, gravada com público sob a direcção de televisão de Pedro Martins. Do elenco fazem parte, para além do próprio Henrique Santana, Rita Ribeiro, Armando Cortez, Maria Helena Matos, Henrique Santos, Carlos Quintas, Luís Alberto, António Feio, Cristina de Oliveira, José Raposo e Francisco Vaz. Uma peça de arrepiar.
.