23/02/2020

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.

47-FUTURANDO
Recuo do mar morto



01:05 Recuo do Mar Morto produz crateras com mais de 30 metros. O Futurando desta semana destaca a gravidade do recuo das águas do Mar Morto, que vem diminuindo de volume desde a década de 1980. O enorme lago salgado entre Israel e a Jordânia não é mais o mesmo. Algumas áreas nas margens parecem ter sofrido um bombardeiro, tamanho o número de crateras que não param de aparecer. Já são mais de seis mil.

07:27 O que tornam grãos ancestrais um superalimento. Vamos discutir também o retorno de antigos cereais à nossa dieta. Quinoa e amaranto estão ganhando cada vez mais adeptos e a ciência dá razão a essas pessoas. As sementes de origem milenar fornecem ao organismo vitaminas e minerais em quantidades maiores que as de outros tipos de trigo. Acompanhamos um chefe de cozinha na preparação de receitas com os dois ingredientes e um terceiro que você fica sabendo no programa.

14:04 As possibilidades da edição de DNA. Ainda no tema saúde, a ciência segue na busca por tratamentos mais eficientes para quem sofre de alguma imunodeficiência. A chave para que as pesquisas na área avancem é uma tesoura molecular batizada de CRISPR-Cas. O editor de genes foi descoberto pela pesquisadora francesa Emmanuelle Charpentier. Ela identificou que bactérias, por meio da edição genética, se defendem contra vírus.

18:53 A genética pode influenciar um ato criminoso? Por falar em genética, será que a tendência a cometer um crime tem a ver com o genoma que o indivíduo carrega? Existe sim a possibilidade de que alguém, por exemplo, com níveis baixos de serotonina no cérebro possa ter um comportamento mais violento. Mas a biologia não é o único fator decisivo. Experiências ruins, negligência familiar, abuso e maus tratos na infância contribuem da mesma forma. O medo também desperta a violência.



FONTE: DW Brasil

.
.
III- G Σ́ N I O S
2-
𝓕𝓻𝓪𝓷𝓬𝓲𝓼 𝓒𝓻𝓲𝓬𝓴,
𝓙𝓪𝓶𝓮𝓼 𝓓. 𝓦𝓪𝓽𝓼𝓸𝓷,
𝓡𝓸𝓼𝓪𝓵𝓲𝓷𝓭 𝓕𝓻𝓪𝓷𝓴𝓵𝓲𝓷,
𝓜𝓪𝓾𝓻𝓲𝓬𝓮 𝓦𝓲𝓵𝓴𝓲𝓷𝓼,
𝓕𝓻𝓮𝓭 𝓗𝓸𝔂𝓵𝓮



FONTE:   DocumentariosCiencia

.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
𝔸 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒 𝕟𝕒̃𝕠 𝕖𝕤𝕥𝕒́ 𝕟𝕒𝕤 𝕔𝕠𝕚𝕤𝕒𝕤:
𝕖𝕤𝕥𝕒́ 𝕖𝕞 𝕟𝕠́𝕤! 


.
.

ASTERIX E CLEOPATRA/4


.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
𝕆 𝕡𝕖𝕔𝕒𝕕𝕠 𝕖́ 𝕠 𝕞𝕠𝕥𝕚𝕧𝕠 𝕕𝕒 𝕥𝕦𝕒 𝕥𝕣𝕚𝕤𝕥𝕖𝕫𝕒. 
𝔻𝕖𝕚𝕩𝕒 𝕢𝕦𝕖 𝕒 𝕤𝕒𝕟𝕥𝕚𝕕𝕒𝕕𝕖 𝕤𝕖𝕛𝕒
𝕠 𝕞𝕠𝕥𝕚𝕧𝕠 𝕕𝕖 𝕥𝕦𝕒 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒!



.
.
Fred Elboni

Tenha coragem de mostrar
quem você é 



As pessoas parecem ter um sentimento secreto de que são inadequadas e por isso escondem seus verdadeiros sentimentos. O medo de ser criticado e de não agradar faz com que ninguém expresse o que sente. Mas ser vulnerável e se expor é o primeiro passo para a autoaceitação e para ser verdadeiro e melhor.
Formado em Publicidade e Propaganda, Fred Elboni é escritor, roteirista, youtuber, palestrante e muitas outras coisas que envolvem gente, viagens e comida. Foi roteirista do programa Amor & Sexo da TV Globo (2011/2012), fundou o portal EOH e é fascinado pelo comportamento humano e suas facetas. Tem 3,6 milhões de fãs inscritos em suas redes sociais. Nelas, gosta de mostrar às pessoas como tudo pode ser simples. Quando está escrevendo, conversando com as pessoas na rua ou simplesmente vivendo, tenta, sempre que possível, lembrar-se de que o segredo da vida está na busca pelo meio-termo. Fred é apaixonado por encontrar pessoas que o fascinem.

.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
ℕ𝕒̃𝕠 𝕙𝕒́ 𝕞𝕒𝕚𝕠𝕣 𝕕𝕖𝕤𝕧𝕖𝕟𝕥𝕦𝕣𝕒
𝕢𝕦𝕖 𝕒 𝕗𝕒𝕝𝕥𝕒 𝕕𝕖 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒𝕤!


.

DJAN GIRAY SAUEBORN

.




O ressurgimento mortal
 do terror de direita 
na Alemanha

Os atentados de quarta-feira, que tiveram o triste saldo de nove mortos, são um lembrete devastador da força que o terror de extrema-direita ainda tem na Alemanha.

Depois do ataque contra nove pessoas em Hanau, na Alemanha, o alegado assassino voltou para casa onde terá também assassinado a sua mãe e depois cometido suicídio. Antes, como já começa a ser hábito, tinha produzido um manifesto de 24 páginas. O professor Peter Neumann, do King's College, um dos mais reconhecidos especialistas europeus em radicalização, teve acesso ao texto e partilhou a sua análise no Twitter, com conclusões interessantes. Há toda uma série de semelhanças que ligam o seu perfil ao de outros terroristas de extrema-direita: movidos por teorias conspiratórias, com um ódio profundo por estrangeiros e "não-brancos" (ele apelou ao extermínio de vários países do norte da África, do Médio Oriente e da Ásia Central), bem como um complexo de superioridade devido à crença em teorias eugénicas. Além disso, parecia ser consumido pela paranoia - reclamando estar sob vigilância dos serviços secretos durante toda a sua vida.

Mas o que é mais importante aqui é o padrão de ocorrências. A Alemanha continua a ser um país que convive mal com a sua herança histórica e o ressurgimento da extrema-direita nas urnas é sempre problemático. A imagem de Bernd Höcke apertando a mão de Jürgen Kemmerich, do Partido Democrata Livre (FDP), sacudiu a base da identidade nacional alemã do pós-guerra. Höcke, um homem que os tribunais alemães decidiram que poderia ser legalmente rotulado de fascista, um homem que afirmou que o "problema era que Hitler era retratado como puramente maligno", um homem que usa a palavra "Remigração", tal como o assassino de Christchurch.

Este crime ocorreu poucos dias depois de doze membros de um grupo de extrema-direita terem sido presos enquanto planeavam grandes ataques a mesquitas, muçulmanos e políticos moderados. O objetivo deles era mergulhar a ordem social no caos e impulsionar uma guerra racial.

E ocorreu apenas alguns meses após o ataque a uma sinagoga em Halle, onde a única coisa que impediu a morte de dezenas de judeus celebrando o Yom Kippur foi uma porta de madeira reforçada.

E também apenas alguns anos após um jovem radical de 18 anos com motivações raciais ter matado nove e ferido 36 em Munique, na Alemanha. A polícia e o Ministério Público levaram três anos para destacar os motivos de extrema-direita do perpetrador, corrigindo as conclusões iniciais de dois relatos que consideravam os atos apolíticos.

Vários relatórios e investigações oficiais destacam como os neonazis e/ou simpatizantes, especialmente dentro do aparato de segurança da Alemanha, começaram a organizar e coordenar seus esforços. Segundo Christoph Gramm, o chefe do serviço da secreta militar alemã (MAD), quinhentos e cinquenta soldados alemães suspeitos de terrorismo de direita, estavam sob investigação. Uma reportagem do jornal alemão TAZ em 2018 revelou a existência de uma rede de direita subterrânea bem organizada e coordenada, com vínculos com as autoridades estatais. A exceção tornou-se a norma. O Brauner Sumpf (tradução: "pântano castanho", termo usado para descrever os neonazis devido à cor dos uniformes da NSDAP no Terceiro Reich) começou a espalhar-se.

"O racismo é veneno, o ódio é veneno, e este veneno existe em nossa sociedade". Essas foram algumas das palavras finais de Merkel na sua curta declaração de hoje sobre o crime.

O sentimento faz sentido, mas talvez a comparação não seja exata. O veneno não é contagioso e não se adapta a ambientes em mudança - ao contrário do vírus que é o terror de direita da Alemanha.

* Jornalista em Berlim

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
20/02/20


.
.


2193.UNIÃO



EUROPEIA



Fridays for future Hamburgo

.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
𝔸 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒 𝕖 𝕠 𝕒𝕞𝕠𝕣 𝕤𝕒̃𝕠 𝕒𝕤 𝕕𝕦𝕒𝕤 
𝕘𝕣𝕒𝕟𝕕𝕖𝕤 𝕒𝕤𝕒𝕤 𝕡𝕒𝕣𝕒 𝕠𝕤 𝕘𝕣𝕒𝕟𝕕𝕖𝕤 𝕗𝕖𝕚𝕥𝕠𝕤!


.
.
V-𝒜𝑒𝓇𝑜𝓅𝑜𝓇𝓉𝑜 𝒞𝑜𝓁𝑜̂𝓂𝒷𝒾𝒶/3



O El Dorado é o principal terminal aéreo da Colômbia, por onde passam milhões de pessoas todo ano. Tráfico de drogas e pessoas, deportação de criminosos e emergências médicas são apenas alguns dos casos que os agentes da segurança enfrentam todos os dias.


FONTE:  JP Moura
.
.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
𝔸 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒 𝕔𝕠𝕞𝕡𝕒𝕣𝕥𝕚𝕝𝕙𝕒𝕕𝕒 𝕖́ 
𝕦𝕞𝕒 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒 𝕕𝕠𝕓𝕣𝕒𝕕𝕒!

.
.

XXXVII-VISITA GUIADA

Aqueduto das Águas Livres/2

LISBOA - PORTUGAL


* Viagem extraordinária pelos tesouros da História de Portugal superiormente apresentados por Paula Moura Pinheiro.
Mais uma notável produção da RTP

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.
Mischa Maisky

Cello Suite No.1 in G


Johann Sebastian Bach

.
.
𝒞𝒪𝐼𝒮𝒜𝒮 𝒟𝐸 𝒜𝐿𝐸𝒢𝑅𝐼𝒜 𝒪𝒰 𝒩𝒜̃𝒪
𝔸𝕤 𝕒𝕝𝕖𝕘𝕣𝕚𝕒𝕤 𝕣𝕖𝕧𝕚𝕧𝕚𝕕𝕒𝕤 𝕟𝕦𝕟𝕔𝕒 𝕞𝕠𝕣𝕣𝕖𝕞 


.
.


5-ꉣꍏꀤꊼꂦ̃ꍟꌗ ꉣꃅꀤ꒒ꂦꌗꂦ́ꎇꀤꉓꍏꌗ
5.5-𝓞 𝓪𝓶𝓸𝓻 𝓬𝓸𝓶𝓸 𝓬𝓸𝓷𝓼𝓾𝓶𝓸
Olgária Matos



*  Como falar de amor em um tempo que não tem tempo para o amor? “O amor como consumo” é o tema deste Café Filosófico em que a filósofa e professora Olgária Matos reflete sobre como a nossa época vive o tempo e como isso mudou a própria natureza do amar. Matos descreve o processo histórico que fez com que o amor se tornasse mercadoria
FONTE:  Café Filosófico CPFL

.
.
ᙏᗩᙅᗩᙀ
VENDA DE MÁSCARAS NA REGIÃO
 Reportagem da jornalista Rosa Serrano



FONTE:  TDM Portuguese News & Programs

.
.
𝔓𝔞𝔦 𝔰𝔦́𝔯𝔦𝔬 𝔢𝔫𝔰𝔦𝔫𝔞 𝔣𝔦𝔩𝔥𝔞 𝔞 𝔯𝔦𝔯-𝔰𝔢
𝔡𝔬 𝔰𝔬𝔪 𝔡𝔞𝔰 𝔟𝔬𝔪𝔟𝔞𝔰



* Faz lembrar o filme "A Vida É Bela", mas é real e é na Síria. Adbullah ensinou a filha de três anos a identificar aviões ou pistolas de brincar no som das bombas que caem nos arredores de Idlib.

FONTE:  Observador

.
.
2-L̷U̷A̷N̷D̷A̷ L̷E̷A̷K̷S̷ 
2.2-B̷A̷N̷C̷A̷ E̷ O̷F̷F̷S̷H̷O̷R̷E̷S̷


(CONCLUSÃO DE ONTEM)

FONTE: SIC - 21/01/2020


.
.

 PUDIM DE OVOS

  Receitas do Paraíso
.
.
NINGUΣ́M LHΣ ÐÁ UM SAFANÃO






.


2255
Senso d'hoje
SEBASTIÃO SALGADO
REPUTADO FOTÓGRAFO
CIDADÃO BRASILEIRO
"GENESIS" 
UM GRITO DE ALERTA



FONTE:  euronews

.
.

ANIMAL TV

A HISTÓRIA DOS GATOS


  ANIMAL TV

.
.

BOM DOMINGO


.

.

93-CINEMA
FORA "D'ORAS"

𝐼-A cαѕα ∂σѕ єѕριяιтσѕ




𝒮𝐼𝒩𝒪𝒫𝒮𝐸:

𝒜 𝓃𝒶𝓇𝓇𝒶𝓉𝒾𝓋𝒶 𝑒́ 𝒸𝑒𝓃𝓉𝓇𝒶𝒹𝒶 𝓃𝒶 𝓋𝒾𝒹𝒶 𝒹𝒶 𝒻𝒶𝓂𝒾́𝓁𝒾𝒶 𝒯𝓇𝓊𝑒𝒷𝒶 𝑒 𝒶𝒸𝑜𝓂𝓅𝒶𝓃𝒽𝒶 𝓉𝓇𝑒̂𝓈 𝒹𝑒 𝓈𝓊𝒶𝓈 𝑔𝑒𝓇𝒶𝒸̧𝑜̃𝑒𝓈 𝓅𝑜𝓇 𝓂𝑒𝒾𝑜 𝒹𝒶𝓈 𝓅𝑒𝓇𝓈𝑜𝓃𝒶𝑔𝑒𝓃𝓈 𝒻𝑒𝓂𝒾𝓃𝒾𝓃𝒶𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓃𝒸𝒶𝓇𝓃𝒶𝓂 𝑜 𝓁𝓊𝑔𝒶𝓇 𝒹𝑒 𝓂𝒶̃𝑒, 𝒹𝑒 𝒻𝒾𝓁𝒽𝒶 𝑒 𝒹𝑒 𝓃𝑒𝓉𝒶, 𝓅𝑒𝓇𝒸𝑜𝓇𝓇𝑒𝓃𝒹𝑜 𝓆𝓊𝒶𝓈𝑒 𝓉𝑜𝒹𝑜 𝑜 𝓈𝑒́𝒸𝓊𝓁𝑜 𝒳𝒳..

𝒪 𝒹𝓇𝒶𝓂𝒶 𝓅𝒶𝓈𝓈𝒶-𝓈𝑒 𝓃𝓊𝓂 𝓅𝒶𝒾́𝓈 𝒾𝓃𝑜𝓂𝒾𝓃𝒶𝒹𝑜 𝑒 𝒻𝒾𝒸𝓉𝒾́𝒸𝒾𝑜, 𝓅𝑜𝓇𝑒́𝓂 𝒸𝑜𝓂 𝓅𝓇𝑜𝓅𝑜́𝓈𝒾𝓉𝒶 𝑒 𝑒𝓍𝓅𝓁𝒾́𝒸𝒾𝓉𝒶 𝓈𝑒𝓂𝑒𝓁𝒽𝒶𝓃𝒸̧𝒶 𝒸𝑜𝓂 𝑜 𝒞𝒽𝒾𝓁𝑒, 𝑒𝓈𝓅𝑒𝒸𝒾𝒶𝓁𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒 𝓃𝒶 𝓈𝓊𝒶 𝒸𝑜𝓂𝓅𝑜𝓈𝒾𝒸̧𝒶̃𝑜 𝓈𝑜́𝒸𝒾𝑜-𝑒𝒸𝑜𝓃𝑜́𝓂𝒾𝒸𝒶 𝑒 𝒸𝑜𝓃𝓋𝓊𝓁𝓈𝑜̃𝑒𝓈 𝓅𝑜𝓁𝒾́𝓉𝒾𝒸𝒶𝓈, 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝑜 𝓁𝒶𝓉𝒾𝒻𝓊́𝓃𝒹𝒾𝑜 𝑒 𝑜 𝑔𝑜𝓁𝓅𝑒 𝓂𝒾𝓁𝒾𝓉𝒶𝓇 𝒹𝑒 𝟣𝟫𝟩𝟥.

𝒢𝓇𝒶𝓃𝒹𝑒 𝓅𝒶𝓇𝓉𝑒 𝒹𝒶𝓈 𝒸𝑒𝓃𝒶𝓈 𝒻𝑜𝒾 𝒻𝒾𝓁𝓂𝒶𝒹𝒶 𝓃𝒶 𝒟𝒾𝓃𝒶𝓂𝒶𝓇𝒸𝒶, 𝑒𝓂 𝐿𝒾𝓈𝒷𝑜𝒶 𝑒 𝒞𝑒𝓇𝒸𝒶𝓁 𝒹𝑜 𝒜𝓁𝑒𝓃𝓉𝑒𝒿𝑜

𝒜𝓁𝑒́𝓂 𝒹𝒾𝓈𝓈𝑜, 𝒶 𝑒𝓈𝒸𝓇𝒾𝓉𝑜𝓇𝒶 𝒷𝒶𝓈𝑒𝑜𝓊-𝓈𝑒 𝓃𝒶 𝒽𝒾𝓈𝓉𝑜́𝓇𝒾𝒶 𝒹𝑒 𝓈𝓊𝒶 𝓅𝓇𝑜́𝓅𝓇𝒾𝒶 𝒻𝒶𝓂𝒾́𝓁𝒾𝒶, 𝒶̀ 𝓆𝓊𝒶𝓁 𝒶𝒹𝒾𝒸𝒾𝑜𝓃𝑜𝓊 𝒶𝒸𝑜𝓃𝓉𝑒𝒸𝒾𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜𝓈 𝑒 𝓅𝑒𝓇𝓈𝑜𝓃𝒶𝑔𝑒𝓃𝓈 𝒻𝒾𝒸𝓉𝒾́𝒸𝒾𝑜𝓈, 𝓆𝓊𝑒 𝒹𝒶̃𝑜 𝑔𝓇𝒶𝓃𝒹𝑒 𝓇𝒾𝓆𝓊𝑒𝓏𝒶 𝑒 𝒹𝓇𝒶𝓂𝒶𝓉𝒾𝒸𝒾𝒹𝒶𝒹𝑒 𝒶̀ 𝒽𝒾𝓈𝓉𝑜́𝓇𝒾𝒶.

𝒮𝒶̃𝑜 𝓉𝓇𝑒̂𝓈 𝓅𝓇𝑜𝓉𝒶𝑔𝑜𝓃𝒾𝓈𝓉𝒶𝓈, 𝒶𝓈 𝓉𝓇𝑒̂𝓈 𝑔𝑒𝓇𝒶𝒸̧𝑜̃𝑒𝓈 𝒹𝑒 𝓂𝓊𝓁𝒽𝑒𝓇𝑒𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝓈𝒶̃𝑜 𝒶 𝒷𝒶𝓈𝑒 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝑜 𝒶𝒸𝑜𝓂𝓅𝒶𝓃𝒽𝒶𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜 𝒹𝒶 𝓈𝓊𝒸𝑒𝓈𝓈𝒶̃𝑜 𝑔𝑒𝓇𝒶𝒸𝒾𝑜𝓃𝒶𝓁 𝒹𝒶 𝓃𝒶𝓇𝓇𝒶𝓉𝒾𝓋𝒶; 𝓉𝑜𝒹𝒶𝓈 𝒸𝑜𝓂 𝓋𝒾𝒹𝒶𝓈 𝒹𝒾𝒻𝒾́𝒸𝑒𝒾𝓈 𝑒 𝒶𝒸𝑜𝓃𝓉𝑒𝒸𝒾𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜𝓈 𝓂𝒶𝓇𝒸𝒶𝓃𝓉𝑒𝓈 𝑒 𝓉𝓇𝒶𝓊𝓂𝒶́𝓉𝒾𝒸𝑜𝓈: 𝒞𝓁𝒶𝓇𝒶, 𝒶 "𝒸𝓁𝒶𝓇𝒾𝓋𝒾𝒹𝑒𝓃𝓉𝑒", 𝓈𝓊𝒶 𝒻𝒾𝓁𝒽𝒶 𝐵𝓁𝒶𝓃𝒸𝒶 𝑒 𝒶 𝓃𝑒𝓉𝒶 𝒜𝓁𝒷𝒶, 𝓆𝓊𝑒 𝑒́ 𝑜 𝒶𝓁𝓉𝑒𝓇-𝑒𝑔𝑜 𝒹𝒶 𝓅𝓇𝑜́𝓅𝓇𝒾𝒶 𝐼𝓈𝒶𝒷𝑒𝓁.

𝐸𝓈𝓈𝒶𝓈 𝓂𝓊𝓁𝒽𝑒𝓇𝑒𝓈, 𝒻𝑒𝓂𝒾𝓃𝒾𝓃𝒶𝓈 𝑒 𝒻𝑜𝓇𝓉𝑒𝓈, 𝑒𝓃𝒻𝓇𝑒𝓃𝓉𝒶𝓂 𝒸𝑜𝓂 𝒸𝑜𝓇𝒶𝑔𝑒𝓂 𝒶𝓈 𝓅𝒶𝒾𝓍𝑜̃𝑒𝓈, 𝑜𝓈 𝒹𝓇𝒶𝓂𝒶𝓈 𝒻𝒶𝓂𝒾𝓁𝒾𝒶𝓇𝑒𝓈 𝑒 𝑜𝓈 𝒶𝒸𝑜𝓃𝓉𝑒𝒸𝒾𝓂𝑒𝓃𝓉𝑜𝓈 𝓉𝓊𝓇𝒷𝓊𝓁𝑒𝓃𝓉𝑜𝓈 𝒹𝑒 𝓈𝓊𝒶𝓈 𝑒́𝓅𝑜𝒸𝒶𝓈.
𝒜𝓈 𝓋𝒾𝓋𝑒̂𝓃𝒸𝒾𝒶𝓈 𝑒 𝒹𝒾𝒻𝒾𝒸𝓊𝓁𝒹𝒶𝒹𝑒𝓈 𝓅𝒶𝓈𝓈𝒶𝒹𝒶𝓈 𝓅𝑜𝓇 𝒸𝒶𝒹𝒶 𝓊𝓂𝒶 𝒹𝑒𝓁𝒶𝓈 𝓃𝒶̃𝑜 𝓈𝑒 𝒾𝓃𝓉𝑒𝓇𝓇𝑜𝓂𝓅𝑒𝓂 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝒹𝒶𝓇 𝒾𝓃𝒾́𝒸𝒾𝑜 𝒶 𝓊𝓂 𝓃𝑜𝓋𝑜 𝒸𝒾𝒸𝓁𝑜 𝒸𝑜𝓂 𝒶 𝓈𝑒𝑔𝓊𝒾𝓃𝓉𝑒, 𝓂𝒶𝓈 𝓈𝒾𝓂 𝓈𝑒 𝓈𝑜𝒷𝓇𝑒𝓅𝑜̃𝑒𝓂 𝑒 𝑒𝒸𝑜𝒶𝓂 𝑒𝓂 𝓊𝓂𝒶 𝓁𝒾𝑔𝒶𝒸̧𝒶̃𝑜 𝓂𝒶𝒾𝓈 𝓆𝓊𝑒 𝓂𝒶𝓉𝑒𝓇𝓃𝒶𝓁, 𝑒𝓈𝓅𝒾𝓇𝒾𝓉𝓊𝒶𝓁 𝑒𝓃𝓉𝓇𝑒 𝒶𝓈 𝑔𝑒𝓇𝒶𝒸̧𝑜̃𝑒𝓈. 


𝓔𝓛𝓔𝓝𝓒𝓞:

𝑀𝑒𝓇𝓎𝓁 𝒮𝓉𝓇𝑒𝑒𝓅 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒞𝓁𝒶𝓇𝒶 𝒹𝑒𝓁 𝒱𝒶𝓁𝓁𝑒 𝒯𝓇𝓊𝑒𝒷𝒶  
𝒢𝓁𝑒𝓃𝓃 𝒞𝓁𝑜𝓈𝑒 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝐹𝑒́𝓇𝓊𝓁𝒶 𝒯𝓇𝓊𝑒𝒷𝒶  
𝒥𝑒𝓇𝑒𝓂𝓎 𝐼𝓇𝑜𝓃𝓈 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝐸𝓈𝓉𝑒𝒷𝒶𝓃 𝒯𝓇𝓊𝑒𝒷𝒶  
𝒲𝒾𝓃𝑜𝓃𝒶 𝑅𝓎𝒹𝑒𝓇 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝐵𝓁𝒶𝓃𝒸𝒶 𝒯𝓇𝓊𝑒𝒷𝒶  
𝒜𝓃𝓉𝑜𝓃𝒾𝑜 𝐵𝒶𝓃𝒹𝑒𝓇𝒶𝓈 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒫𝑒𝒹𝓇𝑜 𝒯𝑒𝓇𝒸𝑒𝓇𝑜 𝒢𝒶𝓇𝒸𝒾́𝒶  
𝒱𝒶𝓃𝑒𝓈𝓈𝒶 𝑅𝑒𝒹𝑔𝓇𝒶𝓋𝑒 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒩𝒾́𝓋𝑒𝒶 𝒹𝑒𝓁 𝒱𝒶𝓁𝓁𝑒  
𝒜𝓇𝓂𝒾𝓃 𝑀𝓊𝑒𝓁𝓁𝑒𝓇-𝒮𝓉𝒶𝒽𝓁 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒮𝑒𝓋𝑒𝓇𝑜 𝒹𝑒𝓁 𝒱𝒶𝓁𝓁𝑒  
𝑀𝒶𝓇𝒾𝒶 𝒞𝑜𝓃𝒸𝒽𝒾𝓉𝒶 𝒜𝓁𝑜𝓃𝓈𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒯𝓇𝒶𝓃𝓈𝒾𝓉𝑜  
𝒥𝒶𝓃 𝒩𝒾𝓀𝓁𝒶𝓈 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒞𝑜𝓃𝒹𝑒 𝒥𝑒𝒶𝓃 𝒹𝑒 𝒮𝒶𝓉𝒾𝑔𝓃𝓎  
𝒱𝒾𝓃𝒸𝑒𝓃𝓉 𝒢𝒶𝓁𝓁𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝐸𝓈𝓉𝑒𝒷𝒶𝓃 𝒢𝒶𝓇𝒸𝒾𝒶  
𝒯𝑒𝓇𝒾 𝒫𝑜𝓁𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝑅𝑜𝓈𝒶 𝒹𝑒𝓁 𝒱𝒶𝓁𝓁𝑒 
𝒢𝓇𝒶𝒸𝑒 𝒢𝓊𝓂𝓂𝑒𝓇 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒿𝑜𝓋𝑒𝓂 𝒞𝓁𝒶𝓇𝒶

FONTE: Betty Niza