sexta-feira, 16 de junho de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
III~MEGA FÁBRICAS
2-CONSTRUÇÃO DO CRUZEIRO
INDEPENDENCE OF THE SEAS

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

HOJE NO 
"RECORD"

Vanessa Fernandes 
desiste no regresso ao Europeu

Vanessa Fernandes, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Pequim'2008, desistiu esta sexta-feira no campeonato da Europa, que venceu por cinco vezes e ao qual regressou após oito anos de ausência.
 .
A triatleta portuguesa, única representante lusa na prova feminina, desistiu após a etapa de natação, com a britânica Jessica Learmonth a conquistar a prova, em 1:57.50 horas, e a compatriota Sophie Coldwell em segundo, 15 segundos depois.

A portuguesa, que se sagrou pentacampeã continental entre 2004 e 2008, além de ter sido campeã do mundo em 2007, tinha dito na quinta-feira à Lusa que a participação no Europeu acontecia "de forma totalmente diferente".

"Estou novamente num campeonato da Europa desta vez a competir de forma totalmente diferente. A minha expectativa passa por desfrutar e continuar o meu legado", explicou.

No sábado disputa-se a prova de elites masculina, com a presença de João Pereira, João Silva, Miguel Arraiolos e Gaspar Pedro Afonso.

* Vanessa Fernandes terá sempre o nosso respeito.

.
.

8-O PREÇO DA 

IGNORÂNCIA


ÚLTIMO EPISÓDIO

* O título deste vídeo é soberbo mas tem a mesma validade para quem nele é atingido e para quem nele incrimina, a verdade absoluta não existe e esgotou-se a ideia de que "os comunistas comem criancinhas ao pequeno almoço", sendo  evidente que um famoso grupo ávido deste "manjar" é o clero da igreja católica que, como se sabe, é sustentada pelo capitalismo. 
Precisa-se bom senso e não ser "ingrominado" por quem fala de cátedra armado em sábio.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.
.
. 
HOJE NO
"JORNAL DE NOTÍCIAS"
Filho carregou mãe às costas por
 24 andares da torre Grenfell

A história "inacreditável" de um homem de 24 anos que salvou a mãe, portadora de deficiência, depois de a ter carregado às costas desde o topo da torre Grenfell até ao primeiro piso, é um dos mais recentes casos de heroísmos do incêndio em Londres.

"Shekeb tinha de a tirar dali o mais rápido possível. Pegou nos braços dela, pô-los à volta do pescoço e levou-a às costas pelos 24 andares", contou Aref, tio de Shekeb Neda, o recém-engenheiro mecânico que salvou a mãe do fogo que, esta quarta-feira, causou pelo menos 30 vítimas mortais num prédio habitacional em Grenfell Road.
 .
NO DIA DA LICENCIATURA
Flora, de 55 anos, sofre de doença muscular degenerativa e, por isso, não tem a capacidade locomotora de que precisava para fugir às chamas. A condição piorou as hipóteses de sobrevivência que, só por si, já eram escassas. Mas o filho fez-lhes frente e levou às costas a mãe, desmaiada, pela escadaria do edifício.

Flora está em coma no hospital, onde está também o filho, já fora de perigo e a "ficar bom, aos poucos", dizem fontes próximas ao "The Sun". O pai de Shekeb, Mohammed Neda, de 59 anos, está desaparecido. Continuou na casa em chamas quando mulher e filho desceram, e, desde então, não há notícia dele.

* Avassalador.

.
.

1-Segredos
Medievais


FONTE: Visão do Mundo - Documentários

.
.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS/ 
/DA MADEIRA"
Um terço do solo português comprometido

Em véspera do Dia Mundial da Combate à Desertificação e à Seca, a Quercus alerta que 32,6 % está degradado

Um terço do território nacional está degradado, alerta a Quercus. Amanhã é o Dia Mundial da Combate à Desertificação e à Seca (World Day to Combat Desertification), uma data criada pelas Nações Unidas para chamar a tenção para esta problemática e para a importância de uma terra saudável e produtiva. Este ano, destaca a Associação, a data é assinalada com a campanha #2017WDCD, onde destaca a importância deste recurso na produção de alimentos e na criação de emprego local, bem como na sua capacidade de aumentar a sustentabilidade e estabilidade, entre outras questões.
.
“Em Portugal, e segundo o Programa de Ação Nacional de Combate à Desertificação, 32,6 % do território nacional encontra-se em situação degradada, e 60,3% estão em condições razoáveis a boas”, refere a Quercus. “A aridez dos solos atinge a totalidade do interior Algarvio e do Alentejo, está a progredir para as zonas do noroeste, tradicionalmente uma das mais pluviosas da Europa, e a aumentar nas zonas do litoral sul e montanhas do Centro”.

Se os é verdade que os países mais afectados e vulneráveis à desertificação são, na sua maior parte, os mais pobres e menos desenvolvidos do Mundo, não é menos verdade que o problema é mais abrangente e também bate á porta dos chamados países desenvolvidos. “Na Europa, em virtude das profundas alterações ocorridas durante as últimas décadas nas áreas rurais, os modelos tradicionais de gestão agro-silvo-pastoril sofreram profundas transformações e o valor económico e social da terra sofreu profundas transformações, que em muitos casos se traduziram na degradação dos solos e no consequente abandono da terra”.

Nas causas apontadas para a degradação da terra em Portugal estão a utilização do solo com culturas agrícolas intensivas de regadio, com contaminação do solo por pesticidas e fertilizantes, erosão do solo, e alterações da paisagem; a (re)arborização dos espaços florestais com espécies exóticas e consequente perda de biodiversidade e esgotamento dos solos e dos aquíferos; os incêndios recorrentes; e os problemas socioeconómicos, que afastam as pessoas do interior.

A associação ambientalista pede medidas e legislação no sentido de proteger os últimos exemplares e bosquetes de Carvalhos autóctones; de obrigar a uma floresta multifuncional e à compartimentação da floresta, de forma a quebrar a continuidade dos povoamentos mono específicos, sejam de eucalipto ou de pinheiro bravo; de fazer cumprir a lei na prevenção dos incêndios florestais; de regulamentar culturas agrícolas intensivas de regadio em zonas de montados de sobro e azinho, cujo declínio urge inverter; e de remediar zonas de solos ameaçados ou já contaminados.

*  No  interior do Algarve e do Alentejo e também na Beira Interior vamos passar a ser beduínos.

.

JOSÉ MANUEL RIBEIRO

.




O sacrifício final 
de André Silva

O dinheiro manda, mas o Milan está longe de ser o clube mais reconfortante para o ponta de lança/milagre da Seleção 

Desde ontem, a Seleção é o porto seguro de André Silva. Em circunstâncias normais, ou seja, podendo o FC Porto ser esquisito no negócio, a transferência para um clube doente como o Milan seria uma maldade que lhe faziam. 

Nos dias que correm, o Milan não é o pai adotivo, nem a mãe, a quem Portugal gostaria de entregar o seu ponta de lança/milagre, o bebé nacional que abre horizontes e que ainda vigiamos com cuidado, por medo de que lhe venha a falhar um passo. 

Para o Milan, André Silva são quarenta milhões de euros, cambiáveis em x golos que terão de ser marcados. Para a história do futebol português, é o primeiro ponta de lança contratado por um gigante europeu (o mais próximo foi Pauleta, mas o PSG era outro). 

Era a única posição em campo que faltava na rota da seda entre Benfica, FC Porto, Sporting e os tubarões de Espanha, Inglaterra, Itália e Alemanha: a última peça do grande puzzle, depois do Euro"2016. Portugal/produto de qualidade está completo; quanto a André Silva, não sabemos. 

Até agosto, vai escalar duas montanhas. Começará pela primeira fase final que joga com a Seleção (carregando as tais expectativas) e prosseguirá em Milão, num clube às apalpadelas, ainda mais confuso e perdedor do que o atual FC Porto. Apesar de tudo, será melhor do que o desterro russo no Zenit (a alternativa) e os 40 milhões de euros encerram uma folha de serviços imaculada no Dragão. 

O sacrifício final de um jogador que se especializou nisso.

IN "O JOGO"
12/06/17

.
.


1263.UNIÃO



EUROPEIA



.
 HOJE NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Banco de Espanha dá por perdidos 60,6 mil milhões de euros de ajudas à banca

A autoridade monetária espanhola divulgou esta sexta-feira um relatório sobre a crise financeira e bancária no país e concluiu que haverá perto de 61 mil milhões de euros de ajudas que concedeu às "cajas" que ficarão por receber. Ou seja, 69% do dinheiro que emprestou não será devolvido.

"Relatório sobre a crise financeira e bancária em Espanha, 2008-2014". É este o título do documento hoje publicado pelo Banco de Espanha na sua página online, que dá conta sobretudo da sua actuação durante a crise do sector financeiro naquele período, se bem que o balanço remonte ao ano 2000 – ano em que a bolha creditícia ainda não tinha dado sinais, conforme sublinha o Cinco Días.
.
Ao longo de 276 páginas, este relatório diz que as medidas para evitar a crise financeira foram "claramente insuficientes", destaca o Expansión. Com efeito, este Livro Branco reconhece que, durante a formação da bolha do crédito, e posteriormente - aquando dos desequilíbrios que acabaram por penalizar as entidades financeiras -, os instrumentos regulatórios do banco central não foram suficientes.

No entanto, a autocrítica fica-se por aqui, não havendo avaliação das restantes autoridades durante a crise, refere o mesmo jornal. Mas o supervisor valoriza o facto de ter conseguido alcançar o objectivo principal, que era evitar a falência de um grande número de entidades – algo que teria tido "efeitos demolidores" na estabilidade do sistema, na economia real e no emprego, frisa por seu lado o Cinco Días.

O supervisor, presidido durante o período analisado por Jaime Caruana (2000-2006), Miguel Ángel Fernández Ordóñez (2006-2012) e Luis María Linde, assinala em particular a "escassa implementação à escala internacional de esquemas de identificação atempada de riscos financeiros de carácter sistémico e de ferramentas de política macroprudencial", refere o El Mundo. É esse o motivo, na opinião do Banco de Espanha, para as suas próprias limitações no que diz respeito a uma focalização mais eficiente na prevenção da crise à escala tanto global como nacional.

Um dos aspectos analisados é o do custo da crise, tanto do ponto de vista do contribuinte como dos accionistas. Segundo as contas do banco central, os resgates públicos representaram um desembolso de capital de 64.098 milhões de euros, a que se somam mais 10.390 milhões em programas de protecção de activos e mais 1.922 milhões em garantias, diz o Expansión.

A este custo que teve o Estado espanhol há agora que subtrair o dinheiro que for recuperado com a venda dos activos nacionalizados. E actualmente a projecção do supervisor passa por recuperar 12.198 milhões de euros – "se bem que, como as vendas do BFA-Bankia, Banco Mare Nostrum (BMN) e Sareb estão ainda pendentes, estes valores não são mais do que estimativas", ressalva o jornal espanhol.

O Expansión acrescenta que, até ao momento, os contribuintes conseguiram recuperar apenas 4.139 milhões de euros, através de desinvestimentos e reembolsos geridos pelo Fundo de Reestruturação Ordenada Bancária (Frob), veículo criado por Madrid para apoiar o sector. A somar aos 12.198 milhões que o governo prevê ainda recuperar, o total será de 16.337 milhões de euros.

Se o Estado conseguir recuperar os 12.000 milhões previstos com a venda do Sareb e da fusão Bankia-BMN, o Banco de Espanha reconhece que ficarão dados como perdidos 60.613 milhões de euros de dinheiros públicos – emprestados sobretudos às "cajas".

Deste valor perdido, o Banco de Espanha estima em 27.344 milhões de euros o total não recuperável das ajudas que os contribuintes destinaram à reestruturação do sistema financeiro, refere por seu lado o El Mundo. "São, grosso modo, sete em cada dez euros destinados às antigas ‘cajas de ahorro’, basicamente o Bankia, Catalunya Banc, Novacaixagalicia e Banco de Valencia", acrescenta.

O ministro espanhol da Economia disse esta sexta-feira, citado pelo Expansión, que confia que se irá "recuperar o máximo possível" das ajudas à banca, sublinhando que o Bankia "vale muitíssimo dinheiro".

No entanto, acrescentou Luis de Guindos, para se ter números finais será necessário esperar pelo "resultado final" do Sareb, conhecido como ‘banco mau’, assim como pela fusão entre o Bankia e o BM.

*  A banca, sanguessuga como é hábito.

.
.

IV-HUMANIDADE

A HISTÓRIA DE TODOS NÓS

2.2-CRIAÇÃO DO ISLAMISMO
3.2-OURO
4-OS VIKINGS
5.1-A ILHA DE PÁSCOA



 * Neste vídeo da série, subdividido em 3 episódios, vão cruzar-se várias civilizações, em cada episódio encontra em subtítulo os items correspondentes.

** As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.


.
.
MICROALGAS
NEGÓCIO ECOLÓGICO



FONTE: EURONEWS

.
.
HOJE NO 
"DESTAK"

Marcelo canta os parabéns à Abraço
 e saúda "revolução" no tratamento 
do VIH/sida

O Presidente da República cantou hoje os parabéns à associação Abraço, criada há 25 anos para apoiar pessoas infetadas com VIH/sida, e saudou os progressos no diagnóstico e tratamento desta doença, considerando que houve "uma revolução".
 .
"É uma revolução, se pensarmos na situação vivida no nosso país - como noutros - no início dos anos 80, e ao longo dos anos 80, e mesmo no início dos anos 90", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, durante uma visita à sede da Abraço, em Lisboa.

Segundo o chefe de Estado, houve "uma revolução em termos culturais, de mentalidade, sociais e, portanto, também psicológicos, mas uma revolução também em termos clínicos".

* ABRAÇO, instituição merecedora do maior dos respeitos.

.
.

Cuca Roseta

Marcha da Esperança


.
.
HOJE NO 
"i"
Portugal perde mais de 
30 mil habitantes e envelheceu

De acordo com os dados revelados pelo INE, a população residente em Portugal em 2016 foi de 10.309.573 pessoas.

O número representa uma quebra de 31757 habitantes face ao ano anterior. "Nos últimos sete anos, a população de Portugal reduziu-se em 264 mil pessoas, mantendo-se a tendência de decréscimo populacional verificada desde 2010, ainda que se tenha atenuado nos últimos três anos", acrescenta o INE.
 .
O envelhecimento da população portuguesa acentuou-se em 2016. O número de jovens com menos de 15 anos desceu para 1.442.416, ou seja, menos 18.416 na comparação com o período homólogo. Já o número de pessoas com 65 anos ou mais aumentou para 2.176.640, mais 35.816.

* Portugal velhote.

.
.
HOJE NO 
"A BOLA"

McDonald’s coloca ponto final 
na ligação de mais de 40 anos 
ao Comité Olímpico Internacional

O Comité Olímpico Internacional anunciou esta sexta-feira ter chegado a acordo com a McDonald’s para colocar ponto final no contrato de sponsorização dos Jogos Olímpicos.
 .

 Rompe-se assim uma das mais duradouras parcerias na história do Desporto — a cadeia de fast food tornou-se patrocinadora olímpica em 1976; apenas a Coca-Cola (desde 1928) e a Omega (desde 1932) têm uma ligação mais longa ao universo olímpico do que a McDonald’s.

A marca, cujo contrato com o COI se cifrava em cerca de 45,5 milhões de euros anuais, alegou «diferentes prioridades» para pôr fim à ligação.

O COI não revelou os valores deste acordo, que tem efeitos imediatos. Porém, a marca ainda figurará nos Jogos Olímpicos de inverno, na Coreia do Sul, no próximo ano.

Recorde-se que em 2012, as partes tinham renovado o patrocínio por mais oito anos.

* Estranhamos que o COI tenha acordo comercial  com a McDonald’s.

.
.

ATÉ DÁ ENTREVISTAS...



FONTE: AFPBr

.
.
HOJE  NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Ajuda para cerca de nove milhões 
de crianças sírias está ameaçada

A crítica escassez de financiamento está a ameaçar a ajuda a nove milhões de crianças sírias, quer no país quer as que estão refugiadas nos países vizinhos, anunciou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).
  .
“Sem novos fundos, algumas atividades essenciais estão em sério risco de serem cortadas, com graves consequências para as crianças”, acrescentou a UNICEF.

Aquela agência da ONU disse ainda que faltam 220 milhões de dólares (196,5 milhões de euros) para preencher a verba total de 1,4 mil milhões de dólares (1,250 mil milhões de euros) que pediu em 2017 para financiar os seus programas de assistência na Síria.

A UNICEF adiantou que cerca de seis milhões de crianças síria precisam de assistência e outras 2,5 milhões também necessitam de serem apoiadas nos países vizinhos.

* Uma calamidade!

.
.
HOJE  NO 
"CORREIO DA MANHÃ"
Morreu o ex-chanceler alemão
 Helmut Kohl

O ex-chanceler alemão Helmut Kohl morreu esta sexta-feira, aos 87 anos. Kohl foi chanceler entre 1982 e 1998 e é considerado o responsável pela reunificação da Alemanha após a queda do muro de Berlim, em 1989. 
 .

Este longo período à frente do governo federal alemão divide-se entre a altura em que liderava a Alemanha ocidental e Berlim Ocidental e a altura em que esteve à frente da Alemanha unificada. Foi também ele o responsável pela unificação monetária das duas Alemanhas, em outubro de 1990. 

Foi neste ano, em dezembro, que conseguiu a maioria nas primeira eleições da Alemanha unificada, derrotando Oskar Lafontaine. O dirigente democrata-cristão é descrito politicamente como ágil, astuto e de reação fácil e rápida, nunca temendo 'mudar' a sua convicção e orientação política para bem da Alemanha e perante o desafio da unificação. 

Foi Kohl o responsável pela ascensão política e pela popularidade de Angela Merkel, tendo apadrinhado e apoiado a atual chanceler no seu percurso político. 

* Um grande estadista, amigo de Portugal!

 .
.
CONCEITOS
10.RELAÇÕES VIOLENTAS




FONTE: Minutos Psíquicos

..
.
HOJE  NO 
"OBSERVADOR"

Eurodeputado do PS chama “cigana”
 a deputada socialista

Eurodeputado socialista Manuel dos Santos diz que deputada do PS é "cigana" e não "só pelo aspeto". "Uma vergonha de eurodeputado", diz Galamba. Ao Observador, Luísa Salgueiro opta por não comentar.

O eurodeputado socialista Manuel dos Santos apelidou a deputada socialista Luísa Salgueiro de “cigana”. Numa publicação na sua página de Twitter, Manuel dos Santos, natural de Matosinhos, acusa a deputada e candidata à câmara de Matosinhos de ser “cigana não só pelo aspeto, mas também porque paga os favores que recebe com votos alinhados com os centralistas”. Rui Tavares, ex-eurodeputado eleito pelo Bloco de Esquerda, e João Galamba, porta-voz do PS, falam em “racismo” e “numa vergonha de eurodeputado”.
.
BONITA É!
Começou por ser uma consideração sobre a votação dos deputados portugueses de Lisboa como sede da Agência Europeia do Medicamento, mas depressa extrapolou para considerações pessoais sobre uma deputada em concreto. “Entre os deputados socialistas que votaram Lisboa como sede da Agência Europeia do Medicamento esteve Luísa Salgueiro, dita a cigana”, começou por dizer o eurodeputado socialista.

E prosseguiu: “Luísa Salgueiro, desconhecida deputada em Lisboa, reside na Maia, é protegida por Costa e Pizarro e vai ser candidata à câmara de Matosinhos”.

O ex-eurodeputado eleito pelo Bloco de Esquerda Rui Tavares reagiu dizendo ser “lamentável” e inaceitável. “Não posso achar aceitável que um deputado ao Parlamento Europeu se exprima nestes termos racistas”, escreveu.

João Galamba, deputado e porta-voz do PS, comentou dizendo que Manuel dos Santos era “uma vergonha de MEP (eurodeputado)”.
Não achas tu e não acha ninguém. Uma vergonha de MEP”, escreveu João Galamba.
Ao Observador, Luísa Salgueiro, que esta sexta-feira pelas 18h vai inaugurar a sede da sua candidatura a Matosinhos, optou por não comentar o caso.

* Comentários de ilustres políticos.

RUI TAVARES - POLITÓLOGO
Lamento, mas não posso achar aceitável que um deputado ao Parlamento Europeu se exprima nestes termos racistas.

CARLOS ZORRINHO - EURODEPUTADO
“Pessoalmente, não considero que esteja a fazer essas declarações como eurodeputado”, acabou por publicar um tweet repudiando as declarações de Manuel dos Santos.

ANA PAULA VITORINO - MINISTRA DO MAR
Irei hoje às 18:30, com muita honra, à abertura da sede de candidatura da Senhora Deputada Luísa Salgueiro a Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos.
A todas as razões de competência e dedicação à causa pública acresce agora toda a minha solidariedade pelo ataque de que é vítima e que atinge toda a gente de bem.
As afirmações reproduzidas na notícia abaixo são xenófobas e racistas, impróprias portanto de um regime democrático.

TIAGO BARBOSA
Deputado socialista, usa palavras duras na crítica a Manuel dos Santos, acusando-o de misoginia, racismo e xenofobia, dizendo que o eurodeputado é “uma vergonha para os socialistas”.

PORFÍRIO SILVA
Deputado socialista, "Um eurodeputado eleito nas listas do PS que usa o qualificativo "cigana" como insulto não merece sequer continuar a ser militante do PS. Seria assim mesmo que o "insulto" não fosse dirigido a uma deputada e a uma dirigente nacional do PS".

** AGORA NÓS
Não é a primeira vez que Manuel dos Santos diz bacoradas, o Secretário-geral não tem o papel de educador mas a má educação  não pode passar em branco.

.
.
HOJE NO
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
Sabe quantos americanos pensam 
que o leite com chocolate vem
 de vacas castanhas?

48% dos norte-americanos não sabe de onde vem o leite com chocolate e 7% acredita mesmo que são as vacas castanhas que o dão, ou seja, 16 milhões de pessoas
.
Sete por cento da população dos Estados Unidos acredita que o leite com chocolate vem de vacas castanhas, segundo um estudo do Innovation Center of U.S. Dairy. O número parece baixo, mas ganha outra dimensão quando se percebe que corresponde a 16,4 milhões de pessoas - ou seja, há mais americanos a acreditar que vacas castanhas adicionam o chocolate ao leite do que portugueses no mundo (10,3 milhões, segundo a Pordata).

Neste estudo, apenas foram questionadas pessoas com mais de 18 anos. 48% dos inquiridos disseram não saber de onde vem o leite com chocolate e 7% disseram que apenas vacas castanhas davam leite com chocolate.

Segundo o Washington Post, vários especialistas em educação ficaram surpreendidos com este estudo, mas apenas pelo número de respostas erradas não ter sido mais alto. Os especialistas falam numa iliteracia geral no que toca à agricultura e nutrição.


Nos anos 90, um estudo do departamento de agricultura dos Estados Unidos concluiu que 1 em cada 5 norte-americanos adultos não sabia que os hambúrgueres são feitos de carne de vaca.

"Neste momento estamos condicionados a pensar que, se precisamos de comida, vamos à loja. Nada no nosso sistema de educação ensina às crianças de onde a comida vem antes disso", disse Cecily Upton, co-fundadora da FoodCorps, uma ONG que incentiva o contacto das crianças da escola primária com quintas agrícolas e alimentos saudáveis.

O leite com chocolate é um produto muito apreciado nos Estados Unidos, independentemente da idade. Aliás, 29% dos inquiridos confessaram que usam os filhos como desculpa para comprar este leite e que depois acabam por beber tudo sozinhos, segundo o Independent.

"Nós temos crianças que ficam surpreendidas por saber que as batatas fritas vêm da batata e que os pickles são pepinos", continuou Upton.

Segundo o Washington Post, o departamento de agricultura dos Estados Unidos revelou em 2014 que a fruta que os americanos mais consomem é o sumo de laranja e que consideram as batatas fritas - incluindo as de pacote - um vegetal.

Na verdade, o leite com chocolate é leite de vaca, e não só, com cacau e açúcar.

* Fique também com esta informação: 20% dos americanos pensa que o sol anda à volta da terra, giro né?

.
.

DEMOCRÁTICAMENTE

BANIDOS

NA ARÁBIA SAUDITA



 A SOCIALIZAÇÃO ENTRE MULHERES E HOMENS




A COMPANHIA DE GATOS E CÃES



 TELEMÓVEIS COM CÂMARA



 FREQUENTAR CINEMA OU TEATRO



 A MULHER VIAJAR SOZINHA



 LIBERDADE RELIGIOSA



 PRÁCTICA DESPORTIVA FEMININA



 MULHERES INTERDITAS DE CONDUZIREM



 MULHERES NÃO PODEM ESTUDAR MÚSICA
 EM ESCOLAS PÚBLICAS



 COMEMORAR O DIA DOS NAMORADOS



.
.
 
1278
Senso d'hoje
KAREEMI
GRADUADA EM JORNALISMO
ACTIVISTA BRASILEIRA
EM SEGURANÇA NO TRABALHO
"ACEITAR"


Em que momento a segurança no trabalho de alguém pode afetar a sua própria segurança e a vida?
Kareemi sabe muito bem o que isso significa. Em 28.12.2011 estava feliz da vida para uma viagem especial. Iria até Florianópolis visitar sua família. Dentro do autocarro já se imaginava na ilha mais visitada do Brasil. Mas, algo aconteceu que não chegou ao seu destino. Um acidente de trabalho, na vida do motorista  interrompeu a viagem e uma nova rota teria que ser traçada. O motorista dormiu ao volante (ponto fraco na segurança da empresa de transportes) e a viatura tombou. Ali, naquele momento, o braço de Kareemi deixou de existir. Foi uma amputação traumática. Além do braço, também sofreu politraumatismo no tórax, perfuração no pulmão, escapo na cabeça e lesões nas vértebras 6 e 7 da coluna cervical (colocou placas de titânio para fixar o pescoço). Sobreviver era o mais importante.


FONTE: Amputados Vencedores

.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS













.