segunda-feira, 19 de junho de 2017

UMA GRAÇA PARA O FIM DO DIA

.

.
2-O MERCADO NEGRO DE
REMÉDIOS CONTROLADOS



FONTE: Conexão Repórter

..
.
.
EROTIC PERFORMANCES
10-A FLOR BOIANDO
ALÉM DA ESCURIDÃO

Andreia Yonashiro




Spectacle de danse contemporaine
Hommage au danseur et chorégraphe japonais Kazuo Ōno.
Direction : Joana Lopes
Amapola théme : Gaditan Joseph Lacalle

FONTE: Zeka Lopez

.
.

MINUTOS DE

CIÊNCIA/142

ÁRVORE DA DECOMPOSIÇÃO
EM FATORES PRIMOS



FONTE: MATEMÁTICA RIO

.
.

 XI-MEGA MÁQUINAS

1-LAMBORGHINI AVENTADOR


*Interessante série reveladora da quase perfeição mecânica, notável produção da NG.

* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.

JOANA PETIZ

.





Contar outra história

A história triste repete-se todos os anos, com o número de afogamentos a causar choque, mas sem que se alterem os pressupostos que ajudam a que esta realidade se mantenha. Neste ano, em que apesar de tudo ainda não houve muitos dias de verdadeiro calor, o número de vítimas já ultrapassa os 40.

São apenas os casos que acabaram pior os que entram nesta negra contabilidade, muitos deles miúdos pequenos que não resistiram à força das correntes ou ficaram presos nalguma raiz escondida no fundo de um rio ou que foram traídos por um fundão ou um remoinho.

Hoje, 13 de junho, e numa semana em que muitos portugueses aproveitaram os feriados para se escaparem até um destino de sol e mar, há ainda dezenas de praias sem vigilância; em certas zonas, esta só é designada a 15 de julho - sem contar com as correntezas de água que nunca a chegam a ter.

E algumas apenas a têm porque os concessionários que ali fazem negócio reconhecem que é preferível avançarem eles próprios do que esperar que quem é de facto responsável se mexa. É que o preço de, ano após ano, atrasar o arranque da época balnear na melhor das hipóteses para meados de maio, com justificações como a falta de dinheiro ou o facto de não haver clientes a banhos que justifiquem presença permanente, é demasiado caro.

Num país de turismo e que hoje se gaba de ter gente a chegar a estas paragens o ano inteiro, em que o surf e os desportos náuticos são cada vez mais populares, se não o fazemos pelos nossos, pelo menos por aqueles que nos visitam deveríamos mudar. E essa mudança implica uma decisão simples: a de prolongar o que chamamos época balnear pelo menos aos períodos de férias tradicionais - fim de ano, Carnaval, Páscoa... - e aos seis meses de maior calor.

Não partindo do princípio de que só na linha de Cascais, na Costa de Caparica e a sul há gente nas praias, mas antes tendo a certeza de que toda a nossa costa e algumas barragens e rios são crescentemente atrativos quer para portugueses quer para estrangeiros que nos visitam. É preciso mudar, para que se consiga começar a contar outra história.

IN "DIÁRIO DE NOTÍCIAS"
13/06/17

.
.


1266.UNIÃO



EUROPEIA



.

1- MACHU PICCHU


* As nossas séries por episódios são editadas no mesmo dia da semana à mesma hora, assim torna-se fácil se quiser visionar episódios anteriores.

.
.

5-CONSUMISMO

(Consumidor, consumo e consumista)



FONTE: REVISÃO

.
.
 HOJE NO
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
China pode ser escolhida para integrar índices mundiais MSCI

Nos últimos três anos esta possibilidade tem sido ponderada, mas tem ficado apenas no papel.

Poderá ser esta terça-feira que as acções chinesas de classe A negociadas em Xangai e Shenzen passam a integrar os índices mundiais MSCI, segundo o Financial Times. Nos últimos três anos esta possibilidade tem sido ponderada, mas tem ficado apenas no papel.
 .
PRAÇAS FINANCEIRAS ONDE O MSCI OPERA

A decisão, se avançar, terá grandes repercussões para os investidores a nível mundial, uma vez que obrigará os fundos de investimento a injectarem milhares de milhões de dólares nas acções chinesas, diz o FT.

A maior gestora mundial de fundos, a BlackRock, apoiou publicamente, pela primeira vez, a inclusão destas acções nos índices MSCI, refere a mesma publicação.

E o MSCI alterou grandemente a sua proposta de inclusão para a tornar mais atractiva para os seus clientes, refere o jornal britânico. A lista de empresas com acções de classe A a ser incluída no índice de referência mundial para os mercados emergentes integrará apenas 169, contra 448 anteriormente.

Assim, se estas acções forem incluídas, representarão apenas 0,5% do índice MSCI para os mercados emergentes e não os 5% da anterior proposta.

* Os movimentos de uma bolsa de valores são captados através de índices de bolsa de valores.
Tais índices englobam o valor em moeda corrente de determinada carteira de ações, consideradas mais representativas no movimento total do mercado, de empresas atuantes em determinados setores da economia ou que se diferenciam devido alguma característica específica. 
A variação do índice espelha a tendência da bolsa - de alta ou de baixa -  num determinado momento do pregão, ou ao final dele, comparando-se com o índice do dia anterior.
Os índices de ações servem como um termômetro para o mercado, pois as ações tendem seguir um movimento em grupo, desvalorizando-se ou valorizando-se conjuntamente, principalmente nos casos onde o índice sofre variações bruscas. 
Os índices podem englobar as ações mais negociadas no mercado a que se referem, as de maior ou menor capitalização, de um sector específico ou mesmo aquelas que se diferenciam e algum aspecto (como por exemplo os índices de dividendos, governança corporativa ou sustentabilidade Empresarial). Eles podem referir-se a um mercado específico, um grupo de mercados ou uma região (como mercados emergentes, desenvolvidos, BRICS, etc).
Outra função importante dos índices é servir como referencial de rentabilidade para fundos e carteiras de ações, que podem buscar replicá-los (gestão indexada) ou superá-los (gestão ativa). 
Com o surgimento dos ETFs, que em sua maioria possuem gestão passiva, esta função tornou-se especialmente relevante e houve a proliferação de diferentes índices criados para serem o benchmark deste tipo de produto.
Diferentes mercados possuem índices mais ou menos representativos, que podem ser calculados pelas próprias Bolsas de valores ou por empresas especializadas, como MSCI, S&P ou FTSE. 

IN "WIKIPÉDIA" 

.
.

Gaiteiros Lisboa

Lenga Lenga


.
.
HOJE NO 
"DESTAK"

'Drone' voa ao lado de Boeing antes de 
o avião aterrar no Aeroporto de Lisboa

Um Boeing da companhia holandesa KLM reportou hoje que um 'drone' "voou ao seu lado" a 1.200 metros de altitude, à vertical do Farol do Bugio, no estuário do Rio Tejo, disseram à agência Lua fontes aeronáuticas. 
 .
ABATAM-NOS
 Contactada pela Lusa, a NAV Portugal (responsável pela gestão do tráfego aéreo) confirmou a ocorrência, acrescentando que irá notificar a Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) e o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), sendo este o quinto incidente este mês e o nono desde o início do ano.

Segundo as mesmas fontesm, o incidente ocorreu pelas 14:30, quando os pilotos do Boeing 737-800, com capacidade para 162 passageiros, se aperceberam de "um drone a voar ao lado", no momento em que o avião estava no corredor aéreo para rumar ao Aeroporto de Lisboa, sendo aquela zona igualmente utilizada para os aviões que aterram e descolam do Aeródromo de Cascais. 

* A impunidade voa alto.

.
.
HOJE NO
"i"
Ataque em Londres. 
“Quero matar todos os muçulmanos”, disse condutor

Populares imobilizaram o autor do ataque até à chegada da polícia



Pouco depois da meia-noite, um homem que guiava uma carrinha atropelou várias pessoas perto de uma mesquita em Finsbury Park, em Londres.
.
UM ANTEPASSADO
A polícia inglesa confirmou que está a tratar o incidente como um “ataque terrorista”, pelo menos uma pessoa morreu no local, embora não se saiba com certeza se a morte está relacionada com o ataque.

“O ataque ocorreu quando um homem estava a receber primeiros socorros dos populares na zona, infelizmente morreu. Uma possível ligação entre a sua morte e o ataque irá fazer parte da nossa investigação. É demasiado cedo para afirmar que esta morte foi um resultado do ataque”, adiantou um porta-voz da força antiterrorismo, citado pelo Guardian.

Testemunhas no local dizem que o condutor da carrinha terá gritado: “Quero matar todos os muçulmanos”. O homem, de 48 anos, foi imobilizado pelos populares, até que a polícia chegou e o deteve, sob suspeita de tentativa de homicídio.

Pelo menos oito pessoas terão ficado feridas, duas delas em estado “em estado muito grave”, de acordo com as autoridades.

* Provavelmente terrorismo judaico/cristão, a história está repleta de eventos destes até com mais crueldade.

.
.

A Semana em retrospectiva



FONTE: EURONEWS


.
.
 
HOJE NO 
"A BOLA"

Real Madrid
«Até ao final da Taça das Confederações não vou perturbar Cristiano»
 - Florentino Pérez
 
O presidente do Real Madrid falou, esta segunda-feira, sobre as notícias em torno de Cristiano Ronaldo. Florentino Pérez garantiu que desconhece os passos do internacional português e que só depois do final da Taça das Confederações terá uma conversa com CR7.
.
«Cristiano, tal como os outros jogadores, tem contrato com o Real Madrid. Passou-se alguma coisa que afetou a sua credibilidade, mas ele falará connosco e veremos o que se passa», começou por dizer Florentino Pérez, em declarações ao programa El Transistor da rádio espanhola Onda Cero.

«Neste momento está num torneio muito importante, que é a Taça das Confederações. Não vou estar a perturbar o seu ambiente de seleção. Tudo é estranho, mas o que se passou tenho a certeza que falará connosco», prosseguiu o presidente dos merengues, fazendo questão de vincar que não coloca em causa a idoneidade do internacional português.

* Falou "palha". Deveria afirmar que está solidário com Cristiano Ronaldo, defendendo a sua idoneidade. Estranhamos que esta cabala só foi despoletada depois do  Real Madrid ter ganho a final da Champions com dois golos de CR7.

.
.
HOJE  NO 
"AÇORIANO ORIENTAL"

Países mediterrânicos unem-se 
para gestão sustentável da água 
e sistemas agrícolas

Os países mediterrânicos reunidos na Fundação PRIMA vão ter mais de 200 milhões de euros para aplicar, a partir de 2018, na gestão sustentável da água e dos sistemas agrícolas, adiantou a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).
  .
Segundo o presidente da FCT, Paulo Ferrão, os 19 países que constituem a Fundação PRIMA (Parceria para a Investigação e Inovação na Região Mediterrânea) vão ter 220 milhões de euros de fundos comunitários para projetos nestas áreas, podendo a Comissão Europeia financiá-los a fundo perdido até 60% do valor total.

Do lado da FCT, que vai coordenar a participação das instituições portuguesas nos projetos, o financiamento para o envolvimento nacional será de 7,5 milhões de euros.

A parceria para projetos nas áreas de gestão sustentável da água e de sistemas agrícolas, e também da valorização alimentar dos países integrantes, abrange o período 2018-2028, com as candidaturas a arrancarem em 2018.

O âmbito da Fundação PRIMA “abre significativas oportunidades para as instituições portuguesas em cooperação com as do norte de África e europeias”, considerou Paulo Ferrão, que adiantou que a primeira fase de trabalho dos 19 países passará pela organização de ‘workshops’ para que os cientistas dos diferentes países se possam conhecer e possam “estar mais capacitados” para concorrer.
Portugal deverá “em breve” participar num dos ‘workshops’ com o Egito, adiantou Paulo Ferrão.

A reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas, será a representante nacional no conselho de fundadores.

Portugal participou hoje, em Madrid, na criação da Fundação PRIMA, uma parceria que, para além da Alemanha e Luxemburgo, reúne 17 países mediterrânicos do norte de África e sul da Europa.
Entre os membros da fundação encontram-se Croácia, Eslovénia, França, Grécia, Israel, Malta, Tunísia, Turquia, Argélia, o Egito, a Jordânia, o Líbano e Marrocos.

A iniciativa foi lançada na segunda conferência ministerial euro-mediterrânica, realizada a 04 de maio, em Malta.

A Fundação PRIMA terá sede em Barcelona e ficará responsável pela gestão das atividades em parceria.

* Cépticos como convém, desejamos saber quantos dos 200 milhões vão ser afectados às alvíssaras a distribuir por pressurosos e "seleccionados" cidadãos, quando militarem nos vários grupos de estudo a constituir.

.
.

Para que o sofrimento
nos torne diferentes


PEDRÓGÃO GRANDE


.
.
HOJE  NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Famosos reagem ao direto polémico
 de Judite Sousa
.
Jornalista fez reportagem junto a um corpo queimado no incêndio de Pedrógão.

Judite Sousa foi destacada pela TVI para acompanhar de perto a tragédia vivida em Pedrógão Grande. Num dos vários diretos que fez, a jornalista protagonizou um momento, no Jornal das 8, que se tornou muito polémico.

Enquanto relatava o que estava a acontecer no terreno, Judite Sousa tinha um corpo queimado ao lado. Não demorou muito até que as críticas se fizessem sentir nas redes sociais, e muitas delas feitas por 'colegas' da jornalista.

Hélder Reis, apresentador da RTP, usou as redes sociais para partilhar o desagrado sobre a reportagem emitida pela TVI. "Para mim, como cidadão e profissional de comunicação, isto não pode ser. Fazer televisão ao lado de um corpo. Não, não. Este não é o caminho. Lamento. Estou em choque". Daniel Oliveira que integra o programa 'Eixo do Mal', da SIC Notícias, também demonstrou estar contra o ocorrido. "Um corpo aqui ao meu lado, de uma senhora, que ainda não foi retirado", diz Judite de Sousa, a falar, numa reportagem, com um cadáver atrás, parcialmente tapado. Não mostro a imagem nem comento".

 O comediante Luís Filipe Borges partilhou o Código Deontológico doa Jornalistas Portugueses no Facebook, e nos comentários à publicação pode-se ler "É mandar isso à colega Judite de Sousa, parece que precisa de refrescar a memória".

* Todas as televisões são responsáveis por reportagens canhestras alvo de duras críticas por parte de figuras públicas, esta é apenas mais uma tão sórdida como as anteriores. 
* RECUSAMO-NOS A EDITAR  A FOTOGRAFIA.

.
.
HOJE  NO 
"OBSERVADOR"

Hermínio Loureiro e outras seis
 pessoas detidas por alegada 
corrupção e tráfico de influência

A PJ deteve 7 pessoas por alegada corrupção e tráfico de influência. Em causa, manipulação de regras de contratação pública envolvendo também clubes de futebol. Um dos detidos é Hermínio Loureiro.

O ex-autarca Hermínio Loureiro, o atual presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Isidro Figueiredo, um funcionário camarário e quatro empresários, nomeadamente da construção civil, foram detidos, esta segunda-feira, pela Polícia Judiciária, pela “presumível autoria de crimes de corrupção ativa e passiva, prevaricação, peculato e tráfico de influência”, no âmbito de inquérito titulado pelo Ministério Público – DIAP de Aveiro, Secção de Santa Maria da Feira.

O Observador confirmou que Hermínio Loureiro, atual vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, ex-presidente da Liga de Futebol Profissional e ex-secretário de Estado do Desporto, é o ex-autarca detido. E a Lusa, citando fonte da PJ ligada à investigação, escreve que o autarca detido é o atual presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis. Isidro Figueiredo, indicado por Loureiro como seu sucessor, é também o candidato do PSD às próximas autárquicas.
Para já há “fortes indícios da existência de relações privilegiadas entre os suspeitos que, ao longo do último ano, têm visado a realização de diversas obras em diferentes localidades, manipulando as regras de contratação pública”, lê-se no comunicado sobre a “Operação Ajuste Secreto”.
No comunicado enviado às redações, a PJ diz que foram levadas a cabo 31 buscas, incluindo cinco camarárias e cinco em clubes locais de futebol, na qual participaram magistrados do Ministério Público e cerca de 90 elementos da Polícia Judiciária.
 .
TRIO DE ATAQUE
A Lusa dá conta que alguns dos detidos foram conduzidos, esta segunda-feira, às câmaras municipais envolvidas para realização de buscas. Uma delas é a de Oliveira de Azeméis. E entre os cinco clubes de futebol alvo de buscas policiais estão o União Desportiva Oliveirense, Atlético Clube de Cucujães e Futebol Clube Macieirense.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 40 e os 60 ano e serão presentes a primeiro interrogatório judicial à competente autoridade judiciária para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Hermínio Loureiro renunciou ao cargo de presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis em dezembro de 2016. Na altura justificou a decisão dizendo que “é muitas vezes mais importante saber sair da cena política, do que a ela se apresentar”. De acordo com uma declaração transmitida na Câmara Municipal, à qual a Lusa teve acesso, Hermínio Loureiro (PSD), reeleito em 2013 para a presidência da autarquia, disse que se tratava da conclusão “da atividade política como dirigente eleito pelos munícipes, transmitindo os destinos do concelho a outras pessoas, igualmente preparadas, no quadro previsto na legislação em vigor”.

Já nesta altura, várias fontes do PSD relacionavam a saída do ex-autarca com a investigação em curso. Fontes da distrital do PSD temem o efeito desta detenção nas próximas autárquicas.
Aquando do anúncio da sua demissão da liderança da autarquia de Oliveira de Azeméis (e de uma série de outros cargos públicos que desempenhava), Hermínio Loureiro foi confrontado pelo Expresso com os rumores da existência de uma investigação judicial. O atual vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol disse então ser “um livro aberto” e convidou os “céticos” a questionarem o Ministério Público, a Polícia Judiciária e os tribunais sobre alguma investigação contra si.

A narrativa de Hermínio Loureiro baseou-se apenas num fim de ciclo. “Simplesmente achei que após 22 anos ininterruptos de vida pública e política era tempo de sair de cena” (…) “Não há qualquer jogada (…) Se fosse Rui Rio a fazê-lo era um génio para os jornalistas e comentadores”, afirmou.

* Vamos aguardar desenvolvimentos porque há muita porcaria para desvendar.

.
.
78-NO GINÁSIO
1-TREINO FUNCIONAL
AGILIDADE



FONTE: EXERCÍCIO EM CASA


.
.
 
1280
Senso d'hoje
ANDY MURRAY
CAMPEÃO DE WIMBLEDON
1º NO RANKING ATP
"A pressão é uma coisa boa"


FONTE: EURONEWS


.

NOTÍCIAS PARA HOJE

.
COMPRE JORNAIS












.
.
UM PANGOLIN NA LAMA


.
.

BOM DIA


.
.
.

2-BIZARRO

FORA "D'ORAS"

XVIII-MOUNT OLYMPUS


(COM PERÍODO DE REPOUSO)

*Quem diz que os artistas não são atletas?

 O artista belga Jan Fabre e 27 outros artistas conceberam uma apresentação de 24h sem paragem nem intervalos, intitulada de Mount Olympus, que foi estreada no Berliner Festspiele. 
O incrível feito de resistência foi escrito, dirigido e coreografado por Fabre, que novamente empurra os limites do teatro.

Depois de 12 meses de ensaios, Mount Olympus tentou unir todas as facetas do trabalho anterior do artista. 

Descrito como 'um projecto excepcional' no site do Berliner Festspiele, os artistas  'dançaram, actuaram, amaram, sofreram, dormiram e sonharam ao percorrerem os mitos da Grécia antiga'.  Levaram os espectadores através duma actuação entre o acordar e o sonhar, entre o sonho e a realidade.

Actuações anteriores baseadas na resistência, tal como a sua peça de oito horas 'Isto é Teatro Como Era Esperado e Antecipado'  (1982), revolucionaram o conceito da arte de teatro e actuação.

Desde 1951 que o Berliner Festspiele une uma variedade de entre-cruzamentos de disciplinas artísticas e de eventos culturais para promover a rica e colorida paisagem artistica de Berlim.


** Somos suficientemente incultos e incapazes para considerar como arte este espectáculo, não há como aprender e digerir.

*** A primeira parte da encenação foi editada neste blogue entre 07 e 25 de Abril.
Disfrute.

..