sexta-feira, 2 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"RECORD"


O homem que comprou 2,67 milhões de
.ações do Benfica em apenas dois meses

As notícias passaram algo despercebidas à grande maioria dos adeptos do Benfica, certamente focados na luta pelo título da equipa de futebol, mas nos últimos dois meses registaram-se alterações significativas na estrutura acionista da SAD das águias.
 .
Entre 23 de março e 25 de maio, José António dos Santos, presidente da Valouro, adquiriu 2,67 milhões de ações e tornou-se no principal investidor a título individual da sociedade, com quase 13 por cento - o Benfica detém mais de 60 por cento. Em sentido inverso, Somague e Novo Banco deixaram de ter qualquer participação, acabando esses títulos por serem adquiridos por António Santos, que antes destas duas operações tinha pouco mais de 200 mil ações.

O empresário, de 74 anos, lidera o o maior grupo económico do setor agro-alimentar português, e um dos maiores da Europa, desde a sua fundação em 1990. Entre 1958 e 1974 geriu a Casa Manuel dos Santos e outras empresas da família. Atualmente, para além do Grupo Valouro - cuja principal marca comercial é a Avibom, utilizada na comercialização de produtos avícolas -, é também presidente da Caixa de Crédito Agrícola da Lourinhã, desde 1988, e fundador da Santa Casa da Misericórdia da Marteleira.

"O Grupo Valouro SGPS, SA é o maior grupo económico do setor agro-alimentar português e um dos maiores da Europa. A produção de rações e a avicultura são as principais áreas de negócio desta Sociedade, cujo capital é detido maioritáriamente pela familia Santos. Os gémeos António José e José António têm sido, ao longo dos últimos 50 anos, os verdadeiros estrategas do grupo e os responsáveis pelo crescimento exponencial e pelo dinamismo do setor avícola em Portugal", pode ler-se no site oficial do grupo.

* Se a "cova da iria" estivesse à venda....mais galinhas se produziam.

.

Sem comentários: