sexta-feira, 5 de maio de 2017

.
HOJE NO 
"JORNAL DE NEGÓCIOS"

Hospital da Prelada vai ter a maior unidade de ensaios clínicos da Europa

A expansão da unidade de ensaios clínicos do portuense Hospital da Prelada, num investimento superior a dois milhões de euros, vai transformar esta infra-estrutura, que é gerida pela BlueClinical, na maior do género na Europa, garante a Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Na próxima segunda-feira, 8 de Maio, a Santa Casa da Misericórdia do Porto e o seu parceiro BlueClinical vão formalizar um acordo que prevê a expansão da unidade de ensaios clínicos instalada no Hospital da Prelada, que a transformará na "maior e mais moderna" infra-estrutura do género na Europa.
 .
A garantia é dada pela Santa Casa da Misericórdia do Porto, proprietária do Hospital da Prelada, que adianta que o novo investimento, orçado em mais de dois milhões de euros e que será assumido pela BlueClinical, irá dotar aquela unidade de 120 camas e ocupará mais de três mil metros quadrados.

Instalada desde 2013 no Hospital da Prelada, sendo gerido pela BlueClinical, esta será uma unidade da chamada "fase I", ou seja, de ensaios clínicos de farmacologia humana em indivíduos saudáveis e em doentes.

A BlueClinical, sediada em São Martinho do Bispo, Coimbra, é uma empresa de medicina translacional dedicada ao desenvolvimento de medicamentos e dispositivos médicos.

Com a expansão das instalações, que deverá estar concluída em menos de dois anos, esta unidade terá capacidade para realizar uma centena de ensaios por ano. A nível europeu, realizam-se anualmente cerca de 1.400 ensaios clínicos de fase I, dos quais mais de mil envolvem voluntários saudáveis, adianta a proprietária do Hospital da Prelada.

Trata-se de ensaios que representam "uma etapa obrigatória no desenvolvimento de medicamentos inovadores e de genéricos".

Este investimento integra o Plano de Modernização do Hospital da Prelada, a concretizar entre 2017 e 2022, da ordem dos cinco milhões de euros. 

* Educação, cultura e ciência são três condições essenciais para o desenvolvimento.

.

Sem comentários: