quinta-feira, 15 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"A BOLA"

APAF pede celeridade na investigação
 de denúncias de corrupção

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) pretende rápida e esclarecedora investigação face às recentes denúncias de corrupção em torno do Benfica.
 .
«A APAF apenas quer a verdade, tal como a Federação Portuguesa de Futebol, que no dia seguinte ao conhecimento das suspeitas abriu processo de inquérito, estando o mesmo a decorrer. O que nós pedimos é que os passos seguintes, quer na Comissão de Instrutores, no Ministério Publico ou nos tribunais, sejam céleres», disse Luciano Gonçalves, presidente da APAF, em declarações citadas pela Antena 1.

O Conselho de Disciplina da Federação foi, de resto, célere na abertura de um inquérito a alegados casos de corrupção, conforme anunciou no passado dia 8, «tendo por base declarações e notícias relacionadas com denúncia de eventuais atos de corrupção». O processo encontra-se, por isso, na Comissão de Instrutores da Liga.

* O FCP já não ganha há quatro anos,  para o verão arranjou este folclore que os jornais desportivos agradecem, vendem mais.

.

Sem comentários: