segunda-feira, 26 de junho de 2017

.
HOJE NO  
"JORNAL DE NEGÓCIOS"
Prada lança clip que custa 165 euros

Virou moda: as marcas de luxo põem um pé nos objectos do quotidiano ou nos segmentos de entrada de gama e adaptam-nos para venda a preços astronómicos.

Há algumas semanas, foi a Balenciaga a lançar um saco de pele cuja cor azul e a posição das alças sugeriam uma inspiração no saco que a IKEA vende aos seus clientes. Em vez de 70 cêntimos por um saco Frakta, os clientes da marca de luxo podiam optar pelos quase 2.000 euros que custa a mala de mão em pele.
 .
Agora, foi a Prada a arriscar e com um objecto ainda mais quotidiano: um clip de escritório. Uma caixa de 120 unidades na Staples custa 2,99 euros. Na marca de luxo, apenas um dos clipes com aquela insígnia ascende a 185 dólares (165 euros à cotação actual).

Ou seja, 4.125 vezes mais do que um clip normal, que se vende a 2,5 cêntimos por unidade naquela cadeia de retalho. A diferença – grande – é que o clip da Prada é de prata e significativamente maior em tamanho: 6,25 centímetros por 2,25 centímetros.

E o uso também é diverso do do clip de escritório. Não espere ver um destes a segurar um par de folhas em cima de qualquer mesa: o objectivo é servir para juntar notas (muitas) dentro da carteira.

* Existem no mundo mais de 800 milhões de pessoas que auferem por dia menos de 2 euros, por outro lado existe uma marca de moda que produz um vulgar clip para ser vendido a 165 euros, só temos uma coisa a dizer: "vão levar no cú e enfiem o clip para servir de calçadeira".

.

Sem comentários: