segunda-feira, 26 de junho de 2017

.
HOJE NO
"DESTAK"

Distrital do PS pede demissão do provedor da Santa Casa local

O presidente da distrital de Leiria do PS pediu hoje a demissão do provedor da Santa Casa de Pedrógão Grande, João Marques, que deu a informação errada a Passos Coelho sobre um alegado suicídio na sequência dos incêndios.

Passos Coelho disse hoje ter tido conhecimento de que um suicídio terá ocorrido em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, por falta de apoio psicológico, informação que se veio a verificar ser falsa e que lhe tinha sido dada pelo provedor da Santa Casa daquele concelho, João Marques.

"Exijo a demissão imediata de João Marques do cargo de provedor da Santa Casa da Misericórdia de Pedrógão Grande. Alguém que demonstra esta falta de responsabilidade atroz e oportunismo político do mais insensível que existe não pode continuar a representar uma entidade com os valores da Santa Casa da Misericórdia", afirma António Sales, líder da distrital socialista, na nota enviada à agência Lusa.

"Peço desculpa por ter usado informação não confirmada"- Passos

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, pediu hoje desculpas por ter "usado informação não confirmada" ao falar na existência de suicídios, depois desmentidos, como consequência da falta de apoio psicológico na tragédia de Pedrógão Grande. 
.

"Eu peço desculpa por ter utilizado uma informação que não estava confirmada", afirmou Passos Coelho à chegada a Odivelas para a apresentação da candidatura de Fernando Seara à Câmara Municipal.

No entanto, Passos Coelho pediu que tal facto não desvie a atenção do que considera ser o essencial, reiterando que "o Estado falhou" e o Governo tem de fazer chegar rapidamente o apoio público aos familiares das vítimas.

* O despudor dos agentes do PSD é tanto, na absurda e voraz intenção de criar factos políticos sobre o sofrimento de tanta gente, que já não se importam de avaliar a veracidade da informação, são uns "Bafos de Onça"

.

Sem comentários: