segunda-feira, 26 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"


Eurodeputados do sul da Europa organizam "Dijsselbloem Nights"

O objetivo da festa, que decorre amanhã e depois em Bruxelas, é "combater os estereótipos" depois de o presidente do Eurogrupo ter acusado estes países de gastarem o dinheiro "em copos e mulheres".

Uma dezena de eurodeputados do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde, que inclui o Partido Comunista Português e o Bloco de Esquerda, está a organizar dois dias de festa em Bruxelas intitulados "Dijsselbloem Nights - Combater os Estereótipos".
 .

 Uma referência ao presidente do Eurogrupo e ministro das Finanças holandês, Jeroen Dijsselbloem, que numa entrevista ao jornal alemão 'Frankfurter Allgemeine Zeitung' disse que os países do sul da Europa gastam o dinheiro "em copos e mulheres".

De acordo com a página do evento no Facebook, "a noite de música e cultura" de dia 27 de junho (terça-feira) é dedicada à cultura grega, portuguesa e cipriota. Na noite seguinte, à italiana e espanhola. Os eventos no Collectivo Garcia Lorca são grátis.

Em comunicado, os eurodeputados afirmam que as "Dijsselbloem Nights" refletem a "urgente necessidade de condenar este tipo de comportamento estereotipado especialmente quando expresso por uma autoridade europeia, muitas vezes diretamente responsável pelo seu empobrecimento e deterioração".

A organização fala na necessidade de "promoção de um entendimento cultural mais profundo entre as diferentes identidades", com a apreciação de especialidades gastronómicas, assim como música e dança.

* Vai ficar frustrado por não poder participar, terá de se cingir ao bairro da luz vermelha de Amsterdam.

.

Sem comentários: