sexta-feira, 23 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"DESTAK"
Governo recusa suspender programa
 de rearborização de eucaliptos

O ministro da Agricultura recusou hoje suspender o concurso de nove milhões de euros, em fundos comunitários, para rearborização de eucaliptos, assegurando que o objetivo é ordenar a plantação desta espécie e não permitir mais área plantada. 
 .
"Aquilo que nós pretendemos quanto ao eucalipto - e temos sido bastante criticados por isso - é travar a expansão da área do eucalipto, mas em menos área produzir mais matéria-prima para uma indústria que representa dois mil milhões de euros de exportações", afirmou o governante Luís Capoulas Santos, em declarações aos jornalistas em Góis, concelho fustigado pelos incêndios que deflagraram no sábado.

O governante respondia assim ao pedido do Bloco de Esquerda (BE) de suspensão do concurso de rearborização de eucaliptos. 

* Uma coisa é a perspectiva económica outra coisa é o bom senso político, pior é o autismo governativo depois duma tragédia em que grande parte da responsabilidade é a incúria da fiscalização da administração pública, do  que a lei determina para se protegerem pessoas e bens públicos e privados. Essa responsabilidade primeira é de quem governa. 
Não argumentem com  o problema  do minifúndio e da falta de dinheiro dos proprietários para limpeza das florestas, o Estado é  latifundiário e também incompetente para defender as  árvores de todos nós.

.

Sem comentários: