quarta-feira, 24 de maio de 2017

.
HOJE  NO
"OBSERVADOR"

Ministro das Finanças assume presidência do Conselho de Governadores do BEI

O ministro das Finanças, Mário Centeno, assumiu a presidência do Conselho de Governadores do Banco Europeu de Investimento, sucedendo ao seu homólogo da Polónia.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, assumiu esta quarta-feira a presidência do Conselho de Governadores do Banco Europeu de Investimento (BEI), sucedendo ao seu homólogo da Polónia, anunciou o Ministério das Finanças.
 .

Em comunicado, as Finanças afirmam que o mandato terá a duração de um ano e que a nomeação “é automática e decorre do esquema de rotação estabelecido pelo banco, baseado na ordem alfabética dos Estados-membros em língua inglesa”.
 .
Enquanto presidente do Conselho de Governadores do BEI, Mário Centeno presidirá à reunião anual do Conselho de Governadores — composto pelos restantes ministros das Finanças da União Europeia –, que “deverá ocorrer em maio de 2018, bem como a eventuais reuniões extraordinárias do Conselho que venham a ser agendadas”.

O BEI foi fundado em 1958 e tem como principal objetivo a “promoção do desenvolvimento do mercado interno da União Europeia, através da concessão de financiamento a longo prazo, de garantias e de assistência técnica”, lê-se no comunicado do Ministério das Finanças.

Portugal tornou-se acionista do BEI em 1986, com a adesão à então Comunidade Económica Europeia. Contudo, o BEI começou a financiar operações em Portugal a partir de 1976, tendo desde essa data emprestado cerca de 46.404 milhões de euros para apoiar 769 projetos. O volume de financiamento do BEI foi de 83,75 mil milhões de euros em 2016. O financiamento assinado pelo BEI em 2016 em Portugal totalizou 1.486 milhões de euros, ligeiramente acima dos 1.413 milhões de euros observados em 2015.

* Não é um cargo de mérito é quase administrativo, melhor é continuar a ser ministro das Finanças de Portugal, continuamos a respeitá-lo muito.

.

Sem comentários: