quinta-feira, 29 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"

Estados Unidos vendem armamento
 a Taiwan no valor de 1,3 mil milhões
 de dólares

A administração norte-americana autorizou a venda de 1,3 mil milhões de dólares em armamento a Taiwan, revelou um responsável militar à agência France-Presse. 


Esta decisão promete provocar a cólera de Pequim, que já tinha manifestado a sua oposição a esta intenção. 

De acordo com a mesma fonte, entre o armamento vendido estão sistemas de radares e misseis.

* Há muitos anos Taiwan foi expulsa da ONU por a ditadura chinesa considerar que aquele território é parte integrante da república chinesa. Desde então Taiwan vive sem acordos internacionais legais e formais e nós hipocritamente não nos importamos que mais de 20 milhões de pessoas vivam à margem do resto do mundo mas quando toca a dinheiro tudo é possível. Taiwan foi um dos membros fundadores da ONU.

 ** CONFIRMEM A POUCA VERGONHA
Taiwan(em chinês: 臺灣 ou 台灣 (tradicional), 台湾 (simplificado)), oficialmente República da China (RC), é um Estado insular localizado na Ásia Oriental, que evoluiu de um regime unipartidário com reconhecimento mundial e jurisdição plena sobre toda a China para uma democracia com reconhecimento internacional limitado e com competência apenas sobre a ilha Formosa e outras ilhas menores, apesar de usufruir de relações de facto com muitos outros países. Até 1949, foi o governo chinês reconhecido internacionalmente e, como tal, foi um dos membros fundadores das Nações Unidas e um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da organização, até ser substituído pela República Popular da China em 1971.
Fundada em 1912, a República da China abrangia grande parte da China continental e da Mongólia. No final da Segunda Guerra Mundial, com a rendição do Japão, o país anexou o grupo de ilhas de Formosa e Pescadores (Penghu) à sua jurisdição. Quando o Kuomintang (KMT), o Partido Nacionalista Chinês, perdeu a guerra civil para o Partido Comunista em 1949, o governo da RC foi transferido para Taipé e estabeleceu a cidade como sua capital temporária (também chamada de "capital da guerra" por Chiang Kai-shek) enquanto os comunistas fundaram a República Popular da China (RPC) na China continental

Formosa, ao lado das ilhas Pescadores, Kinmen, Matsu e outras menores, em seguida, tornou-se a extensão da autoridade da República da China. Apesar de sua competência abranger apenas esta área, durante o início da Guerra Fria a República da China ainda era reconhecida por muitos países ocidentais e pela ONU como o único governo legítimo da China.
Constitucionalmente, a República da China não renunciou à sua reivindicação como o único governo legítimo de toda a China, embora, na prática, não possa prosseguir ativamente com estes objetivos. Os partidos políticos do país, muitas vezes, têm visões radicalmente diferentes a respeito da soberania de Taiwan. Ambos os ex-presidentes Lee Teng-hui e Chen Shui-bian mantinham a opinião de que é um país soberano e independente, separado da China continental e de que não há necessidade de uma declaração formal de independência. O presidente Ma Ying-jeou, no entanto, manifestou que considera que a República da China é um país soberano e independente, que inclui a China continental e Formosa.
O país é uma democracia semipresidencialista e com sufrágio universal. O presidente atua como chefe de estado e a Assembleia Nacional serve como órgão legislativo. Considerado um dos quatro "tigres asiáticos", Taiwan é a 26.ª maior economia do mundo. A sua indústria de tecnologia desempenha um papel-chave na economia global. A República da China é classificada como desenvolvida em termos de liberdade de imprensa, saúde, educação pública, liberdade econômica, entre outros indicadores sócio-econômicos.

"WIKIPEDIA"

 .

Sem comentários: