sexta-feira, 21 de abril de 2017

.
HOJE  NO
"DESTAK"

Fernando Paulouro considera 
"honra inultrapassável" receber 
Prémio Eduardo Lourenço

Fernando Paulouro Neves, que foi hoje anunciado como o vencedor da 13.ª edição do Prémio Eduardo Lourenço, considera uma "honra inultrapassável" receber um galardão com o nome deste ensaísta português. 
 .
"Confesso que é um galardão que me deixa muito honrado, porque se há um prémio que pode honrar alguém ligado à cultura portuguesa, esse prémio é aquele que tem nome do professor Eduardo Lourenço. Em suma, ter um prémio com o nome de Eduardo Lourenço é uma honra inultrapassável", afirmou o escritor e jornalista, em declarações à agência Lusa.

Instituído em 2004 pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), com sede na cidade da Guarda, o prémio Eduardo Lourenço destina-se a galardoar personalidades ou instituições com "intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas". 

* Fernando Paulouro tem nome de família anti-fascista, António Paulouro foi o fundador do Jornal do Fundão e notável anti-salazarista e o sobrinho é agora premiado pela sua obra literária e também como jornalista e director durante alguns anos do jornal acima referido.

.

Sem comentários: