segunda-feira, 10 de abril de 2017

.
HOJE  NO
"OBSERVADOR"

Rússia declara ilegal a partilha 
desta foto de Putin maquilhado

A partilha desta imagem de Vladimir Putin foi considerada ilegal pelo governo russo. Quem a partilhar terá de pagar 3 mil rublos russos. O resto do mundo tornou-a viral como forma de protesto.

O Ministério da Justiça russo incluiu esta imagem de Vladimir Putin maquilhado num fundo semelhante à bandeira gay na lista de materiais extremistas que não podem ser partilhados online no país, noticiou o The Moscow Times. Quem violar a lei que proíbe a partilha deste cartaz sujeita-se a uma multa de 3.000 rublos russos (50 euros) ou a 15 dias de detenção administrativa, decidiu o Tribunal Distrital Central de Tver.
 .

A imagem tinha sido criada em 2013 quando a Rússia aprovou uma série de leis que sancionava as publicações que considerassem a homossexualidade uma “conduta aceitável” e adjetivou-as de pornografia. Vladimir Putin assinou leis que proibiam aos casais homossexuais de adotar crianças russas e deu autorização à polícia para deter durante até 14 dias turistas e estrangeiros suspeitos de serem gays ou defensores dos direitos dos homossexuais. Nessa época, o cartaz tornou-se popular durante as manifestações em frente à Duma Federal, que detém o poder legislativo na Rússia. Agora, a ilustração, acompanhada pela hashtag #Putinsofab, tornou-se viral no resto do mundo.

De acordo com o El País, esta imagem começou a ser partilhada na rede social VK por Alexander Tsvetkov, um cidadão russo, em 2014. Em maio de 2016, a fotografia foi considerada “extremista” e foi eliminada das redes sociais juntamente com outras publicações de Tsvetkov com críticas à administração de Putin. Pouco depois, o perfil de Alexander Tsvetkov foi apagado do VK por “infringir os termos e condições de utilização” deste Facebook russo.

Esta imagem é a entrada número 4.071 na lista de materiais extremistas da Rússia. Nela incluem-se também gravações áudio ou textos publicados na Internet que põem em causa as políticas de Putin. Esta imagem, que mostra o presidente russo numa ilustração ao estilo da “pop art” de Andy Warhol, é descrita como “um cartaz que mostra um homem parecido ao presidente russo, Vladimir Putin, com maquilhagem na cara, pestanas e lábios. O autor ou autores sugerem no presidente uma orientação sexual não standard“.

Esta não é a primeira paródia feita com o rosto de Vladimir Putin a tornar-se viral. Circula nas redes sociais um meme do presidente russo dentro de um rio em cima de um urso, uma imagem que é usada sempre que a mensagem dos internautas pretende ironizar o poder dos políticos russos.

* Mesmo pintada de putina continua assassina.

.

Sem comentários: