quinta-feira, 13 de abril de 2017

.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS/
/DA MADEIRA"
Marcelo e Macky Sall lançam construção de fábrica luso-senegalesa em Dacar

Os Presidentes de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Senegal, Macky Sall, lançaram hoje simbolicamente a “primeira pedra” da construção de uma fábrica luso-senegalesa de montagem de ambulâncias, nos arredores de Dacar.
.

A fábrica que está em construção é uma parceria da empresa Auto Ribeiro, de Vila Nova de Gaia, com um sócio senegalês. Os dois presidentes estiveram juntos no local durante cerca de 15 minutos, no final da visita de Estado de Marcelo Rebelo de Sousa ao Senegal.

Segundo o diretor-geral da Auto Ribeiro, João Martins Fernandes, este projeto representa “um investimento de cinco milhões de euros” e a fábrica deverá ficar construída “no final deste ano”.
“Vamos empregar 150 pessoas, que vão para Portugal até ao final do ano, receber formação”, acrescentou.

João Martins Fernandes referiu que a Auto Ribeiro já vende veículos equipados para transporte de doentes para o Senegal desde 2004, e tem “100% do mercado senegalês”, onde o comprador é o Estado, como na maioria dos mercados africanos.

“A partir do momento em que começámos a fornecer, eles nunca mais trocaram”, disse.

A Auto Ribeiro está presente na Europa, no Médio Oriente - onde tem “uma linha de montagem” no Dubai - e em África. “Temos uma parceria muito estável no Senegal. É um país estável, é uma democracia”, salientou.

“A ideia é, desta fábrica, abastecermos todos os mercados africanos, os mercados da Grécia e de Israel, com ambulâncias, com veículos de adaptação para deficientes, veículos blindados. E temos uma área de negócio muito forte que é equipamento médico”, adiantou João Martins Fernandes.

* A vertente africana de Portugal pode dar bons resultados senão se afastar das ditaduras  assassinas do continente.

.

Sem comentários: