segunda-feira, 5 de junho de 2017

.
HOJE  NO 
"DESTAK"
AMP critica candidatura "centralista"
 de Lisboa a Agência Europeia 
do Medicamento

A Área Metropolitana do Porto lamentou hoje a "visão centralista" da tutela que "drena tudo o que acrescenta valor ao território" para Lisboa, reiterando que a candidatura portuguesa à localização da Agência Europeia do Medicamento deve contemplar o Norte. 
.
"Ficámos surpreendidos que apenas se tenha considerado Lisboa neste processo. Oxalá que a agência venha para Portugal - o que todos desejamos é que venha para Portugal - mas penso que teria sido adequado ponderar outras alternativas", disse à agência Lusa o presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Emídio Sousa.

O responsável da Área Metropolitana do Porto comentava uma resolução do Conselho de Ministros publicada hoje em Diário da República, na qual se lê que "Portugal, enquanto país comprometido com os valores europeus e com uma postura ativa, institucional e da cidadania no projeto europeu, considera Lisboa a cidade apropriada para acolher a sede da EMA [Agência Europeia do Medicamento]". 

* Do caciquismo nortenho ao sulista venha o diabo do PSD e escolha. Políticamente, sempre teoricamente  disponíveis para defender a as razões intrínsecas do Portugal interior, vejam se alguém do caciquismo central se lembrou de sugerir a localização da EMA para aquela  zona do país.

.

Sem comentários: