quarta-feira, 21 de junho de 2017

.
HOJE NO 
"i"

Manuel Vicente vai a julgamento 
sem nunca ter sido ouvido

Juíza de instrução confirma acusação contra Orlando Figueira e todos os arguidos

O vice-presidente angolano, Manuel Vicente, e o procurador do Ministério Público, Orlando Vieira vão ser julgados por suspeita de corrupção na sequência da ‘Operação Fizz’. A decisão foi divulgada esta quarta-feira pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.
.
No seguimento da operação foram investigados crimes financeiros, em que o vice-presidente angolano é suspeito, e nos quais Orlando Figueira interveio, sendo um deles relacionado com uma alegada aquisição de um imóvel de luxo, no Estoril.
Orlando Figueira está a ser acusado de corrupção passiva, branqueamento de capitais, violação de segredo de justiça e falsificação de documento. Manuel Vicente é acusado corrupção ativa e branqueamento de capitais.

Rui Patrício, advogado de Manuel Vicente, diz que “não houve decisão sobre o engenheiro Manuel Vicente, como dela consta na parte final, nem poderia haver. A questão permanece em aberto e algum dia alguém vai ter que a enfrentar e resolver”, conclui.

Apesar de apenas um dos arguidos ter requerido a abertura de instrução, o despacho de pronúncia, confirmando a acusação, remete todos os arguidos para a fase de julgamento.

* Sabemos que Manuel Vicente tem imunidade política por ser vice-presidente de Angola, mas a justiça portuguesa acusar um dos grandes bandidos angolanos é muito fixe.

 .

Sem comentários: