segunda-feira, 15 de maio de 2017

.
HOJE NO  
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS   
DA MADEIRA"

Jovens madeirenses dizem que não há modelo de família ideal e destacam que o importante é haver amor, harmonia e afectos

Hoje, dia 15 de Maio, celebra-se o Dia Internacional da Família, e, de modo a perceber quais os significados que a família tem para um público específico, mais precisamente os jovens, o DIÁRIO ouviu diversos testemunhos.

Em geral, as pessoas têm conceitos diferentes sobre o que é a família e qual é supostamente a ideal. No caso dos nossos inquiridos há algumas opiniões coincidentes.

De referir que a celebração do Dia Internacional da Família visa destacar a importância da família e o seu relevo na base da educação infantil, reforçar a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento entre todos os elementos, chamar a atenção para a importância da família como núcleo vital da sociedade e para seus direitos e responsabilidades, sensibilizar e promover o conhecimento relacionado com as questões sociais, económicas e demográficas que afectam a família.
.
Fábio Dionísio
Fábio Dionísio afirma que, para ele, “a família deve ser mais do que unida, mais do que amigos, mas há muitas que não são”, sublinhando que uma “família ideal é aquela que se reúne todos os sábados e domingos, seja para almoçar ou para jantar, e está sempre toda em convívio”, reforçando a ideia de que uma “família deve ser unida e não invejosa uns com os outros”.
.
Andreia Torres
“A família são as pessoas que nos educam e que nos fazem sentir bem”, diz Andreia Torres, sem deixar de parte um aspecto que acha essencial: “Não há um conceito de família ideal para mim, eu acho que existem vários tipos de famílias, mas o importante é que se tratem todos bem uns aos outros e que corra tudo bem, há pai – pai / mãe – mãe / pai – mãe, desde que haja afecto familiar”.
.
Mónica Silva
“A família é as pessoas mais importantes, com que nós convivemos diariamente e que nos apoiam, pronto é o nosso pilar”, declara Mónica Silva, afirmando também que “o ideal é uma família unida, uma família que se apoia, que está sempre reunida, ou melhor, que está sempre em família”.
.
Carina Santos
“O ideal de uma família para mim é estar sempre unidos, sempre presentes quando nós mais precisamos, é tudo para nós”, sublinha Carina Santos, afirmando ainda: “Para mim, a família é tudo”.
.
Cristiano Silva
“A família para mim significa tudo, o apoio e o sustento em momentos mais difíceis”, salienta Cristiano Silva, não esquecendo algo importante: “A família ideal para mim é onde há amor e harmonia que é o mais importante”.
.
Andreia Ferreira
“A família é o pilar de todos nós”, diz Andreia Ferreira, que acrescenta: “[Os familiares] devem apoiar-nos em tudo”. “Se não tivermos uma boa relação com a família, geralmente é como se o mundo desabasse”, adiantou. A família ideal “deve aceitar toda a gente como ela é, não deve condenar”. No caso “de ter alguém homossexual na família, a família ideal apoia e não deita a baixo e não condena”.
.
Andreia Rubina
A Andreia Rubina diz que em família deve haver “um momento de união, de paz”, por isso, diz que a família ideal é onde todos se entendem e “onde não haja confusões”.
.
Érica Rodrigues
Érica Rodrigues afirma que “é uma união e um suporte”. Cada pessoa “deve dar valor desde o início e não deixar” os familiares “partirem, para então lembrar dos bons momentos”, e não lamentar o tempo que não aproveitámos e aquilo que poderíamos ter feito. A jovem acha que “não há famílias ideais” mas que é importante “ser grato por aquilo que foi dado”, deve-se “aproveitar os momentos, não aquilo que temos e o que eles oferecem, mas sim os carinhos, a atenção e o respeito” que a família nos demonstra.
.
Fátima Romero
A Fátima Romero vê que as “outras pessoas ficam muito contentes porque sabem que têm aquela família, que podem contar com o pai, a mãe e os irmãos, mas há casos que é uma desunião e não podem contar com o apoio deles”. [É essencial] “que todos se gostem” e que “não haja vingança nem brigas”.
.
Pedro Freitas
O Pedro Freitas expressou que “a família é uma união entre pessoas que gostam muito de si próprias e das outras que as rodeiam”. Espera-se “que tenham amor, compaixão, respeito, educação, que se sintam à vontade em exprimir os seus gostos”. A família ideal é aquela “que se ama, mesmo sendo de dois pais ou duas mães, não importa, desde que se amem”.

* CABECINHAS PENSADORAS!

.

Sem comentários: