quarta-feira, 12 de abril de 2017

.
HOJE  NO 
"OBSERVADOR"

Morreu a única sobrevivente 
dos crimes de Aguiar da Beira

Liliane Pinto, uma das mulheres atacadas por Pedro Dias nos crimes de Aguiar da Beira, morreu esta quarta-feira no Hospital de Viseu. Estava internada desde outubro. Tinha 27 anos.

Morreu uma das mulheres atacadas por Pedro Dias em Aguiar da Beira em outubro do ano passado, confirmou ao Observador a administração do Hospital da Guarda. Liliane Pinto esteve internada na Unidade de Neurocirurgia do Hospital de Viseu e foi transferida, em janeiro, para a Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital de Seia. era a única sobreviventes deste ataque.
 .
O estado de saúde de Liliane tinha piorado esta manhã, por isso foi transferida para a Unidade de Neurocirurgia do Hospital de Viseu onde acabou por morrer. Tinha 27 anos.

Liliane ficara em estado muito crítico devido a um traumatismo crânio-encefálico depois de Pedro Dias a ter abordado e ao marido, Luís Pinto, na Estrada Nacional 229. Os dois seguiam de carro para uma consulta de fertilidade em Coimbra. Pedro Dias atacou o casal, matando Luís no local e deixando Liliane inconsciente com um tiro no pescoço e várias pancadas na cabeça.

O julgamento de Pedro Dias pelos crimes cometidos em Aguiar da Beira começou no passado mês de março.

* Um bandido tenebroso.

.

Sem comentários: