terça-feira, 18 de julho de 2017

.
HOJE NO 
"CORREIO DA MANHÃ"
Cáritas juntou mais de um milhão de euros para vítimas dos incêndios

Dinheiro servirá para atender às necessidades mais urgentes das pessoas afetadas, reconstruir habitações e dar outro tipo de apoios.

A Cáritas Portuguesa anunciou esta terça-feira que juntou 1,26 milhões de euros numa conta solidária que criou para as vítimas dos incêndios no centro do país. 
.
O dinheiro servirá para atender às necessidades mais urgentes das pessoas afetadas, reconstruir habitações e dar outro tipo de apoios para as famílias voltarem a ter condições de subsistência. 

Desde os incêndios, há um mês, a Cáritas, através da sua filial de Coimbra, tem visitado as pessoas afetadas, registando as perdas ocorridas e entregando bens para resolver carências imediatas. "Mais de 200 famílias" foram ajudadas desta forma, com cem voluntários da Cáritas a trabalharem com donativos e envolvimento de paróquias e 200 empresas e instituições.

 O total de 1.262.104 euros será repartido por pessoas dos concelhos de Pedrógão Grande, onde morreram 64 pessoas e também Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera, Sertã, Pampilhosa da Serra e Penela.

*  Uma entidade que se mexe, ainda bem.

.

Sem comentários: