domingo, 18 de junho de 2017

.

ESTA SEMANA NA  
"SÁBADO"

Primeira mulher homossexual 
indicada para primeira-ministra

A deputada foi escolhida pelo presidente sérvio, Aleksandar Vucic, que a descreveu como sendo trabalhadora

Indicada para o cargo pelo Presidente da Sérvia, Ana Brnabic, de 41 anos, é a primeira mulher homossexual a chegar a primeira-ministra.
 .
Brnabic licenciou-se na universidade de Hull, em Inglaterra, e só no ano passado assumiu um cargo político, quando chegou a ministra, responsável por assuntos relacionados com a administração pública.

Agora deputada foi escolhida pelo presidente sérvio, Aleksandar Vucic, que a descreveu como sendo "trabalhadora, com qualidades profissionais e pessoais", conforme noticiado pela agência de noticias B92.

Contudo as opiniões divergem, no que toca a esta decisão de Vucic. Goran Miletic, um activista de direitos civis, em declarações ao The Guardian, considerou a nomeação como "muito importante num país em que 65% dos cidadãos acreditam que a homossexualidade é uma doença e em que 78% acreditam que a homossexualidade não deve ser manifestada fora de casa".

Já o cientista político na Universidade de Belgrado, Boban Stojanovic, diz não acreditar que Brnabic vá liderar ou ter algum impacto na politica externa. "Isso continuará a ser do domínio exclusivo do Presidente Vucic", defendeu.

Além disso, Stojanovic crê que esta nomeação tem uma motivação política - esconder a realidade quanto ao respeito dos direitos humanos. "A escolha de um membro da comunidade LGBT para primeiro-ministro será usado como um indicador do estado dos direitos humanos e civis [da Sérvia], e isso não corresponde à realidade", explicou ao The Guardian.

A marcha do orgulho gay em Belgrado, por exemplo, esteve proibida durante três anos por questões de segurança, depois de em 2010 os membros da parada terem sido atacados por militantes de extrema-direita. A mesma só voltou a acontecer em 2014, mas com segurança reforçada.

A escolha de Ana Brnabic acontece na mesma semana em que foi eleito pela primeira vez um homossexual como primeiro-ministro, o irlandês Leo Varadkar. Ana Brnabic e Leo Varadkar juntam-se assim, a nível europeu, a Xavier Bettel, o primeiro-ministro de Luxemburgo, que é assumidamente gay e casado desde 2015 com Destenay Gauthier.

* A homofobia a definhar!

.

Sem comentários: