sábado, 22 de julho de 2017

.
ESTA SEMANA NA 
"GERINGONÇA"

Vice-presidente do PSD 
desautorizada por Passos Coelho

A candidata do PSD à Câmara de Lisboa Teresa Leal Coelho foi a primeira personalidade do partido a reagir às declarações racistas do candidato a Loures, André Ventura. Poucas horas depois da vice-presidente do PSD repudiar as declarações, o presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, veio desvalorizá-las.
 .
HONRADA
Em comunicado, Teresa Leal Coelho distanciava-se das declarações de André Ventura considerando que estas “generalizam comportamentos que só perpetuam os preconceitos e estigmatizam comunidades que fazem parte integrante do tecido demográfico das nossas cidades”. “Não nos revemos nem em pensamento, nem em discurso de natureza discriminatória”, conclui o comunicado.

Poucas horas depois, o líder do PSD veio afirmar que as declarações racistas de André Ventura afinal não eram racistas. “Ninguém pode insistir que se tratam de referências que não caibam num partido com as nossas tradições”, afirmou Passos, garantindo que “Feita esta clarificação, estamos todos tranquilos quanto à campanha que pode ser feita pelo nosso candidato”.

* Teresa Leal Coelho, pessoa em quem não votaremos mas que muito respeitamos, não nos lembramos de alguma  vez ter abdicado de valores sociais e humanos em função de opções partidárias, já Passos Coelho sempre nos pareceu uma amiba formatada pelas conveniências.

.

Sem comentários: