terça-feira, 9 de maio de 2017

.
HOJE NO 
"DIÁRIO DE NOTÍCIAS"

Marion Le Pen deixa a política e desilude quem via nela o futuro

Já há muito que Marion Maréchal-Le Pen não escondia o desejo de abandonar a política

A neta do fundador da Frente Nacional, Jean-Marie Le Pen, e sobrinha da atual líder da formação, Marine Le Pen, parece ter decidido que o momento chegou. 
 .

Aos 27 anos, aquela que em 2012 se tornou a mais jovem deputada de sempre em França deve confirmar hoje que não se recandidata nas legislativas de junho e que abandona também o mandato de conselheira regional da Provence-Alpes-Côte d"Azur.

As razões para esta opção serão pessoas: um divórcio para gerir e uma criança com menos de três anos para criar, mas talvez não sejam também alheias ao resultado "dececionante" - as palavras são de Marion - de Marine Le Pen na segunda volta das presidenciais.

Com algumas vozes críticas à sua liderança a começar ouvir-se, Marine Le Pen foi informada da decisão da sobrinha antes de esta sair nos media, mas não reagiu de imediato. No domingo, no discurso de derrota, Marine anunciara uma renovação da FN, que pode passar por uma mudança de nome. A relação entre tia e sobrinha terá vindo a degradar-se, segundo o Le Monde. 

 Mesmo se Marion lamentou logo no domingo "a tentativa mediática de me lançar contra Marine Le Pen". Mas a verdade é que não faltam militantes a ver nela o futuro da FN.

* Pode ser uma jogada política para depois surgir das cinzas da FN.

.

Sem comentários: